Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Biologia

Câncer

Jéssica Maciel
Publicado por Jéssica Maciel
Última atualização: 15/10/2018

Introdução

Câncer é a denominação dada a um vasto número de doenças que têm como principal característica o crescimento desordenado de células. As células saudáveis seguem um ciclo reprodutivo bem determinado, se renovando e morrendo a depender das necessidades do organismo. Quando, em meio a esse ciclo, a taxa de mitose aumenta descontroladamente, ocorre o câncer.
 
 
Por conta da alta velocidade que essas células se dividem, elas tendem a ser extremamente agressivas e desordenadas. Elas determinam a formação de tumores malignos (ou neoplasias malignas), e podem adentrar na corrente sanguínea se espalhando por todo o corpo, em um processo denominado metástase.

Existem, também, os tumores benignos, caracterizados por serem um aglomerado de células que se multiplicam lentamente e são bastante semelhantes ao tecido original, não constituindo graves riscos à saúde do indivíduo.
 
 
A quantidade de tipos de câncer existentes é bastante vasta, pois o tumor pode se desenvolver em qualquer tecido do corpo humano e comprometer qualquer órgão. Sendo assim, a determinação do tipo do câncer vai depender do tipo de célula em que ele se instalou.
 
 A velocidade de multiplicação do câncer também é uma característica capaz de diferenciar os tipos de câncer, bem como a capacidade de o tumor invadir, ou não, tecidos e órgãos, vizinhos e distantes.

Causas

Como as principais causas do câncer são as alterações no DNA celular e a sua consequente interferência no ciclo de crescimento e reprodução da célula, diversos fatores podem ser responsáveis pelo surgimento da doença. Os motivos mais associados ao surgimento do câncer são:

  • A predisposição genética;
  • O consumo de cigarros;
  • A ingestão de tóxicos;
  • A exposição à radiação solar;
  • As infecções virais.

Sintomas

O câncer é uma doença que apresenta, genericamente, sintomas comuns a outras doenças, como perda de peso, cansaço, fadiga e dores persistentes em algum local do corpo. No entanto, o diagnóstico correto só será dado a partir de uma série de exames que auxiliam na verificação da ocorrência do câncer.
 

O mais comum é que o diagnóstico só seja efetivo quando surgem sintomas bastante específicos. Esses sintomas podem surgir inesperadamente, sem nenhuma explicação aparente, e, até mesmo, como consequência de algum quadro que não foi devidamente tratado no passado - por exemplo, quando uma úlcera gástrica evolui para câncer de estômago.

Tratamento

As formas de tratamento do câncer são bastante diversas e vão depender da indicação do médico que avaliará diversos fatores, como o tipo de câncer, o estágio em que se encontra a doença e a idade do paciente. Dentre as opções, o médico poderá optar por cirurgia, radioterapia, quimioterapia, imunoterapia, hormonioterapia ou transplante de medula óssea.

Cirurgia

A intervenção cirúrgica é utilizada para a retirada do tumor, de parte dele, e, até mesmo, de outros tecidos que correm o risco de serem afetados pela doença. É mais comumente indicado para câncer de cólon, mama e da boca.

Radioterapia

A radioterapia é um tratamento baseado na exposição do tumor a radiação ionizante que auxilia a diminuir o tamanho dele. Embora durante o tratamento o paciente não sinta nada, as sessões de radioterapia costumam causar efeitos colaterais, como vômitos, vermelhidão na pele e diarreias, que desaparecem em alguns dias.

Quimioterapia

A quimioterapia consiste na ingestão de um coquetel de medicamentos administrados em hospitais e em centros de tratamento. Esse tratamento pode ser constituído por apenas um medicamento ou pela combinação de determinados medicamentos, os quais podem se apresentar na forma injetável ou em comprimidos.

Os efeitos colaterais da quimioterapia são mais severos do que os de tratamentos como a radioterapia: queda de cabelo, náuseas, vômitos, feridas na boca, alterações na fertilidade, anemia. Embora raro, a longo prazo o paciente que está em tratamento quimioterápico pode apresentar quadros de leucemia.

Imunoterapia

A imunoterapia é um tratamento baseado em medicamentos capazes de fazer com que o próprio organismo seja capaz de reconhecer células cancerígenas e de combatê-las com maior eficácia. Costumam ser injetáveis e atuar em todo o organismo. Seus principais efeitos colaterais são reações alérgicas, febres, vômitos, dores de cabeça e dores musculares.

Hormonioterapia

A hormonioterapia é o tratamento no qual o paciente ingerecomprimidos que combatem hormônios relacionados ao crescimento do tumor. Tem como efeitos colaterais a impotência sexual, alterações no ciclo menstrual, náuseas, dores de cabeça, vômitos, sensibilidade nas mamas e infertilidade.

Transplante de medula óssea

O transplante de medula óssea é utilizado como tratamento em casos nos quais o câncer se encontra nas células do sangue, como é o caso da leucemia. O objetivo dessa forma de tratamento é substituir a medula óssea doente por células saudáveis de medula.

Para que  transplante se concretize, é necessário que o paciente passe por tratamento quimio ou radioterápico antes de receber a medula compatível. Esses tratamento pode apresentar como efeitos colaterais, como anemia, infecções e a rejeição da medula pelo organismo.


Exercícios

Exercício 1
(UEMA/2014)

Câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que se caracterizam pelo crescimento desordenado de células que invadem os tecidos e os órgãos, podendo espalhar-se (metástase) para outras regiões do corpo. Dividindo-se rapidamente estas células tendem a ser muito agressivas e incontroláveis, determinando a formação de tumores malignos. Por outro lado, um tumor benigno significa simplesmente uma massa localizada de células que se multiplicam vagarosamente e se assemelha ao seu tecido original, raramente constituindo um risco de vida. (INCA - Instituto Nacional de Câncer. Acesso em 12 jul. 2013).

Veja as células no esquema abaixo:

Independentemente da velocidade de multiplicação das células e da capacidade de invadir tecidos e órgãos vizinhos ou distantes, o câncer ocorre devido a sucessivas(os)

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...