logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Vestibular e Enem

Descubra se é mais fácil entrar na USP pela Fuvest ou pelo Enem

por Mathias Sallit em 07/09/21

Muitos vestibulandos pesquisam se é mais fácil entrar na USP pela Fuvest ou pelo Enem. A Universidade de São Paulo (USP) é uma das maiores instituições de Ensino Superior do Brasil e da América Latina, e tem um dos vestibulares mais concorridos do país.

Baixe agora: Plano de estudo gratuito para o Enem
Encontre bolsas de estudo de até 80% para graduação

Estudante se perguntando se é mais fácil entrar na USP pela Fuvest ou pelo Enem
Saiba se é mais fácil entrar na USP pela Fuvest ou pelo Enem e Sisu (Foto: Jornal da USP/Reprodução)

Todo ano, milhares de estudantes se inscrevem na Fuvest para tentar uma das tão cobiçadas vagas na USP. Enquanto isso, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tem anualmente milhões de candidatos é a maior forma de ingresso para faculdades no Brasil, e uma das maiores do mundo.

Para ingressar na USP, estudantes precisam se dedicar ao longo do ano e entender quais são as melhores opções. Agora, a Revista Quero te ajuda a se preparar para entrar na USP pela Fuvest ou pelo Enem.

Fuvest 2022: confira o resultado oficial do vestibular

Como entrar na USP?

Existem duas principais formas de entrar na USP. A primeira é a mais tradicional delas: a Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular). A fundação foi criada há mais de quatro décadas, em 1976, com o objetivo de organizar o processo seletivo para estudantes que querem ingressar na USP. Hoje em dia, é um dos vestibulares mais concorridos do Brasil.

A segunda maneira é mais recente, mas também ajuda alunos a entrarem na USP. O Sisu (Sistema de Seleção Unificada) foi criado pelo governo federal em 2010 e se tornou a principal forma de ingresso em universidades públicas do país. O Sisu marcou uma mudança no processo seletivo da USP que não acontecia desde a criação da Fuvest, a quatro décadas.

(Foto: George Campos/USP Imagens/Reprodução)
relógio da praça da usp em são paulo
USP é uma das faculdades mais desejadas pelos vestibulandos do Brasil

Em 2015, a universidade autorizou, de forma experimental, a seleção de ingressantes para seus em 2016. Desde então, todo ano a USP reserva vagas destinadas a estudantes entrarem via Sisu, e o processo seletivo se tornou uma das formas de ingresso na instituição.

Como entrar na USP pela Fuvest?

Entrar na USP pela Fuvest é um dos objetivos de milhares de brasileiros. Todo ano, o vestibular conta com mais de 100 mil inscritos espalhados pelo Brasil inteiro. Por isso, a seleção pode ser considerada como uma das mais difíceis e concorridas. Além da complexidade da prova, a concorrência costuma ser alta em boa parte dos cursos.

A Fuvest acontece uma vez por ano e seleciona mais 8 mil estudantes por ano. Por exemplo, estão abertas 8.211 vagas para o processo da Fuvest 2022. Por isso, é a principal forma de ingresso da USP e que mais conta com vagas abertas.

Confira o calendário completo da Fuvest 2022

A seleção é dividida em duas fases. Na primeira prova, os estudantes precisam responder a 90 questões objetivas das disciplinas básicas da grade curricular do Ensino Médio do Brasil. Caso tirem uma pontuação acima da nota de corte do curso selecionado, os candidatos são convocados para a segunda fase.

Na segunda fase, os vestibulandos farão dois dias de prova. No primeiro, vão responder a 10 questões dissertativas de português e escrever uma redação. No segunda dia, serão 12 perguntas de áreas específicas, com as disciplinas sendo de acordo com a prova específica.

Leia também:
Veja quais foram as notas de corte para a 2ª fase da Fuvest 2021
Saiba quais são os cursos menos concorridos da USP

Mostrando cursos em Veja mais vagas

  • Mensalidades a partir de

    R$ 270,00
    Ver Bolsas

  • {course} {university}

    Mensalidades a partir de R$ 2400/mês

Veja mais cursos

Como entrar na USP pelo Enem?

Entrar na USP usando a nota do Enem ainda é uma forma de ingresso recente da instituição. Mesmo assim, já atrai muita gente e milhares de estudantes se tornam alunos da USP a cada ano por causa do exame, que é a maior forma de ingresso de brasileiros no Ensino Superior.

Para ingressar na USP pelo Enem, é preciso ter feito a prova do ano anterior. Quem fizer o Enem 2021 poderá entrar na USP em 2022, por exemplo. Para isso, é preciso se inscrever no Sisu do ano de ingresso (no caso do exemplo, o Sisu 2022).

entrar na USP pelo Enem sisu estudantes fazendo matrícula
Estudantes podem entrar na USP pelo Sisu usando a nota do Enem (Foto: Cecília Bastos/USP Imagens/Reprodução)

Para a ingressantes no primeiro semestre de 2022, a USP reservou 2.936 vagas de graduação. A diferença importante aqui é que apenas 616 vagas são para a ampla concorrência. As outras vagas são destinadas para estudantes de escola pública e alunos candidatos pretos, pardos e indígenas (PPI).

Saiba mais:
Como usar a nota do Enem na USP?
Veja onde ficam os 8 campi da USP e saiba mais sobre cada um deles

É mais fácil entrar na USP pelo Enem ou pela Fuvest?

Saber se é mais fácil entrar na USP pelo Enem ou pela Fuvest depende de alguns critérios e do curso que você pretende fazer. A USP reservar mais vagas para o seu vestibular próprio não quer dizer que seja mais fácil ingressar pela Fuvest.

