Info Icon Help Icon Como funciona Ajuda
Whatsapp Icon 0800 123 2222
Envie mensagem ou ligue
História Geral

Judaísmo

Otávio Spinace
Publicado por Otávio Spinace
Última atualização: 12/9/2018

Introdução

O judaísmo é a mais antiga religião monoteísta do mundo, e ainda hoje uma das mais importantes, ao lado do cristianismo e do islamismo. Tem sua origem na Antiguidade com o povo hebreu. Apesar de ser a mais antiga das religiões monoteístas, é a que possui menos fiéis dentre as três, principalmente em razão de seu caráter não missionário, ou seja, que não tem como objetivo a conversão de pessoas, se difundindo principalmente em caráter familiar. Atualmente a maior concentração de praticantes do judaísmo se encontra no Estado de Israel, criado oficialmente em 1948, após a Segunda Guerra Mundial.

Origem e história

A história do judaísmo está relacionada com a história dos hebreus - posteriormente também chamados de judeus -, um povo que teve sua origem na região da Mesopotâmia, na costa oriental do Mar Mediterrâneo. Os primeiros registros do povo hebreu são de aproximadamente 2000 a.C., vivendo próximos à cidade de Ur, em clãs familiares. Por volta de 1800 a.C., Abraão, considerado o primeiro patriarca dos hebreus, conduziu o deslocamento desse povo pela região do crescente fértil em direção à Canaã, na Palestina.

Segundo a tradição judaica, Abraão teria recebido uma mensagem divina para que guiasse seu povo até a Terra Prometida. Nessa mensagem, Deus teria se revelado a Abraão como o Deus único, e o povo hebreu, que antes cultuava diversas entidades divinas, passou a praticar o monoteísmo.

Por volta de 1700 a.C., os hebreus foram acometidos por um grande período de fome, e migraram para o Egito. Lá, foram escravizados pelos faraós por mais de 400 anos, até serem libertos por Moisés, que os guiaria até a Terra Prometida. Durante o percurso, ainda segundo a tradição do judaísmo, Moisés recebeu de Deus as Tábuas da Lei, onde estavam os Dez Mandamentos. Os princípios que constavam nessas escrituras se constituíam em regras religiosas e morais que organizaram os princípios do judaísmo.

Entre as regras religiosas que passaram a orientar a cultura do povo judeu, podemos destacar o reconhecimento de um Deus único (Javé, como chamado pelos hebreus) e a proibição de usar seu nome de Deus em vão; já entre as regras morais estão a proibição de matar, furtar, e praticar adultério, por exemplo.

Durante algum tempo, os judeus se estabeleceram na Palestina, região do Oriente Médio, sob diferentes formas de organização. Desenvolveram o comércio e mantiveram contato com os demais povos que lá viviam. No entanto, durante esse período acabaram sob o domínio de diferentes povos, e durante o Império Romano perderam definitivamente seu território e se dispersaram. A expulsão dos hebreus pelos romanos da região da Palestina ficou conhecida como Diáspora.

Os costumes e a religião judaica sobreviveram ao longo dos séculos, ainda que o povo judeu não possuísse mais uma unidade territorial. Essa situação perdurou até o ano de 1948, quando foi criado o Estado de Israel, um país de maioria judia, após as perseguições e crimes cometidos contra os judeus na Segunda Guerra Mundial.

Embora o povo judeu tenha constituído um Estado em 1948, a região do Oriente Médio se tornou palco de muitos conflitos entre Israel e ao países vizinhos, de maioria muçulmana. Esses conflitos se dão principalmente em torno do controle territorial sobre a região.

Principais características e tradições do judaísmo

  • O judaísmo foi muito importante para a formação do cristianismo, no entanto, enquanto doutrinas religiosas, guardam muitas diferenças.
  • Ao contrário do cristianismo, o judaísmo não considera Jesus Cristo o messias. Dessa forma, o judaísmo também não seguem o calendário cristão.
  • O judaísmo é uma religião não missionária, ou seja, não procura converter as pessoas. Isso se deriva da crença antiga dos hebreus, que se consideram o povo escolhido por Deus.
  • Os judeus comemoram a Páscoa como a libertação do povo hebreu da escravidão no Egito.
  • O nome judaísmo deriva de Judá, uma das tribos do povo hebreu na Antiguidade.
  • O idioma oficial da liturgia do judaísmo é o hebraico, que também é o idioma oficial do Estado de Israel.
  • O principal livro sagrado do judaísmo é a Torá, composta pelos cinco primeiros livros da bíblia cristã (também chamados de pentateuco). A Torá narra a história do povo hebreu na Antiguidade, além de ser a base para os costumes e ritos da religião judaica.
  • O judaísmo tradicional é dividido em diversas ramificações, sendo as principais a ortodoxa, a conservadora, e a reformista.

Exercícios

Exercício 1
(ENEM/2008)

Existe uma regra religiosa, aceita pelos praticantes do judaísmo e do islamismo, que proíbe o consumo de carne de porco. Estabelecida na Antiguidade, quando os judeus viviam em regiões áridas, foi adotada, séculos depois, por árabes islamizados, que também eram povos do deserto.

Essa regra pode ser entendida como

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, shorts e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...