logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

Ensino Básico

Semana de Arte Moderna: como a arte ajuda as crianças

por Yuri Marques em 18/02/22


Esse mês é comemorado o centenário da Semana de Arte Moderna, evento importantíssimo que mudou as diretrizes da arte no Brasil. Para comemorar a data, a Revista Quero criou esse artigo sobre como a arte ajuda no desenvolvimento infantil. 

+ Encontre bolsas de estudo de até 80% no ensino básico

No dia 13 de fevereiro de 1922 artistas brasileiros se reuniram para debater, durante uma semana, sobre qual seria o destino da arte no país. Esse encontro, que ocorreu no Theatro Municipal de São Paulo, contou com artistas de todos os campos, como escritores, pintores, músicos, escultores e por aí vai. 

Semana da Arte Moderna: o que foi?
Influenciados pelas vanguardas europeias, os artistas que participaram da semana, tinham como objetivo trazer uma nova visão de arte com uma estética inovadora. Grandes nomes como Oswald de Andrade, Mário de Andrade e Anita Malfatti participaram do movimento.

Além disso, eles também queriam uma renovação social e artística no Brasil. Para isso, eles propuseram um rompimento com a arte acadêmica e trazendo uma arte que fosse mais a “cara do Brasil”. O evento acabou influenciando o surgimento do Movimento Modernista brasileiro. 

Entretanto, houve uma grande crítica às exposições que ocorreram na Semana da Arte Moderna. A maioria dos espectadores não estavam entendendo a nova proposta. Monteiro Lobato, por exemplo, foi um dos que criticaram o movimento. 

Características da semana da arte moderna:

 O cenário brasileiro estava sofrendo diversas mudanças com o fim da 1ª Guerra Mundial. Além disso, em 1922, comemorou-se 100 anos da independência do Brasil. Com isso, os artistas da época se sentiram motivados a trazer mudanças no campo cultural. 

Veja a seguir algumas das características dessa Semana que foi considerada como o marco inicial do Modernismo:

  • Ausência de formalismo;

  • Rejeição ao parnasiano (movimento  artístico oficial do Brasil na época);

  • Quebra com academicismo e tradicionalismo;

  • Influência do futurismo, cubismo, dadaísmo, surrealismo, expressionismo (vanguardas europeias);

  • Liberdade de expressão;

  • Valorização da cultura e identidade brasileira;

  • Abordagem de temas nacionalistas e cotidianos;

  • Utilização de uma linguagem mais coloquial.

A importância da arte para as crianças:

Incentivar as crianças a praticarem atividades artísticas ajuda no desenvolvimento intelectual delas. Além disso, a expressão artística faz com que seja estimulada a criatividade e a imaginação. 

Realizar atividades artísticas na infância reflete no adulto que ela será no futuro. Isso se dá porque a arte auxilia no autoconhecimento e na inteligência emocional das crianças. Assim, no futuro, elas se tornarão adultos mais conscientes sobre si mesmos, o que é essencial para uma vida em sociedade. 

Leia também:
Autocuidado para crianças: como ensinar ao seu filho? 
+ Metodologia de ensino: qual é a ideal para meu filho

Portanto, é necessário estimular as crianças a usarem a arte tanto dentro quanto fora das salas de aula. Segundo a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), ensinar artes para as crianças ajuda  na expressividade, promovendo nas crianças um olhar perceptivo e sensível. Assim, a arte é uma forma das crianças expressarem as suas emoções. 

A infância é uma fase em que elas estão mais curiosas, querendo tocar, cheirar, e sentir o paladar das coisas. Por isso, investir em atividades que envolvam os cinco sentidos é uma ótima aposta para que crianças nessa idade se desenvolvam cognitiva e emocionalmente.

Dicas de atividades:

Não importa qual seja a manifestação artística, o importante é que seja oferecido às crianças opções de atividades. Por isso, separamos algumas dicas que as crianças podem fazer:

  • Música: como aulas de canto ou de instrumentos (auxiliam na coordenação motora);

  • Literatura: livros infantis ajudam as crianças a desenvolverem a interpretação;

  • Desenho: auxilia no desenvolvimento da criatividade das crianças;

  • Teatro: além de ajudar fazendo com que elas percam a vergonha e se tornem mais comunicativas, também ajuda a se colocarem no lugar do outro. 

    Além disso, uma outra dica é investir em 
    brincadeiras lúdicas. Afinal, aprender brincando é uma das formas que auxilia no desenvolvimento infantil. Dessa forma, atividades como jogar bolinha de gude, criar massinha de modelar e acampamento na sala de casa, são ótimas opções para garantir que as crianças se expressem. 

Sobre o autor
author
Yuri Marques

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54