Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
História Geral

Guerra de Troia

Gabriela Botelho
Publicado por Gabriela Botelho
Última atualização: 20/9/2019

Introdução

A Guerra de Troia foi um conflito travado entre gregos e troianos em meados de 1250 a.C. (Idade do Bronze) na cidade de Troia, que se localizava em um território correspondente a parte da atual Turquia.

Essa guerra durou aproximadamente 10 anos e foi narrada nos poemas épicos Ilíada, que narra o conflito em si, e Odisseia, que narra o retorno de Odisseu (Ulisses) à sua terra natal (Ilha de Ítaca). Tais obras épicas são atribuídas ao poeta grego Homero

Contexto histórico

A Guerra de Troia ocorreu durante o Período Pré-Homérico (XX - XII a.C.) da Grécia Antiga. Durante o período que se sucede, o Período Homérico (XII - VIII a.C.), um poeta chamado Homero (o nome do período é dado em sua homenagem) escreveu os poemas épicos Ilíada e Odisseia. Suas obras são de extrema importância para o entendimento do pensamento grego da época. 

Causa mitológica da Guerra

Segundo a mitologia grega, todos os deuses foram convidados ao casamento de Tétis e Peleu, exceto Éris (deusa da discórdia). Éris, ressentida, deixou um pomo de ouro com a seguinte inscrição: “à mais bela”. Então, Hera, Afrodite e Atena competiram pelo pomo a fim de decidir quem era a mais bela.

Zeus não quis decidir quem era a mais bela, então ele deu essa responsabilidade a Páris, príncipe de Troia. Para que ganhassem o título de mais bela, as deusas Hera, Afrodite e Atena ofereceram, respectivamente, riqueza e poder; o amor da mulher mortal mais bela do mundo; e poder na batalha e sabedoria.

O príncipe troiano deu o pomo a Afrodite, escolhendo, portanto, o amor da mulher mortal mais bela do mundo - que era Helena, filha de Zeus e Leda e esposa de Menelau, rei de Esparta.

Páris foi a Esparta em uma missão diplomática e lá encontrou Helena. Ele se apaixonou por ela e a sequestrou, levando-a para Troia, deixando Menelau enfurecido. Então, Agamenon assumiu o comando do exército para atacar Troia. O exército era constituído pelo famoso estrategista Odisseu (Ulisses) e por diversos guerreiros, como Aquiles (filho de Tétis e Peleu) e Ajax.

Dessa forma, segundo a mitologia grega, a causa do conflito foi o rapto de Helena por Páris.

A Guerra 

Estima-se que o conflito tenha durado 10 anos. Agamenon, irmão de Menelau, rei de Micenas, assumiu o comando do exército de mil navios e, pelo Mar Egeu, chegou a Troia. O conflito perdurou, pois Troia era protegida por grandes muralhas, às quais os gregos não conseguiam transpor. 

Durante a guerra, muitas pessoas morreram. As mortes mais notáveis foram a de Heitor e a de Aquiles. Heitor matou o primo de Aquiles, Pátroclo, e, para vingar o seu primo, Aquiles matou Heitor. Aquiles então é morto por Páris, que atinge o seu calcanhar, seu único ponto vulnerável.

Os gregos venceram a Guerra de Troia graças a uma estratégia criada por Odisseu. A estratégia consistia em fingir desistir do conflito e entregar um presente aos troianos. Esse presente era um cavalo de madeira oco, o cavalo de Troia, repleto de soldados gregos dentro, inclusive Odisseu.

Representação do Cavalo de Troia em um vaso de Corinto.

Durante a noite, enquanto todos estavam dormindo, os soldados saíram do cavalo e abriram os portões de Troia para que o restante dos combatentes gregos entrassem. Os gregos incendiaram e destruíram Troia, matando a maioria de seus habitantes. Por fim, Menelau recuperou Helena.

Guerra de Troia: mito ou História? 

Muito já se discutiu sobre o assunto entre os estudiosos da área, no entanto, não há consenso. Alguns creem que a Guerra de Troia foi um evento histórico, outros, acreditam que se trata apenas de uma lenda da mitologia grega.

Estudos mais recentes descobriram que houve um conflito entre gregos e os povos que habitavam a região correspondente a Troia. Porém, essa descoberta não é suficiente para confirmar que a Guerra de Troia, de fato, ocorreu.

Os estudiosos que acreditam que a Guerra de Troia existiu afirmam que a causa não foi o rapto de Helena, mas sim a disputa pelo domínio do estreito de Dardanelos (que ligava o Mar Egeu ao Mar Negro e era uma importante rota comercial na época). 

Assim, há uma explicação mitológica e uma explicação histórica para a Guerra de Troia, porém, não há consenso quanto à sua veracidade.


Exercícios

Exercício 1
(PUC-SP)

A Ilíada e a Odisséia são atribuídas a Homero e referem-se, respectivamente, à Guerra de Tróia e à volta de Ulisses à sua ilha, Ítaca, ao final dessa guerra. Sobre essas duas obras, pode-se afirmar que: 

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...