Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Dicas e Curiosidades

O que aconteceu com o Museu Nacional?

por Isabela Giordan em 03/09/18 2,8 mil visualizações

No último domingo (02), um incêndio de grandes proporções destruiu o Museu Imperial da Quinta da Boa Vista, conhecido popularmente como Museu Nacional, que está localizado no Rio de Janeiro (RJ).

A instituição tinha completado 200 anos de existência em junho deste ano e é considerado o mais antigo museu de história natural e de antropologia das Américas.

Foto: Reprodução/TV Globo

O motivo do fogaréu, que começou por volta das 19h30 e foi controlado às 02h, será investigado. Segundo a assessoria do Museu, não houve nenhum ferido. Entretanto, quatro vigilantes estavam no local no horário que o incêndio começou, mas conseguiram sair das instalações a tempo.

Em nota enviada à imprensa, o Ministério da Educação (MEC) lamentou o ocorrido: “o MEC não medirá esforços para auxiliar a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) no que for necessário para a recuperação desse nosso patrimônio histórico”.

Além disso, o presidente Michel Temer também divulgou uma declaração pública sobre o incêndio: “Incalculável para o Brasil a perda do acervo do Museu Nacional. Hoje é um dia trágico para a museologia de nosso país. Foram perdidos duzentos anos de trabalho, pesquisa e conhecimento. O valor para nossa história não se pode mensurar, pelos danos ao prédio que abrigou a família real durante o Império. É um dia triste para todos brasileiros".

Crise financeira

Segundo uma reportagem feita pelo Bom Dia Brasil, há cerca de três meses o Museu Nacional funcionava com verba reduzida.

A instituição, que deveria receber anualmente uma verba de 550 mil reais da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), há mais de três anos operava com apenas 60% desse valor, fazendo com que houvesse falta de recursos para a área de pesquisa e manutenção da instalação e, por consequência, reduzindo as áreas de exposição pública.

A direção do Museu chegou a fazer uma "vaquinha virtual" para conseguir arrecadar o valor necessário (cerca de 100 mil reais) para conseguir reabrir uma das alas mais importantes do local, o Dino Prata, um dinossauro de mais de 13 metros que foi descoberto em Minas Gerais, e que viveu há 80 milhões de anos na Terra.

Após essa reportagem do telejornal, o MEC informou que os repasses à UFRJ, universidade responsável pelo Museu, serão maiores do que o do ano passado.

Além das informações descobertas pelo Bom Dia Brasil, alguns outros veículos de comunicação reportavam há anos a crise financeira que o instituição atravessava.


A história do Museu Nacional

Antes de ser museu, o palácio de São Cristóvão foi lar oficial da família real no Brasil entre os anos de 1816 e 1821, sendo que foi ela a responsável pelas coleções de obras que deram origem ao acervo.

Foto: Reprodução

Palácio de São Cristóvão abriga o Museu Nacional desde 1892. Imagem de antes do incêndio de 02 de setembro de 2018

O prédio presenciou diversos momentos históricos como, por exemplo, a assinatura da independência do Brasil em 1822, feito pela princesa Leopoldina, esposa de Dom Pedro I. Além de também ter sido palco para a primeira Assembleia Constituinte da República, que determinou o fim do período monarca no País, instaurando a república.

Apesar de ter sido criado em 1818, há exatos 200 anos, por D. João VI como Museu Real, foi apenas em 1892 que o palácio tornou-se lar do Museu Nacional, sendo que em 1946 a instituição foi vinculada oficialmente à UFRJ.

O prédio é tombado desde pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 1938.

20 milhões de itens em acervo

Após 200 anos de criação, o Museu tinha conseguido chegar a 20 milhões de itens em seu acervo. Algumas das peças são:

  • Meteorito do Bendegó

Encontrado do sertão da Bahia no século 18, esse foi o maior meteoro já encontrado em território brasileiro. Seu peso passa de cinco toneladas.

  • Luzia

Apelidado de “Luzia”, esse é o fóssil mais antigo encontrado nas Américas, datado entre 11.500 a 13.000 antes da data presente.

  • História indígena

Diversos itens da história indígena no Brasil estão no Museu Nacional, entre eles: trajes cerimoniais, máscaras, vasos e esculturas (algumas delas com mais de cem anos de existência).

  • Coleções do descobrimento do Brasil

Por ter sido o lar da família real, o local possui diversas peças da época do descobrimento do Brasil até o fim do império.

  • Arqueologia egípcia

Sendo a maior da América Latina e a mais antiga das Américas, a coleção de arqueologia egípcia possui mais de 700 itens. Entre os destaques estão: o sarcófago da cantora Amón, adquirido por Dom Pedro II, que nunca foi aberto e permanece intacto, outros três sarcófagos, seis múmias humanas, além de uma coleção de animais mumificados.

Clique no tweet abaixo para ver algumas fotos do acervo do Museu Nacional:

Em nota para o UOL, a assessoria de imprensa do Museu disse que “as perdas são incalculáveis e é possível que quase todo o acervo tenha sido consumido pelas chamas”. 

banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Você sabia que o Quero Bolsa te ajuda a realizar o sonho de concluir uma graduação?
ALERTA DE VAGAS i-close
O que é o Quero Bolsa?Thinking face f5c039d3e92b0c131b3780cdbc1ee3d7966cc05cafc35064b70df0e0e049c24d

O Quero Bolsa é o site que te ajuda a entrar na faculdade! Reunimos todas as informações para você fazer a melhor escolha e garantir uma vaga na faculdade.

Tá esperando o que pra conseguir a sua?

ALERTA DE VAGAS i-close
Veja como é simples! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Preencha os campos abaixo com suas preferências e receba avisos de vagas disponíveis no Quero Bolsa.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Você sabia que o Quero Bolsa te ajuda a realizar o sonho de concluir uma graduação?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54