Info Icon Help Icon Como funciona Ajuda
Whatsapp Icon 0800 123 2222
Envie mensagem ou ligue
História Geral

Adolf Hitler

Otávio Spinace
Publicado por Otávio Spinace
Última atualização: 5/9/2018

Introdução

Dentre as doutrinas autoritárias que chegaram ao poder na Europa, após a Primeira Guerra Mundial, a mais importante talvez tenha sido o nazismo na Alemanha. Seu principal líder e ideólogo, Adolf Hitler, foi responsável direto pela expansão alemã e pelo início da Segunda Guerra Mundial.

De origem austríaca, Hitler mudou-se com a família ainda na infância para uma área rural na Alemanha. Lá, viveu por alguns anos, quando tentou ingressar na carreira artística, sem obter sucesso.

Após a morte de seu pai, retornou para a Áustria e passou a viver em Viena, uma das principais cidades da Europa à época e um grande centro de difusão de ideias.

Ainda que fosse cidadão austríaco, Hitler tinha um sentimento de pertencimento à Alemanha, a ponto de se voluntariar para o exército alemão durante a Primeira Guerra Mundial. Após o fim da guerra, Hitler retorna à Alemanha e passa a se interessar por atividades políticas.

Entre 1919 e 1920, funda com aliados o Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães, mais conhecido como Partido Nazista.

Desse modo, a compreensão da ascensão de Hitler, assim como do próprio nazismo, devem ser buscadas nas consequências da Primeira Guerra Mundial.

Contexto histórico

Após a derrota na Grande Guerra, a Alemanha, então chamada de República de Weimer, passou por uma intensa crise econômica e social, em decorrência dos termos impostos pelo Tratado de Versalhes.

Além de impor limitações a seu desenvolvimento militar, o acordo de paz a penalizava com severas indenizações aos países invadidos, inviabilizando sua recuperação econômica.

Embora Inglaterra e França tivessem como objetivo arruinar a Alemanha enquanto potência, as consequências econômicas, políticas e sociais que surgiram da humilhação imposta pelo Tratado de Versalhes causaram a proliferação de diversos movimentos na disputa pelo poder no país.

Dentre eles, o movimento espartaquista, de caráter socialista e liderado por Rosa Luxemburgo, tentou comandar uma revolução nos moldes da Revolução Russa, mas acabou fracassando.

A intensa agitação política, as dificuldades econômicas e o sentimento de revanchismo em relação à derrota na guerra, alimentaram os movimentos de direita nacionalistas, que também surgiam.

Esses movimentos, como o nazismo, eram contrários não apenas ao socialismo, mas também ao liberalismo, que entendiam como responsável por levar a Alemanha àquela situação.

Em 1923, já no comando do partido nazista, Hitler e seus aliados planejam tomar o poder através de um golpe de Estado. Mal sucedido, Hitler acaba condenado à prisão, onde fica até 1924.

A ascensão do nazismo

Durante os meses em que esteve na prisão, Hitler escreveu a obra que seria a mais representativa sobre o que pensava o futuro líder alemão e o nazismo. O livro foi intitulado Mein Kampf (Minha Luta).

Algumas ideias presentes no livro se assemelhavam ao fascismo que crescia na Itália, mas traziam elementos particulares, como a superioridade racial ariana, o antissemitismo (discriminação aos judeus), e a defesa do espaço vital alemão, ou seja, a ideia de que a Alemanha deveria expandir seu território.

Já em liberdade, Hitler passa a se dedicar integralmente ao fortalecimento do Partido Nazista, tanto no parlamento como no interior da sociedade alemã.

Em 1933, os nazistas dividem os votos com os comunistas, acirrando a polarização política na Alemanha.

No mesmo ano, um incêndio atinge o Reichstag, parlamento alemão, e, imediatamente, Hitler aciona sua máquina de propaganda para culpar os comunistas. A partir desse episódio, os nazistas vão rapidamente ganhando apoio e acabando com toda a oposição política.

