Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
História Geral

Nazismo

Gabriela Botelho
Publicado por Gabriela Botelho
Última atualização: 20/9/2019

Introdução

O nazismo, também chamado de Nacional-Socialismo, foi uma ideologia de extrema direita originada do fascismo. Esta ideologia esteve presente no Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães, mais conhecido como Partido Nazista, que permaneceu ativo até 1945, com o fim da Segunda Guerra Mundial

Contexto histórico

O nazismo surge na Alemanha no período entre a Primeira Guerra Mundial e a Segunda Guerra Mundial, também denominado períodoentreguerras.

Nesta época, a Alemanha encontrava-se em crise econômica devido às consequências da Primeira Guerra Mundial. O Tratado de Versalhes, que pôs fim ao conflito, considerou a Alemanha a maior culpada pela guerra, e exigiu deste país o pagamento deindenizações aos países vencedores.

Além disso, em 1929, ocorreu uma crise financeira nos Estados Unidos que ficou conhecida como Crise de 1929, cujos efeitos agravaram, ainda mais, a situação econômica alemã. A inflação e o número de desempregados do país, durante esse período, eram enormes.

A Alemanha também se encontrava em crise no cenário político, devido às consequências do final da Primeira Guerra Mundial e da abdicação do Imperador Guilherme II. Em 1919, foi instaurada a República de Weimar, um governo constituído por um parlamento federal, um presidente e um chanceler (primeiro-ministro) escolhido pelo presidente.

Características do nazismo

As principais características do nazismo são listadas a seguir:

  • Exaltação do líder: ou seja, exaltação de Hitler feita principalmente através da propaganda;
  • Partido único (unipartidarismo / monopartidarismo): isto é, apenas um partido era legal, o Partido Nazista;
  • Anticomunismo: a Revolução Russa havia acontecido recentemente, e o comunismo era considerado uma ameaça à ideologia nazista;
  • Militarismo / belicismo;
  • Nacionalismo exacerbado (ufanismo): que também ocorria por meio da propaganda, principalmente;
  • Superioridade racial: Hitler acreditava na existência de uma raça superior - a raça ariana - e utilizava explicações pseudocientíficas para justificar esse racismo, como o darwinismo social;
  • Teoria do Espaço Vital (Lebensraum): segundo a qual os alemães necessitavam de um grande território para sobreviver;
  • Ódio aos judeus (antissemitismo): Hitler manipulou as massas para que os judeus fossem os bodes expiatórios para todas as dificuldades que a Alemanha passava.

Ascensão

Em 1919, Hitler entra para o Partido dos Trabalhadores Alemães, que, em 1920, torna-se o Partido Nazista. Rapidamente, Hitler alcança posições de destaque no partido.

Em 1923, os nazistas tentam subir ao poder através de um golpe de Estado, o Putsch de Munique (ou Putsch da Cervejaria), porém, fracassam. Em decorrência disto, Adolf Hitler é preso. Na prisão, Hitler escreve o livro “Mein kampf” (“Minha luta”), no qual ele define os princípios da ideologia nazista.

Após esse acontecimento, o Partido Nazista entrou em declínio. Possuía cada vez menos representantes no poder e cada vez menos membros no partido.

A Alemanha se recupera da crise econômica por conta de investimentos feitos principalmente pelos Estados Unidos, atingindo seu equilíbrio. Entretanto, com a crise de 1929, o país entra em crise novamente, pois os Estados Unidos retiram os empréstimos.

Alguns grupos de pessoas, como os judeus, foram usados como bodes expiatórios para que a culpa de todas as dificuldades econômicas alemãs não fosse atribuída ao governo. Esta manipulação ocorria, principalmente, por meio de propagandas.

Essa estratégia possibilitou a ascensão do Partido Nazista, que ganha popularidade e chega ao poder através do presidente eleito, Hindenburg, que convida Hitler para ser chanceler (primeiro-ministro) da Alemanha, com o intuito de controlá-lo.

Em 1933, os nazistas incendeiam o Parlamento Alemão. Hitler acusa os comunistas de terem causado o incêndio, e, em decorrência disso, ele torna o Partido Comunista ilegal e a perseguição aos comunistas se torna mais intensa e violenta.

Ainda em 1933, Hitler determina a extinção dos demais partidos, exceto o Nazista. Desse modo, a Alemanha torna-se unipartidarista. Além disso, o governo cria um decreto que suprime as liberdades individuais garantidas pela Constituição e declara um estado de emergência, utilizando o incêndio como justificativa para tais decisões.

Nesse ano, também foi criada a Gestapo (Polícia Secreta do Estado), que fica sob a administração da S.S. (grupo paramilitar associado aos nazistas). Também foram construídos os primeiros campos de concentração, que posteriormente se tornaram campos de extermínio. Tais campos eram destinados aos indesejados pelo governo nazista, como os judeus, ciganos, negros, comunistas, homossexuais, entre outros grupos de pessoas.

Auschwitz: complexo de campos de concentração localizado na Polônia comandado pelos nazistas

Com a morte do presidente Hindenburg, em 1934, Hitler assume a presidência, tornando-se presidente além de chanceler (primeiro-ministro). A partir desse momento, inicia-se oIII Reich.

As propagandas elaboradas por Joseph Goebbels (ministro da propaganda nazista) exaltam Hitler e a raça ariana e inferiorizam as demais pessoas, como os judeus e os comunistas. Diversos livros que são considerados ameaças ao nazismo são queimados em locais públicos. Hitler também cria a juventude Hitlerista para a manutenção do nazismo.

Em 1935, as chamadas “Leis de Nuremberg” são criadas. Essas leis determinam certas proibições aos judeus, como a proibição de casamentos entre judeus e alemães.

Hitler cria a Teoria do espaço vital, que consiste na expansão territorial alemã. A base desta teoria estava na crença de que os alemães arianos, sendo superiores aos demais povos, precisavam de um território maior para sobreviver, devendo, assim, invadir outros países. Esse expansionismo foi a principal causa da Segunda Guerra Mundial.

Declínio

Em 1945, a Alemanha foi derrotada pelos soldados soviéticos na Batalha de Berlim, que colocou fim à Segunda Guerra Mundial.

Hitler se suicidou ao final dessa batalha e a Alemanha se rendeu oficialmente. Consequentemente, houve a queda do nazismo.


Exercícios

Exercício 1
(FUVEST)

A ascensão de Hitler ao poder, em 1933, ocorreu:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...