Mas também não é porque o Sisu não tem duas fases de seleção que será mais fácil entrar na USP pela nota do Enem. Por isso, é preciso fazer uma pesquisa com calma antes de decidir qual prova fazer.

O cenário ideal é se inscrever tanto na Fuvest como no Enem, já que as chances de sucesso aumentam. Além disso, o Enem também dá espaço para entrar em outras universidades, públicas e particulares, do país inteiro.

Mas as duas provas são longas. Pode ser difícil para os estudantes se dedicarem nos estudos para ambas, que são exames com propostas diferentes. Além de exigirem uma maratona de estudos, há também o fator custo, já que o Enem e a Fuvest contam com taxas de inscrição.

Por isso, é preciso considerar alguns pontos para tomar essa decisão. Veja o que você deve fazer para saber se é mais fácil ingressar na USP pelo Sisu ou pela Fuvest:

  • Busque o curso que pretende fazer na Tabela Geral de Vagas da USP;
  • Na tabela, haverá a divisão de vagas entre Fuvest e Sisu feitas pela USP. O total de vagas não quer dizer muita coisa, já que existe a divisão de vagas destinadas à ampla concorrência, estudantes de escolas públicas e candidatos PPI;
  • Por isso, é preciso considerar principalmente em qual modalidade você se encaixa e buscar no curso;
  • Outro ponto importante é checar as notas de corte da Fuvest e do Sisu e comparar a dificuldade de tirar a pontuação na prova da USP ou do Sisu.

Como as vagas de ampla concorrência estão em sua maioria no vestibular próprio, costuma ser mais provável que um candidato de ampla concorrência entre na USP pela Fuvest. Para estudantes que se encaixam na Lei de Cotas, a disponibilidade de vagas no Sisu é maior. Mesmo assim, é preciso comparar a oferta de vagas do Sisu com a disponibilidade da Fuvest.

Saiba mais: Como funciona a Lei de Cotas Raciais em universidades brasileiras?

Ao consultar a tabela de vagas, é importante também ficar atento ao local de oferta do curso, já que a USP tem campi espalhados por todo o estado de São Paulo e tem oferta repetida de cursos.

Exemplos:

Vamos supor que um estudante pretenda ingressar na Faculdade de Direito da USP na cidade de São Paulo em 2022. Veja na tabela abaixo como as vagas foram distribuídas pela USP:

Processo seletivo Ampla Concorrência Escola Pública PPI
Fuvest 2022 229 90 2
Sisu 2022 0 53 86
Total de vagas 229 143 88

Fonte: Tabela geral de vagas USP 2022.

Caso o candidato esteja na ampla concorrência, a única forma de entrar é pela Fuvest, onde ele conta com 229 vagas. Mas se ele é estudante de escola pública ou candidato PPI, é preciso considerar o Sisu.

Para alunos do sistema público, haverá 90 vagas disponíveis na Fuvest 2022 e 53 vagas no Sisu 2022. Por isso, há mais oferta pelo vestibular tradicional. Já para o candidato PPI, a Fuvest disponibiliza apenas duas vagas para Direito.

Então, o Sisu concentra a maioria das vagas para candidatos com esse perfil socioeconômico. São 86 vagas destinadas à PPI para a Faculdade de Direito, o que torna o Enem a melhor forma de ingresso na USP para esse caso.

Notas de corte:

Outro fator muito importante a se levar em conta são as notas de corte da Fuvest e do Sisu. Existe a possibilidade de uma nota de corte ser muito alta na Fuvest, o que torna a classificação de um candidato para a segunda fase mais difícil.

Por isso, mesmo que a quantidade de vagas diga que é melhor entrar na USP pelo Enem ou pela Fuvest, é importante fazer uma pesquisa das pontuações mínimas para checar se há alguma que seja mais acessível que a outra.

Veja mais:
+ Notas de corte do Sisu na USP nos últimos anos
Veja as notas de corte da Fuvest de cada curso da USP nos vestibulares passados

Simulador de notas de corte do Enem

Plano de estudos para o Enem

As datas dos principais vestibulares do Brasil estão se aproximando. O Enem 2021 está programado para acontecer nos dias 21 e 28 de novembro. A primeira fase da Fuvest 2022 deve ser aplicada no dia 12 de dezembro. Assim, o tempo de estudo vai ficando mais curto e o gás final se torna mais importante.

Para ajudar na dedicação dessa reta final, o Quero Bolsa fez, em parceria com o cursinho Se Liga, o Plano de Estudo Enem Corridão. Ele é um cronograma e estudos de 16 semanas com tudo o que é importante e você precisa saber e revisar até o Enem!

O plano é grátis e pode ser ideal para você organizar os estudos durante a semana nos próximos meses. Com ele, a chance de deixar a sua rotina mais favorável à aprovação no vestibular é maior.

Baixar plano de estudos grátis

Clique no botão acima para baixar gratuitamente o Enem Corridão e se prepare para os vestibulares do ano.

Leia também:
100 coisas que você deve saber a 100 dias do Enem
O guia completo para escrever uma boa redação do Enem

E então, é mais fácil entrar na USP pela Fuvest ou pelo Enem no curso que você pretende fazer? Conte para a gente nos comentários abaixo!

Mostrando cursos em Veja mais vagas

  • Mensalidades a partir de

    R$ 270,00
    Ver Bolsas

  • {course} {university}

    Mensalidades a partir de R$ 2400/mês

Veja mais cursos

Tags relacionadas:

banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54