Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Biologia

Ciclo do Carbono

Jéssica Maciel
Publicado por Jéssica Maciel
Última atualização: 20/4/2019

Introdução

O carbono é, sem dúvidas, um dos principais elementos químicos responsáveis pela vida, uma vez que é indispensável para a existência dela. É um elemento que está presente em todos os seres vivos, além de ser um dos responsáveis pela fotossíntese. Assim, pode-se verificar que, sem o carbono, os alimentos produtores, primeiros na cadeia alimentar, não existiriam. O carbono também auxilia na manutenção da temperatura terrestre a partir do efeito estufa. 

ciclo do carbono se inicia nas plantas e em outros organismos autótrofos: a partir do momento que eles absorvem o gás carbono na atmosfera, passam a utilizá-lo para fazer a fotossíntese. Neste processo, ocorre a devolução do carbono ao meio ambiente na mesma velocidade em que os produtores o sintetizam, já que a devolução do carbono acontece continuamente na respiração desses seres.

Etapas

Por abranger todas as áreas que mantêm a vida em movimento, o ciclo do carbono se mostra bastante complexo, assim, se subdivide em ciclo biológico e ciclo geológico

Ciclo biológico do carbono

Através dos organismos autótrofos, o carbono tem acesso a todas as cadeias alimentares aquáticas e terrestres, já que grande maioria dos autótrofos são fotossintetizadores, como as algas e as plantas, além dos seres quimiossintetizantes. 

Os organismos autótrofos captam o dióxido de carbono do ar, ou mesmo os íons bicarbonato da água, e conseguem utilizá-lo para fazer compostos orgânicos, como a glicose. Já os heterótrofos, ou consumidores, como os seres humanos, são consumidores de moléculas orgânicas, e, assim, o carbono orgânico tem acesso às cadeias e às teias alimentares. 

Para voltar para o oceano ou para a atmosfera é necessário que aconteça um processo denominado respiração celular, no qual os organismos heterótrofos e autótrofos liberam energia armazenada nas moléculas que contêm carbono, como os açúcares. Neste processo, os carbonos da molécula são liberados como dióxido de carbono. Outros organismos que liberam dióxido de carbono são os decompositores, que o liberam no processo de decomposição de organismos mortos e de outros produtos residuais. 

O ciclo geológico do carbono

O ciclo geológico do carbono, por sua, vez, é muito mais demorado do que o ciclo biológico. Normalmente, o carbono demora milhões de anos para completar o ciclo via ciclo geológico.

O carbono costuma ser armazenado por longos períodos de tempo na atmosfera, podendo ser armazenado em corpos de água líquida, nos sedimentos do oceano, em rochas, em combustíveis fósseis e no interior da Terra. O maior reservatório de carbono da Terra é a rocha calcária que se forma a partir da deposição de restos de organismos que morreram. 


Já em terra o carbono é armazenado como carbono orgânico que se origina na decomposição dos organismos vivos ou mesmo como carbono inorgânico originado na erosão de minerais terrestres e de rochas. Em regiões profundas do subsolo existem óleos, carvão e gás natural derivados dos restos de plantas que passaram pela decomposição em condições anaeróbicas. 

Uma maneira natural do carbono entrar na atmosfera é a partir da erupção de vulcões. Com as erupções os sedimentos que estão no interior dos vulcões, que são ricos em dióxido de carbono, podem alcançar a atmosfera. Já uma forma não natural do carbono retornar a atmosfera é pela queima dos combustíveis fósseis.

Como o homem interfere no ciclo do carbono?

Desde que se iniciou a revolução industrial, o uso de petróleo, do carvão, do gás natural e das queimadas para produzir energia e, assim, sustentar o capitalismo, tornou-se mandatório. Por isso, a humanidade passou a retirar os combustíveis fósseis da litosfera, trazendo à atmosfera um aumento dos níveis de carbono. 

desmatamento causado pelo homem também é um fator bastante relevante no que diz respeito à redução da vegetação e, consequentemente, ao aumento dos níveis de carbono da atmosfera. 

Aquecimento global

Os altos níveis de gás carbônico na atmosfera têm aumentado exponencialmente nos últimos anos. Um dos mais claros danos desse aumento é a elevação da temperatura da Terra, que ocorre porque essa quantidade exacerbada de carbono modifica as camadas gasosas atmosféricas e, assim, aumenta o efeito estufa, causando o chamado aquecimento global. 

A queima de combustíveis nas fábricas é uma das principais formas de aumentar os níveis de carbono na atmosfera.

Referências

Pinto Coelho, R.M., 2000. Fundamentos da ecologia. Ed. Artmed.


Exercícios

Exercício 1
(ENEM/2009)

O ciclo biogeoquímico do carbono compreende diversos compartimentos, entre os quais a Terra, a atmosfera e os oceanos, e diversos processos que permitem a transferência de compostos entre esses reservatórios. Os estoques de carbono armazenados na forma de recursos não renováveis, por exemplo, o petróleo, são limitados, sendo de grande relevância que se perceba a importância da substituição de combustíveis fósseis por combustíveis de fontes renováveis.

A utilização de combustíveis fósseis interfere no ciclo do carbono, pois provoca:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...