Info Icon Help Icon Como funciona Ajuda
Whatsapp Icon 0800 123 2222
Envie mensagem ou ligue
História Geral

Plano Marshall

Otávio Spinace
Publicado por Otávio Spinace
Última atualização: 5/9/2018

Introdução

O Plano Marshall foi um programa de recuperação econômica feito pelos Estados Unidos para ajudar a Europa depois da Segunda Guerra Mundial. Com ele, pretendia também evitar o crescimento do comunismo e a expansão da influência soviética no continente.

Seu nome foi dado em homenagem a George Marshall, general americano e secretário de Estado durante o governo do presidente Harry Truman.

Contexto histórico

A exemplo do que ocorrera com sua antecessora, a Segunda Guerra Mundial deixou a Europa em uma situação de imensas dificuldades.

Nesse contexto de declínio europeu, Estados Unidos e União Soviética (URSS) despontaram como as duas principais potências mundiais, tanto em termos econômicos como militares.

Apesar de terem sofrido baixas durante o combate, principalmente a URSS, esses países obtiveram ganhos e demonstraram um poder militar que os colocava em vantagem em relação às antigas potências europeias.

O fato de terem sido aliados no combate ao nazifascismo, contudo, escondia uma contradição que ficaria em evidência após o fim do conflito mundial.

Os Estados Unidos eram a principal economia do mundo, e tinham como objetivo liderar os demais países, além de mantê-los sob sua hegemonia econômica capitalista.

A União Soviética, ao contrário, havia optado por adotar um modelo econômico socialista desde a Revolução Russa, em 1917. Esse sistema tinha por objetivo superar o capitalismo e, na prática, se manifestava pela economia planificada.

As duas grandes potências mundiais, Estados Unidos e União Soviética, passaram a disputar a nova organização do mundo no pós-guerra, além da influência sobre cada novo regime que se estabelecia, no período que ficou conhecido como Guerra Fria.

A doutrina Truman e o Plano Marshall

Em 1947, o presidente americano Harry Truman, em discurso no Congresso de seu país, declarou que o objetivo dos Estados Unidos seria deter o avanço da “ameaça comunista”, representada pela União Soviética. Assim, lança as bases da nova disputa geopolítica e ideológica que caracterizaria a Guerra Fria.

Contudo, os Estados Unidos se depararam com uma situação difícil na Europa, que estava praticamente destruída e contava com poucos recursos para sua reconstrução.

Nesse cenário, o comunismo passou a prosperar no continente, ganhando adeptos. Enquanto conquistaram governos em alguns países, em outros, os partidos comunistas ganhavam força e faziam forte oposição aos governos capitalistas.

Diante disso, para efetivar seu plano, Truman, com apoio do então secretário de Estado, o general George Marshall, lançou um plano que tinha por objetivo recuperar economicamente a Europa. Assim, evitaria que os ideais socialistas e a influência da União Soviética se espalhassem pelo continente.

Em referência ao secretário de Estado americano, o plano ficou conhecido como Plano Marshall.

Durante os quatro anos seguintes, países como Inglaterra, França, Alemanha Ocidental, Itália, Holanda e Bélgica, entre vários outros, receberam cerca de 13 bilhões de dólares, em valores da época, em crédito e investimentos vindos dos Estados Unidos.

Como era o objetivo americano, esse apoio econômico teve êxito tanto em recuperar a economia europeia, como em impedir o avanço do socialismo sobre o continente, que ficou restrito até a Cortina de Ferro, garantindo a sobrevivência do capitalismo na Europa.

Sucesso de Plano e resposta soviética

Devido ao sucesso conquistado com a reconstrução dos países capitalistas da Europa, George Marshall recebeu, em 1953, o Prêmio Nobel da Paz, em razão do Plano que levava seu nome.

Posteriormente, em 1951, os Estados Unidos desenvolveriam outro plano, batizado de “Plano Colombo”. Este, agora voltado para os países da Ásia. Contudo, tanto os investimentos como os resultados foram mais modestos que os do Plano Marshall.

Por sua vez, a ação americana teve tal êxito que a União Soviética também buscou fazer o mesmo para evitar que seus aliados mudassem de lado.

Em resposta ao Plano Marshall, os soviéticos desenvolveram o Conselho para Assistência Econômica Mútua (COMECON), com o objetivo de auxiliar seus aliados. Iniciado em 1949, o COMECON buscava integrar economicamente as nações do Leste Europeu, e contemplou países como a Alemanha Oriental, Polônia, Romênia, Tchecoslováquia, entre outras.


Exercícios

Exercício 1
(PUCCAMP)

Leia os seguintes textos:

TEXTO I:

“…inspirado por razões humanitárias e pela vontade de defender uma certa concepção de vida ameaçada pelo comunismo, constitui também o meio mais eficaz de alargar e consolidar a influência norte-americana no mundo, um dos maiores instrumentos de sua expansão (…) tem por consequência imediata consolidar os dois blocos e aprofundar o abismo que separava o mundo comunista e o Ocidente…”

TEXTO II:

“…as partes estão de acordo em que um ataque armado contra uma ou mais delas na Europa ou na América do Norte deve ser considerado uma agressão contra todas; e, consequentemente, concordam que, se tal agressão ocorrer, cada uma delas (…) auxiliará a parte ou as partes assim agredidas (…)”

Os textos identificam, respectivamente,

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, shorts e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...

Veja também

HISTÓRIA GERAL
Adolf Hitler
Adolf Hitler
HISTÓRIA GERAL
Congresso de Viena
Congresso de Viena
HISTÓRIA GERAL
Crise de 1929
Crise de 1929
HISTÓRIA GERAL
Cruzadas
Cruzadas
HISTÓRIA GERAL
Descolonização da África e da Ásia
Descolonização da África e da Ásia
HISTÓRIA GERAL
Fascismo
Fascismo
HISTÓRIA GERAL
Guerra Fria
Guerra Fria
HISTÓRIA GERAL
Hiroshima e Nagasaki
Hiroshima e Nagasaki
HISTÓRIA GERAL
Muro de Berlim
Muro de Berlim
HISTÓRIA GERAL
Napoleão Bonaparte
Napoleão Bonaparte
HISTÓRIA GERAL
Nova Ordem Mundial
Nova Ordem Mundial
HISTÓRIA GERAL
Pearl Harbor
Pearl Harbor
HISTÓRIA GERAL
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
HISTÓRIA DO BRASIL
Primeira República - República Velha
Primeira República - República Velha
HISTÓRIA GERAL
Revolução Russa
Revolução Russa
HISTÓRIA GERAL
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
HISTÓRIA GERAL
Totalitarismo
Totalitarismo
HISTÓRIA GERAL
URSS - União Soviética
URSS - União Soviética