Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Vestibular e Enem

Como fazer uma boa redação no Enem: Parte 2 – Estrutura do texto

por Adriana Nakamura em 29/03/18 55 mil visualizações

Imagine que em vez de você criar um formato de texto totalmente do zero, você tenha um esquema pré-estruturado, que você só precise completar com as peças certas, como aqueles blocos para crianças encaixarem peças geométricas. Você sabia que o Manual de Redação do Enem oficial, divulgado pelo MEC, dá essa fórmula?

Neste post, a gente vai explicar pra você cada um dos encaixes da estrutura da redação proposta pelo Enem.

Assim, você vai ver que a redação do Enem, que antes podia parecer um bicho de sete cabeças que você não tinha ideia de por onde começar, vai se transformar em um filhote fofinho de cachorrinho mansinho, daqueles que você olha e sorri sem perceber falando “Ouuunnnn”! 💛💙 Quer apostar? A gente explica:

Estrutura da redação

A cada ano, o Enem propõe um tema diferente para a sua dissertação. O que você tem que fazer é defender uma tese (um ponto de vista, uma opinião) sobre esse tema com base em argumentos, e finalizar com uma proposta de intervenção social para o problema.

Na prática, o objetivo da sua redação é defender um posicionamento sobre o tema proposto, justificando por que esse posicionamento está correto – ou seja, argumentando – e mostrar o que precisa ser feito para melhorar a situação exposta.

Recorrendo à metáfora do bloco de figuras geométricas, estes tópicos – tema, tese, argumentos, proposta de intervenção – são os espaços vazios do bloco que você precisa preencher com as figuras, ou seja, com o texto.

Planeje antes de começar a escrever

Imagine que você tenha de encaixar todas as peças geométricas no nosso bloco, mas que as peças estão todas espalhadas pela casa e você nem tem certeza se ainda tem todas ou se perdeu algumas.

O primeiro passo, então, seria recolher as peças, reuni-las perto de você e verificar se não está faltando nenhuma, certo?

Com a sua redação é a mesma coisa. Antes de sair escrevendo loucamente, é muito importante analisar o tema, definir com calma qual é o posicionamento que você vai defender, pensar em argumentos que justifiquem por que você está certo e, finalmente, elaborar uma proposta de intervenção coerente com tudo o que você pensou.

A partir do momento em que você tem em mãos todas as peças que se encaixam na estrutura do texto, você pode começar a escrever com segurança e organização. Planejamento é tudo, galera!