logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

Ensino Básico

Como faço para alfabetizar meu filho?

por Yuri Marques em 23/06/22


A alfabetização é uma etapa importantíssima para a criança e precisa ser feita com metodologias adequadas. Durante a pandemia, com a adoção das aulas online, muitos pais tiveram que encarar o desafio de alfabetizar os filhos em casa. 

+ Encontre bolsas de estudos de até 80% de desconto

Além do ensino híbrido, existe uma grande discussão entre educadores sobre a adoção do homeschooling no Brasil. Com essa modalidade, os alunos não precisam mais frequentar as escolas e podem ser educados em casa pelos responsáveis. 

A verdade é que, independentemente de pandemia ou homeschooling, os pais devem trabalhar em parceria com os professores para tornar o processo de aprendizado eficaz para as crianças. 

Nesse sentido, as atividades em casa para alunos em processo de alfabetização têm grande relevância para ampliar o conhecimento sobre: letras, sílabas, palavras e frases. 

O que devo fazer para alfabetizar meu filho em casa?
A alfabetização é fundamental para estimular o raciocínio da criança. Com ela, os pequenos conquistam habilidades para entender o significado das palavras, ler histórias, identificar sons e se relacionar com o mundo ao redor. Alguns recursos tecnológicos podem ajudar nesse processo, como é o caso da Escola Games

Nesse portal, as crianças têm acesso a mais de 150 atividades, incluindo jogos sobre sílabas e vogais, caça palavras, ditados, atividades de colorir e outras dinâmicas. Trata-se de um espaço rico em conteúdo para os pequenos aprenderem de forma divertida.

Incentive seu filho a gostar de livros

Outra alternativa para alfabetizar seu filho é por meio da leitura diária de livros infantis. Para isso, vale a pena incentivar a criança a ter interesse por historinhas de diferentes temas. A leitura é capaz de ampliar o vocabulário infantil e ainda estimula a imaginação. 

Para desenvolver o hábito de leitura no seu filho, converse com ele sobre os assuntos que mais despertam seu interesse e leia para ele todos os dias. Após o término de cada história, você pode fazer perguntas, pedir para que ele faça um desenho ou ajudá-lo a identificar as palavras. O uso de rimas e músicas também contribui para o letramento infantil.

Respeite o ritmo da criança e evite comparações

 Para que a criança aprenda a ler e escrever com sucesso e sem traumas, os pais devem ter paciência durante as atividades em casa. 

Assim como acontece nas escolas, em que os professores adotam metodologias para respeitar o ritmo de cada aluno, o ambiente doméstico também precisa ser acolhedor para o aluno.

Ou seja, se o seu filho tem dificuldade em memorizar sílabas ou formar palavras, busque as alternativas certas para mudar a situação. Em hipótese alguma, os pais devem usar gritos ou castigos para punir as limitações da criança. 

Nesses casos, é importante buscar materiais didáticos diferenciados e usar recursos que explorem as habilidades infantil. Por fim, depois que o seu filho conseguir formar as primeiras palavras, peça para ele te ajudar em tarefas simples, como: fazer lista de compras, escrever bilhetes ou cartões de aniversário. 

Dessa forma, ele ficará motivado e começará a entender a importância da escrita para fazer novas descobertas!

Sobre o autor
author
Yuri Marques

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54