Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Profissões

9 maneiras de empreender durante os estudos

por Saia do Lugar em 02/05/17 5,4 mil visualizações

Não existe hora certa para começar a empreender! Isso depende muito do momento de vida do empreendedor e das oportunidades que aparecem ao longo de sua vida!

Sendo que muitos começam só depois de ter uma certa experiência de mercado, outros começam com pouca experiência e também há aqueles que resolvem empreender durante os estudos!

Falando mais especificamente desse último caso, muitos começam a querer ter o seu empreendimento durante a faculdade, pois tiveram alguma ideia de negócio ou aproveitaram as oportunidades que o meio acadêmico gerou durante essa vivência.

Até porque, há vários motivos para se movimentar nesse sentido, seja a crise econômica, a dificuldade de entrar no mercado de trabalho ou até mesmo por querer fazer a diferença no mundo.

Inspiração para isso não falta! A lista de empreendedores de sucesso que começaram assim é grande e contém os mais renomados nomes do empreendedorismo da atualidade, tal como Mark Zuckerberg, Bill Gates, Steve Jobs, dentre outros gênios nacionais e internacionais.

Sendo assim, fica evidente que é possível começar a empreender durante os estudos. Por isso, preparamos esse post para aprofundar um pouco mais sobre o tema e ajudar quem está querendo abrir seu próprio negócio já na faculdade.

Ficou interessado? Então, continue acompanhando conosco!

Conciliando os negócios com os estudos

Uma das principais dúvidas de quem está começando a empreender durante os estudos é o velho questionamento de como é a melhor maneira de conciliar o empreendedorismo com a faculdade.

Saiba que não é nenhum bicho de 7 cabeças lidar com essas duas atividades em sua rotina.

Obviamente que no início, pode ser que haja uma certa desorganização em relação a isso, mas assim como todo empreendedor, aprender rapidamente e corrigir suas ações baseado nas falhas pode ser uma grande virtude para encontrar a fórmula que funcione para o seu dia a dia.

Portanto, o segredo é ter foco na atividade que está desempenhando naquele momento. Por exemplo, se você se organizou para estudar 2 horas por dia e dedicar-se 4 horas para os negócios, você deverá cumprir esse cronograma.

Ou seja, no momento de estudar, a única coisa que deverá ser feito é essa atividade e no momento de trabalhar no seu empreendimento você também deverá estar dedicando-se exclusivamente para ele.

Pois é muito fácil perder o foco e mudar as prioridades, além de nos deixarmos levar pelas pequenas distrações do dia a dia, tal como as redes sociais e o próprio e-mail.

Além disso, nada deve ser escrito na pedra! Se aquela rotina não está dando certo por algum motivo, mude-a!

O bom empreendedor é aquele que tem uma alta capacidade de se adaptar ao ambiente que está inserido! Faça testes na sua rotina até encontrar a que seja ideal para que tenha o máximo rendimento nos estudos e nos negócios!

Fica também o convite para sair da zona de conforto e utilizar a faculdade a favor dessa rotina, não utilize-a apenas para estudar e ir para as aulas, aproveite também para procurar pessoas interessadas em empreender com você ou até mesmo apoiadores do seu projeto, tal como professores, coordenadores e grupos estudantis.

Se você quer muito empreender, mas ainda não tem ideia de como fazer isso, procure as organizações estudantis e faça parte delas para que possa aprender na prática sobre como gerir um negócio e lidar com seus desafios do dia a dia.

Caso não haja essas organizações, essa é uma ótima oportunidade para começar a criá-las, basta pesquisar pelos exemplos das que existem em outras universidades e buscar apoio.

O papel do empreendedor

Agora que você já tem uma noção de como direcionar a sua jornada para empreender durante os estudos, é importante saber um pouco mais sobre o papel do empreendedor nos negócios. Principalmente do jovem empreendedor que está começando na faculdade.

O empreendedor deve ser aquela pessoa que acredita muito na ideia que está desenvolvendo. Afinal, se ele não acredita, quem vai acreditar? Por isso, ele está disposto a encontrar diversas maneiras para viabilizá-la.

A boa notícia é que o ambiente universitário é ideal para fazer isso. Até porque, será possível aplicar na prática todo o conhecimento adquirido em sala de aula, além de outras experiências que foram vivenciadas por ele.

Dessa maneira, será possível aprender muito e chegar a conclusão do que pode dar certo e do que pode não dar. Então, ele deverá ser alguém que seja curioso e estar disposto a testar muito suas hipóteses de funcionamento do negócio, sem medo de errar, pois esse é o momento ideal de aprender com os erros.

Além disso, ele deverá ser a principal imagem do negócio, sendo responsável por deixá-lo cada vez mais conhecido, através das mais diversas divulgações, além de buscar parcerias que ajudem-o a crescer!

Podemos destacar também algumas características que são consideradas indispensáveis para qualquer empreendedor:

- Vontade de crescer;
- Determinação;
- Espírito aventureiro;
- Enfrentar desafios;
- Alta facilidade em superação;
- Saber trabalhar em equipe.

Então, anote-as e procure maneiras de se atualizar e aprimorá-las baseada no seu perfil pessoal! Comece pelas que você considera ser menos desenvolvidas.

