Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Sociologia

Subdesenvolvimento

Natália Cruz
Publicado por Natália Cruz
Última atualização: 5/1/2020

Introdução

O termo subdesenvolvimento foi elaborado por um grupo de estudiosos, economistas e cientistas políticos e sociais após a Segunda Guerra Mundial, para referir-se a países e regiões do mundo com economia fraca, altas taxas de desemprego, instabilidade econômica, condições sociais e estruturais ruins, altos índices de pobreza, miséria, más condições de saúde e saneamento básico, acentuada concentração de renda e dependência econômica de outros países - geralmente dos países classificados como desenvolvidos -, além do baixo desenvolvimento tecnológico e estrutural.

O cientista social e geógrafo Josué de Castro afirmou que o subdesenvolvimento existe e é explicado também a partir da análise da longa exploração colonial, que possibilitou a existência de condições econômicas e sociais muito diferentes das da metrópole.

No sistema colonial, a intenção metropolitana era de garantir a exploração econômica e acentuar a diferença na estruturação social da colônia, deixando bem evidente a condição de inferioridade dos colonos em relação aos indivíduos vindos da metrópole.

O critério utilizado para classificar um país nas categorias de subdesenvolvido, desenvolvido ou em desenvolvimento, em grande parte, é o critério econômico, que analisa principalmente o grau de dependência econômica que um país tem em relação aos outros.

📚 Você vai prestar o Enem 2020? Estude de graça com o Plano de Estudo Enem De Boa 📚

No entanto, a economia não é o único critério para determinar a classificação de um país. Por isso, os países são classificados em desenvolvidos, subdesenvolvidos ou em desenvolvimento de acordo com o seu IDH, o índice de desenvolvimento humano.

O IDH mede o nível de desenvolvimento dos países a partir dos indicadores de educação, que consideram as taxas de alfabetização, a longevidade da população e o produto interno bruto, o PIB. As taxas de IDH variam de zero a 1. Nessa faixa numérica, os países são distribuídos  da seguinte maneira:

  • 0 a 0,499 - Países subdesenvolvidos.
  • 0,500 a 0,799 - Países em desenvolvimento
  • 0,800 a 1 - Países desenvolvidos.

Bairro com problemas estruturais

Características do Subdesenvolvimento

Os países subdesenvolvidos, de maneira geral, apresentam significativos problemas sociais e econômicos. No entanto, outras características também existem nos países classificados como subdesenvolvidos. São elas:

  • Exploração colonial e neocolonial, caso dos países da América Latina e África;
  • Dependência econômica dos países desenvolvidos;
  • Economia tem por base as atividade primárias, com os produtos agrícolas destinados, em sua maior parte, à exportação;
  • Sistema agrícola de monoculturas pouco mecanizadas;
  • Relações econômica desiguais: exportam produtos agrícolas de baixo valor e importam produtos eletrônicos e de alta tecnologia, de alto valor;
  • Centros urbanos que apresentam acelerado crescimento, que ocorre de maneira desordenada acentuando as desigualdades;
  • Concentração de renda;
  • Grande desigualdade social;
  • Grande número de pessoas trabalhando no mercado informal;
  • Elevadas taxas de natalidade e mortalidade e baixa expectativa de vida;
  • Baixos níveis de escolarização e, consequentemente, altos índices de analfabetismo;
  • Baixo acesso a programas de saúde e planejamento familiar;
  • Baixa renda per capita;
  • Baixo nível de industrialização, exceto alguns países da América Latina e Ásia;
  • Estrutura de transporte de ruim a mediana.

Monocultura sem mecanização

🎓 Você ainda não sabe qual curso fazer? Tire suas dúvidas com o Teste Vocacional Grátis do Quero Bolsa 🎓

O subdesenvolvimento no Brasil

Não há consenso quanto à classificação do Brasil como país subdesenvolvido. Isso porque embora apresente um grau relativamente elevado de dependência tecnológica, altos índices de desigualdade regional, elevados índices de analfabetismo em algumas regiões e distribuição de renda per capita também desigual, dependendo das regiões analisadas não se encontra na classificação mais baixa do IDH.

As diferenças do Brasil se dão em termos regionais. A análise dos dados regionais apresentam um país completamente desigual e com diferentes níveis de desenvolvimento humano. No entanto, no contexto mundial, o Brasil apresenta-se como um país relativamente bem industrializado e não ligado exclusivamente à produção de agrícolas.

Os números do IDH divulgados pela ONU em 2018 categorizam o Brasil como um país de alto desenvolvimento humano, ocupando a 79ª posição com 0,759 pontos. Portanto, de acordo com os índices da ONU, o país está na categoria de países em desenvolvimento, embora existam acentuadas diferenças regionais. Desde 2015, o país ocupa a mesma posição no índice da ONU, o que, de certa forma, mostra que não há equilíbrio e igualdade em todas as regiões do país.

Carapicuiba, cidade da Região Metropolitana de São Paulo.


Exercícios

Exercício 1
(UECE)

A respeito do “subdesenvolvimento” é correto afirmar que:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...