Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
Ensino Básico

Saiba a importância da leitura na educação infantil

por Luiza Padovam Vieira em 08/12/20

Dragões, mágicos, terras escondidas, guerreiras e robôs. À princípio, as histórias que permeiam os livros infanto-juvenis podem parecer apenas diversão, entretanto, a leitura possui papel fundamental na educação infantil e na formação social do indivíduo. 

Duas crianças deitadas no chão de uma biblioteca lendo, mostrando a importância da leitura na educação infantil.

Além de contribuir para o processo de alfabetização e construção da linguagem, o ato de ler auxilia a criança a compreender o mundo que a cerca, colocando-a em contato com novas ideias e conhecimentos. 

+ UNICEF lança podcast educativo para ajudar crianças durante o isolamento social

Entenda a seguir a importância da leitura no desenvolvimento infantil e como introduzir o hábito em casa.

Os benefícios  da leitura para as crianças

Desde a primeira infância, o simples contato com diferentes texturas, formas, sons e estímulos contido nos livros pode ajudar no desenvolvimento psicomotor e cognitivo da criança.

A própria Base Nacional Comum Curricular, explica sobre a importância da leitura na educação e na formação do indivíduo pois “as experiências com a literatura infantil, propostas pelo educador, mediador entre os textos e as crianças, contribuem para o desenvolvimento do gosto pela leitura, do estímulo à imaginação e da ampliação do conhecimento de mundo.

Dentre os diversos benefícios e objetivos da leitura, estão:

Auxiliar na alfabetização e letramento

A leitura na educação infantil está muito ligada ao processo de alfabetização e de letramento. Isso porque a interação com a escrita e as imagens possibilita a criança  estabelecer associações e relações entre as letras e símbolos. 

Ao longo dos anos, a leitura também corrobora para a ampliação do vocabulário da criança, capacitando-a a entender e utilizar as palavras nos contextos adequados.

Criar laços e afeto

Os livros, quando lidos em conjunto, possuem a capacidade de promover o afeto entre orador e ouvinte, criando laços essenciais para um desenvolvimento socioemocional saudável. 

Além disso, através das diferentes narrativas e personagens, os livros ajudam a criança a identificar e experienciar diferentes sensações, como medo, compaixão, empatia, raiva e alegria. Esse processo será fundamental para que ela compreenda os seus próprios sentimentos e construa a sua própria identidade. 

Proporcionar diversão e lazer

Em uma geração tão exposta aos aparelhos eletrônicos e à tecnologia, os livros acabam sendo, muitas vezes, esquecidos. Entretanto, a leitura pode ser uma ótima forma de diversão, estimulando a imaginação das crianças. 

Desenvolver o pensamento crítico

Ao ler sobre diferentes temas e assuntos, e se deparar com novas ideias e conceitos, a criança passa a questionar o mundo ao seu redor, desenvolvendo um senso crítico mais apurado. Tal habilidade é fundamental na formação do indivíduo, pois está relacionada à saber controlar os seus impulsos, respeitar as diferentes opiniões, argumentar e ter uma participação ativa na sociedade. 


+ 5 brincadeiras lúdicas que ajudam no desenvolvimento infantil

Como incentivar a leitura na educação infantil?

O incentivo a leitura deve ocorrer em todos os ambientes que a criança frequenta, seja na escola, em casa, no parque ou em um shopping. Vale lembrar que a leitura não se dá apenas por meio de livros, sendo assim, familiares e professores podem - e devem - estimular o hábito de ler através de diferentes fontes, como placas, sinais, histórias em quadrinhos, memes, vídeos e revistas. 

Um dos principais fatores que desestimulam as crianças a ler, é a imposição e a obrigatoriedade. Torne o hábito da leitura um momento agradável, através de histórias que estejam adequadas à idade da criança e que sejam relacionadas ao seus interesses. 

Abaixo, separamos outras dicas que podem ajudar a incentivar a leitura. Confira:

  • Deixe livros, revistas e gibis espalhados em lugares estratégicos, seja na sala de aula ou em casa. Dessa forma, o interesse pela leitura acontecerá de maneira natural;

  • Proporcione momentos de leitura em família. Essa atitude passará a mensagem de que, além de ser divertido, é uma oportunidade de ficar perto de quem a gente gosta;

  • A leitura é um momento lúdico. Ao ler, estimule a imaginação da criança interpretando os personagens, mudando o tom de voz conforme a sensação transmitida e fazendo o uso de onomatopeias. Essas estratégias tornarão o mundo dos livros ainda mais divertido;

  • Permita que a criança, principalmente na primeira infância, explore os livros, manuseando-os e folhando-os livremente;

  • As crianças aprendem através da observação, replicando o comportamento de familiares e amigos. Por isso, seja exemplo e incorpore a leitura na rotina da casa.

Muitas famílias acreditam que a criança que ainda não sabe ler não se interessa por livros e, portanto, não necessita ter contato com eles. Entretanto, não é bem assim. Desde pequenos os bebês já demonstram interesse pelas cores, figuras e formas e, com o passar do tempo, vão identificando-as, dando significados a elas.


Além disso, a leitura também pode ser estimulada através da contação de histórias, despertando a curiosidade e o prazer dos pequenos.

Como podemos ver, a leitura possui papel fundamental na educação infantil, sendo ferramenta indispensável para o aprimoramento de habilidades linguísticas e comunicativas, e também para o desenvolvimento da inteligência emocional. 

A longo prazo, essas habilidades podem contribuir para um maior sucesso acadêmico, profissional e pessoal da criança. Vale lembrar, porém, que não basta apenas disponibilizar uma série de livros para a criança ler, o hábito da leitura deve ser acompanhado e incentivado tanto pela escola, quanto pela família.

Leia também:
+ Parceria escola e família: entenda como ela interfere no desenvolvimento infantil


O que você achou deste artigo?

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2021 CNPJ: 10.542.212/0001-54