Começando a empreender ainda na faculdade

Para finalizar esse post, vamos fornecer 9 dicas para ajudá-lo a começar empreender durante os estudos hoje mesmo! Confira:


1. Se inspire com as histórias de sucesso

Bons exemplos de empresas que foram construídas durante a faculdade não faltam. Então, pesquise por essas histórias e tente encontrar alguma semelhança com o seu propósito e a sua ideia de negócio.

Não será difícil encontrar um empreendedor de sucesso que começou na mesma situação que a sua. Sem contar que na internet há diversos portais que fomentam o empreendedorismo, então será possível encontrar essas histórias reais com facilidade.

Hoje já é possível ter acesso a artigos, vídeos e até documentários que contam casos reais de empreendedorismo, tanto nacionais quanto internacionais.

2. Seja realista

Se inspirar é muito bom, mas é preciso ser realista também! Ou seja, evite fazer comparações ao pé da letra com outros empreendedores, pois apesar de qualquer semelhança com a sua história, as realidades podem ser bem diferentes.

Inclusive, uma das grandes falhas que pode-se cometer é achar que aqueles empreendedores sempre foram bem sucedidos, mas nunca se sabe o quanto eles tiveram que trabalhar muito para chegar até ali.

Geralmente os casos de sucesso se apresentam como algo totalmente orientado para o sucesso mas não mostram e nem contam as noites mal dormidas que eles tiveram! Então, é preciso entender que ainda há muito chão pela frente até tornar-se também um caso de sucesso!

3. Aproveite as suas experiências para gerar ideias

Um ponto forte para abrir um negócio é ter vivências e experiências durante a faculdade. Afinal, é a partir delas que as ideias poderão surgir.

Então, não deixe de visitar feiras de negócios, fazer contatos, participar de grupos estudantis, atividades voluntárias e muitas outras oportunidades que só a faculdade pode proporcionar.

Aproveite também para participar de visitas guiadas nas empresas e conversar com os gestores do negócio. Dessa forma, ficará muito mais fácil ter uma ideia para começar a empreender!

4. Procure capacitações além da faculdade

Não fique esperando que a universidade ensine tudo a você. Então, procure cursos complementares para aprender conceitos que a sua faculdade não contempla, principalmente os que estão mais ligados a administrar um negócio.

Saiba que hoje não é preciso fazer cursos presenciais para ter acesso a todo tipo de conhecimento. Afinal, com a internet é possível acessar os mais diversos conteúdos, sendo que a sua maioria é disponibilizada de forma gratuita.

5. Faça um bom planejamento

Um dos grandes sucessos de qualquer empresa resume-se a ter um bom planejamento. Afinal, muitas empresas acabam fechando precocemente por não ter um planejamento prévio.

Então, aproveite o tempo para planejar todos os seus aspectos, desde o marketing até o financeiro. Uma boa maneira de fazer isso é através de um Plano de Negócios que servirá como um bom guia inicial para a operação funcionar.

Após isso, recomenda-se sempre revisar esse planejamento, principalmente quando a operação do negócio começar.

6. Verifique a sua disponibilidade de tempo

Não basta somente planejar, é preciso entender quanto tempo você vai poder se dedicar ao negócio.

Tenha atenção com esse ponto, pois quando está na universidade há outros compromissos tal como as aulas.

Por exemplo, se você tem aula o dia inteiro, abrir uma empresa que exigirá uma dedicação integral, não vai dar muito certo. Porém, se for algo que esteja mais em fase de criação e implementação, já é algo mais possível.

7. Crie uma rede de relacionamentos

Aproveite que você está em um ambiente totalmente propício de conhecer novas pessoas e aproveite para criar uma rede de relacionamentos com elas, desde colegas de classe ou até pessoas de outros cursos.

Fazendo isso, há uma grande chance de encontrar pessoas que os ajudem nos negócios de alguma forma, formando possíveis parcerias e quem sabe até futuros sócios.

8. Procure apoio dentro da universidade

Além de colegas de classe, buscar apoio na universidade por meio dos professores é uma ótima maneira de facilitar essa jornada.

Saiba que eles poderão ajudar desde dicas de gestão de negócios até conhecimentos mais específicos em qualquer área.

Além disso, muitas universidades possuem incubadoras para apoiar negócios que surgem dentro dela. Ter um bom relacionamento dentro da faculdade é um ótimo primeiro passo para se inserir em iniciativas como essa.

9. Dedique-se

Por fim, a nossa última dica é nada mais nada menos do que se dedicar a essa nova empreitada. Lembra que falamos das histórias de sucesso na primeira dica?

Pois bem, saiba que elas não aconteceram do dia para noite e sim a custo de muita dedicação. Então, tenha foco e trabalhe para que as coisas possam dar certo!

Deu para perceber que empreender durante os estudos não é nada muito difícil, basta ter foco, dedicação e depois de muito esforço as chances de você virar a próxima história de sucesso podem ser grandes!

Gostou desse artigo? Então, acesse nossas Dicas simples para você parar de procrastinar.


banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Você pretende trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
ALERTA DE VAGAS i-close
Para se dedicar integralmente aos estudos é sempre bom economizar.Money c94fde8014ac9b0d5ad05d244e1821fb246018cdc3570b09f72c25fde99f7b1a

Gostaria de ser avisado sempre que uma vaga estiver disponível aqui no site Quero Bolsa?

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você encontra as melhores vagas em diversos turnos, até mesmo ensino a distância.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Você pretende trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54