Info Icon Help Icon Como funciona Ajuda
Whatsapp Icon 0800 123 2222
Envie mensagem ou ligue
História Geral

Tratado De Versalhes

Otávio Spinace
Publicado por Otávio Spinace
Última atualização: 21/8/2018

Introdução

O Tratado de Versalhes, assinado em 1919, na França, foi o principal documento que estabeleceu as condições para o fim da Primeira Guerra Mundial.

Apesar de ser um acordo que tinha por objetivo declarado resolver os conflitos que provocaram a Grande Guerra, o Tratado impôs severas punições à Alemanha e ajudou a aprofundar a crise econômica, política e social vivida pelo país com o fim da guerra. Com isso, abriu caminho para a ascensão do nazismo na década de 1930.

Contexto histórico

Em 1918, depois de quatro anos de conflitos militares, chega ao fim a Primeira Guerra Mundial. Além da crise generalizada provocada pela guerra, as perdas humanas e a destruição causadas eram até então inéditas.

Em face ao cenário de horror que levou a inúmeras rebeliões internas nos países em disputa, e sem condições de continuar com o conflito, Inglaterra, França e Alemanha assinam o armistício de Compiègne, em 11 de novembro de 1918.

A partir de então, se iniciaram as negociações pela paz, e algumas propostas surgiram para restabelecer o equilíbrio mundial.

Os 14 pontos de Wilson

Umas das principais propostas apresentadas para negociação da paz ficou conhecida como “Os 14 pontos de Wilson”, em referência ao presidente dos Estados Unidos, Woodrow Wilson. Em mensagem ao Congresso americano em janeiro de 1918, Wilson propôs uma “paz sem vencedores”, ou seja, sem que um país se submetesse aos demais.

O objetivo era que o acordo não apenas levasse ao fim do conflito, mas que evitasse revanchismos que desencadeassem novas guerras. O presidente americano também propôs a criação de um organismo internacional, a Liga das Nações, que mediasse conflitos entre países. 

Além das cláusulas de paz, os 14 pontos contemplavam questões a respeito do comércio internacional que interessavam aos Estados Unidos. Apesar de seu esforço, Wilson não teve o apoio necessário dentro do próprio Congresso americano e acabou vendo sua posição ser sobreposta, principalmente pelos franceses.

As principais resoluções do Tratado

Com o enfraquecimento do presidente Willson, a França, sob o governo do primeiro-ministro Georges Clemenceau, assumiu a liderança das negociações de paz. A tentativa de mediação de conflitos foi interrompida, e um novo acordo foi imposto à Alemanha sob o desejo dos vencedores. Em 28 de junho de 1919, o Tratado de Versalhes foi assinado no Palácio que lhe deu nome. O principal ponto do documento consistia em reconhecer a Alemanha como principal responsável pela Primeira Guerra Mundial. Além disso, podemos destacar as seguintes cláusulas:

  • A região da Alsácia-Lorena, que havia sido anexada pela Alemanha durante a Guerra Franco-prussiana (1871), seria reintegrada à França; 
  • A região da Renânia, na fronteira com a França, permaneceria desmilitarizada; 
  • O exército alemão seria reduzido a patamares mínimos, e não poderia ser equipado com armamento pesado; 
  • Pagamento de pesadas indenizações aos países que foram atacados durante a guerra;
  • Além da região da Alsácia-Lorena, a Alemanha seria obrigada a abrir mão de outros territórios estratégicos.

Dessa forma, é possível perceber que o principal objetivo de França e Inglaterra era impedir que a Alemanha se mantivesse na condição de potência econômica e militar que possuía antes da Primeira Guerra Mundial.

Além do Tratado de Versalhes, foram assinados outros tratados para resolução dos demais conflitos envolvidos na Primeira Guerra Mundial, que resultaram, entre outros pontos, no fim dos Impérios Austro-húngaro e Otomano.

Consequências

O Tratado de Versalhes, apesar de apresentar formalmente as condições para o fim da Primeira Guerra Mundial, não foi capaz de restabelecer a paz entre vencedores e derrotados, tampouco de permitir a recuperação da Alemanha.

As duras penas impostas foram encaradas pelos alemães como humilhação, e as dificuldades econômicas foram alimentadas pelo revanchismo e nacionalismo. Foi nesse cenário que o nazismo cresceu, ainda durante a República de Weimer (1919-1933).

Após a ascensão do nazismo e a chegada de Hitler ao poder, diversas cláusulas do Tratado passaram a ser ignoradas pelo fürher. Com o sentimento de humilhação ainda vivo e o desejo de revanche à flor da pele dos alemães, o Tratado de Versalhes fracassou em promover a paz, não resolveu os conflitos entre as potências europeias e lançou as bases para a Segunda Guerra Mundial.


Exercícios

Exercício 1
(UFPEL/2008)

Artigos do Tratado de Versalhes (séc. XX):

Art. 45 - Alemanha cede à França a propriedade absoluta [...], com direito total de exploração, das minas de carvão situadas na bacia do rio Sarre. Art. 119 - A Alemanha renuncia, em favor das potências aliadas, a todos os direitos sobre as colônias ultramarinas. Art. 171 - Estão proibidas na Alemanha a fabricação e a importação de carros blindados, tanques, ou qualquer outro instrumento que sirva a objetivos de guerra. Art. 232 - A Alemanha se compromete a reparar todos os danos causados à população civil das potências aliadas e a seus bens. MARQUES, Adhemar Martins et all. “História Contemporânea Textos e documentos”. São Paulo: Contexto, 1999.

De acordo com o texto e com seus conhecimentos, é correto afirmar que o Tratado de Versalhes:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, shorts e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...