logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Profissões

O que é preciso para se tornar um astronauta?

por Patrícia Carvalho em 09/01/20

Atualizado em: 31/01/2022

astronauta no espaço

Ser um astronauta pode parecer um sonho de outro mundo para muitas pessoas. Porém, por mais difícil que seja ingressar nessa área no Brasil, a Revista Quero fez esse post com o passo a passo para ajudar quem deseja se tornar um astronauta a transformar esse sonho realidade. 

+Encontre bolsa de estudos de até 80% para graduação

O que faz um astronauta?


Embora a ideia que se tenha dessa profissão seja relacionada com viagens espaciais, a maior parte do trabalho exercido pelo astronauta é em terra firme, em treinamentos ou em apoio à missões. A viagem espacial acontece apenas quando há uma expedição agendada, mas não é toda a equipe que vai.

Curiosidade: no momento, há seis pessoas no espaço em uma expedição. Essas informações podem ser acessadas pelo site How many people are in space right now, em que também é possível encontrar informações sobre quem são os astronautas e há quanto tempo eles estão lá.

O astronauta é o profissional responsável por pilotar, comandar e desenvolver pesquisas de naves espaciais ou, ainda, ser membro da tripulação. Existem duas principais funções que podem ser exercidas por um astronauta:

  • piloto: responsável por comandar as espaçonaves

  • especialistas de missão: atuam na montagem e manutenção de equipamentos e sistemas, assim como realizar experimentos

Leia mais:
+Astronomia: 8 cursos para quem é fascinado pelo espaço

 O que é preciso para se tornar um astronauta?


No Brasil, não há agências que formam astronautas profissionais e os investimentos federais para a formação desses profissionais estão parados.

Porém, é necessário ser membro da Agência Espacial Brasileira (AEB), responsável pela política espacial do País com o objetivo de promover mais autonomia ao setor. O ingresso acontece por meio de concurso público, que são divulgados em diários oficiais e em veículos de comunicação.  

Após a aprovação no concurso, os candidatos são selecionados por um sistema de pontuação. Além dos requisitos básicos, ter uma pós-graduação e ter exercido atividades como mergulho, paraquedismo e pilotagem são um diferencial e valem mais pontos.

Os requisitos básicos para a seleção, são:

  • ter formação na área de exatas ou biológicas;

  • ter inglês fluente em fala, leitura e escrita;

  • ser aprovado nos testes médicos (como exame de sangue, visão e pressão) e psicológicos;

  • não ter antecedentes criminais.

Como não há curso de formação de astronauta no Brasil, os interessados devem buscar outras agências espaciais como a Agência Espacial Norte-Americana (NASA), Agência Espacial Europeia (ESA), Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA), Agência Espacial Russa (Roscomos), Agência Espacial Canadense (ASC) ou Administração Nacional Espacial Chinesa (CNSA). Os pré-requisitos para cada agência podem variar, por isso é preciso consultá-las para maiores informações.

O primeiro brasileiro a se tornar um astronauta e viajar para o espaço foi o atual Ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações do País, Marcos Pontes. 

Apesar da carreira de astronauta ser civil, o ministro possui uma formação militar, em Tecnologia Aeronáutica pela Academia da Força Aérea (AFA) e Engenharia Aeronáutica pelo Instituto de Tecnologia Aeronáutica (ITA). Em 1998, ele ingressou no curso da NASA.

O curso possui duração de dois anos e possui conteúdos com ciências básicas, tecnologia e sistemas de ônibus espacial, além de técnicas de sobrevivência e procedimentos de emergência.  

Após a formação, o astronauta deve fazer um treinamento avançado por aproximadamente seis anos, para finalmente ser escalado para o primeiro voo espacial. As chances de um astronauta integrar uma missão espacial são bem altas, mas é importante ressaltar que isso pode levar tempo. O ministro Marcos Pontes, por exemplo, levou seis anos para participar de uma missão espacial.

Veja também: O que é preciso para se tornar comissário de bordo?

Mostrando cursos em Veja mais vagas

  • Mensalidades a partir de

    R$ 270,00
    Ver Bolsas

  • {course} {university}

    Mensalidades a partir de R$ 2400/mês

Veja mais cursos
banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54