Hitler, que já havia assumido o posto de chanceler, é alçado a führer (líder), título ao qual ficou associado e que lhe deu poderes ditatoriais. Ainda hoje, persistem dúvidas se o incêndio foi causado pelos nazistas, com o intuito de culpar os comunistas e conquistar o poder.

Características

A política do nazismo se caracterizou como um regime totalitário, de caráter nacionalista e racista.

No campo econômico, diversas cláusulas do Tratado de Versalhes foram descumpridas. A Alemanha se recuperou economicamente e fez pesados investimentos militares.

A defesa do espaço vital foi colocada em prática, e territórios como a Áustria e os Sudetos, na Tchecoslováquia, foram anexados. Durante os anos em que teve poder praticamente absoluto, o führer perseguiu e assassinou opositores, como os comunistas, além de povos que não pertenciam ao seu conceito de raça pura germânica, como judeus e ciganos.

Estima-se que durante o Holocausto, política de genocídio comandada pela Alemanha nazista, cerca de seis milhões de judeus tenham morrido em campos de concentração.

Portão de entrada de Auschwitz, maior campo de concentração nazista, localizado na Polônia.Auschwitz, campo de concentração nazista, localizado na Polônia.

Conclusão

A conduta de Alemanha, sob comando de Hitler e da política nazista, acirrou rapidamente os conflitos com os países vizinhos, em especial França e Inglaterra. Resultou na Segunda Guerra Mundial, iniciada em 1939.

Já em 1945, com a derrota iminente da Alemanha após o cerco de Berlim por tropas soviéticas, o líder nazista se refugiou em um bunker na capital alemã, e em 30 de abril de 1945 se suicidou.

O legado deixado pelo nazismo foi de milhões de vítimas, tanto em guerra quanto nos campos de concentração. Em virtude disso, a apologia ao nazismo ainda é considerada um crime em muitos países.


Exercícios

Exercício 1
(ENEM/2000)

Nas primeiras sequências de “O triunfo da vontade” (filme alemão de 1935), Hitler chega de avião como um esperado Messias. O bimotor plaina sobre as nuvens que se abrem à medida que ele desce sobre a cidade. A propósito dessa cena, a cineasta escreveria:

“O sol desapareceu atrás das nuvens. Mas quando o Führer chega, os raios de sol cortam o céu, o céu hitleriano”.

(Alcir Lenharo. Nazismo, o triunfo da vontade, 1986)

O texto mostra algumas características centrais do nazismo:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, shorts e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...

Veja também

HISTÓRIA GERAL
Congresso de Viena
Congresso de Viena
HISTÓRIA GERAL
Crise de 1929
Crise de 1929
HISTÓRIA GERAL
Cruzadas
Cruzadas
HISTÓRIA GERAL
Descolonização da África e da Ásia
Descolonização da África e da Ásia
HISTÓRIA GERAL
Fascismo
Fascismo
HISTÓRIA GERAL
Guerra Fria
Guerra Fria
HISTÓRIA GERAL
Hiroshima e Nagasaki
Hiroshima e Nagasaki
HISTÓRIA GERAL
Muro de Berlim
Muro de Berlim
HISTÓRIA GERAL
Napoleão Bonaparte
Napoleão Bonaparte
HISTÓRIA GERAL
Nova Ordem Mundial
Nova Ordem Mundial
HISTÓRIA GERAL
Pearl Harbor
Pearl Harbor
HISTÓRIA GERAL
Plano Marshall
Plano Marshall
HISTÓRIA GERAL
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
HISTÓRIA DO BRASIL
Primeira República - República Velha
Primeira República - República Velha
HISTÓRIA GERAL
Revolução Russa
Revolução Russa
HISTÓRIA GERAL
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
HISTÓRIA GERAL
Totalitarismo
Totalitarismo
HISTÓRIA GERAL
URSS - União Soviética
URSS - União Soviética