Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
História do Brasil

Governo José Sarney

Maria Clara Cavalcanti
Publicado por Maria Clara Cavalcanti
Última atualização: 26/9/2019

Introdução

José Sarney foi o primeiro presidente civil do Brasil após o longo período de Ditadura Militar no país. Sarney foi indicado, inicialmente, para a vice-presidência do país, enquanto Tancredo Neves foi o nome indicado para o cargo da presidência.

Tancredo Neves, entretanto, nem chegou a assumir o cargo de presidente, pois, por problemas de saúde, passou por um tratamento hospitalar e veio a falecer. Sendo assim, José Sarney assumiu a presidência em 1985, e ocupou o cargo até o ano de 1990.

José Sarney em 2010, 20 anos após o fim de seu mandato. Créditos à Agência Brasil pela imagem.

Quem foi José Sarney

José Sarney nasceu no ano de 1930 na cidade de Pinheiro, no Maranhão. Formado em direito, foi suplente de deputado federal, senador e governador do Estado do Maranhão ainda durante o período do Regime Militar.

Em sua carreira como político, também presidiu o partido contrário ao governo de Getúlio Vargas, a chamada UDN (União Democrática Nacional) e participou do partido apoiador das pautas militares, o ARENA (Aliança Renovadora Nacional), durante o Regime Ditatorial Militar no país.

Fim da ditadura militar

O Regime Militar no Brasil foi marcado por governos autoritários que tiveram início com o Golpe Militar de 1964 e duraram até o ano de 1985. Em 1974, quando o General Geisel assumiu o poder, as crises e pressões para o fim do Regime levaram a uma “abertura lenta, gradual e segura” em direção à retomada da democracia e das liberdades políticas. 

A divulgação dos crimes de tortura da ditadura começaram a aumentar a rejeição ao regime. Em 1979, com o Presidente Figueiredo, foi decretada a anistia aos presos políticos e exilados e o fim do bipartidarismo. 

As greves de 1978 e os movimentos estudantis contribuíram muito com o enfraquecimento do regime e levaram a manifestações de massa em 1984, que reivindicavam a realização de eleições diretas para o Presidente da República, as Diretas Já

Os protestos de artistas, políticos, setores civis, estudantes e trabalhadores não foram efetivos, e Tancredo Neves foi eleito pelo Colégio Eleitoral. Entretanto, Tancredo faleceu antes de assumir o cargo, levando à posse do vice José Sarney, o primeiro presidente civil depois de 21 anos de Regime Militar no Brasil.

O governo de José Sarney

Sarney tinha profundas relações com as oligarquias do Nordeste, por isso, seu governo foi marcado por tentativas de conciliar o necessário desenvolvimento econômico com a manutenção dos privilégios desse grupo

Constituição de 1988

Uma das primeiras medidas deste governo foi a criação de uma Assembléia Constituinte, com o objetivo de criar uma nova Constituição, em substituição à que foi instaurada durante o Regime Militar.

A nova Constituição ficou pronta em 1988 e garantiu eleições diretas para presidentes, governadores e prefeitos, o regime presidencialista, a independência dos três poderes (legislativo, executivo e judiciário), a garantia do direito de greve, dentre outras medidas que ajudaram no caminho para a transição democrática do país.

Além disso, a chamada “Constituição Cidadã” de 1988 garantia liberdades individuais e previa condições mínimas de subsistência para todos os cidadãos. Nela, foram também assegurados o limite de 44 horas de jornada para os trabalhadores e direitos como licença maternidade, licença paternidade e seguro-desemprego. 

Economia e inflação no governo Sarney

Rompendo com a política econômica do governo militar que havia deixado grandes déficits, Sarney criou programas econômicos com a intenção de conter o aumento da inflação. Dessa forma, uma nova moeda foi criada no chamado Plano Cruzado.

Além disso, medidas como o incentivo à produção e o congelamento de salários e preços também foram tomadas durante seu governo. A inflação, entretanto, continuou a subir, chegando a taxas de mais de 300% entre os anos de 1986 e 1987. A crise fez com que o país deixasse de pagar os juros da dívida externa e mesmo com novos planos econômicos elaborados, a economia não melhorou, com uma taxa de inflação de 1764% em 1989. 

Outras medidas do Governo Sarney foram o ingresso no MERCOSUL e a criação do Ministério da Cultura. O Governo de José Sarney chegou ao fim em 1990, quando Fernando Collor de Mello foi eleito presidente da República via eleições diretas. 


Exercícios

Exercício 1
(ENEM/2015)

O diálogo entre os personagens da charge evidencia, no Brasil, a(s)

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...