logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Vestibular e Enem

Como é o vestibular da Unicamp?

por Maria Fernanda Alves em 25/10/21 4,8 mil visualizações

Completando a tríade das tradicionais universidades públicas paulistas*, está a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Aliás, você sabia que ela também é considerada uma das melhores da América Latina, segundo a Times Higher Education (THE)? Em 2017 e 2018, a universidade chegou a ficar em primeiro lugar ao ultrapassar a Universidade de São Paulo (USP).

Com um campus maior localizado em Campinas e três campi satélites em Limeira, Piracicaba e Paulínia, todas no interior paulista, a instituição oferece 66 cursos de graduação, 153 programas de pós-graduação e possui mais de 34 mil alunos matriculados.

como é o vestibular da unicamp

Atualmente, existem três formas de ingresso na universidade: vestibular tradicional, vestibular indígena e o Enem-Unicamp. Para o próximo ano, o vestibular 2020 selecionará mais de três mil novos estudantes. Veja como funciona cada modalidade.

Como funciona o vestibular da Unicamp?

O vestibular da Unicamp possui duas fases para a maioria dos cursos. Para cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança e Música existem etapas adicionais para as provas de habilidades específicas. Conheça abaixo a estrutura do vestibular Unicamp:

1º fase da Unicamp

Atualmente, a primeira fase da prova é composta por 90 questões de múltipla escolha, porém, diferentemente das suas universidades irmãs, cada questão possui apenas quatro alternativas, ao invés de cinco. 

Porém, por conta da pandemia da Covid-19, a quantidade de questões das edições 2021 e 2022 foram reduzidas para 72. Essa mudança foi feita apenas para a 1ª fase. Confira:

Disciplina

Nº de questões até o Vestibular 2020

Nº de questões no Vestibular 2021 e 2022

Língua portuguesa e literatura

13

12

Matemática

13

12

História/Filosofia

9

8

Geografia/Sociologia

9

8

Física

9

8

Biologia

9

8

Química

9

8

Inglês

7

8

Interdisciplinares

12

-

Assim como no vestibular elaborado pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), todas as questões possuem o mesmo peso, independente da área de escolha do estudante.

No início de 2019, a Câmara Deliberativa da Comissão Permanente para os Vestibulares da Universidade Estadual de Campinas (Comvest/Unicamp) decidiu alterar a segunda fase do vestibular, diminuindo a prova para apenas dois dias (anteriormente, o candidato teria três dias de aplicação).

Com isso, cada dia de prova terá o acréscimo de mais uma hora de prova, passando de quatro para cinco horas. Além disso, com a diminuição dos dias de aplicação, o candidato realizará apenas testes de acordo com as disciplinas que forem relacionados ao curso escolhido. As únicas "matérias" obrigatórias serão: Língua Portuguesa, Matemática e questões interdisciplinares, sendo que todas as questões são dissertativas.

Veja como ficou a divisão da segunda fase do vestibular da Unicamp:

1º  dia da segunda fase

  • 8 questões de Língua Portuguesa e Literatura;
  • 2 questões interdisciplinares em Língua Inglesa;
  • Produção de uma redação.
Redação da Unicamp: anteriormente, o vestibular cobrava a produção de dois textos, sendo que as opções de gênero textual mudavam a cada ano. A partir da alteração do processo seletivo, o candidato receberá duas diferentes propostas de redação (incluindo temática e formato) e terá que produzir apenas um texto.  

2º dia da segunda fase

  • 6 questões de Matemática;
  • 2 questões interdisciplinares de Ciências Humanas;
  • 2 questões interdisciplinares de Ciências da Natureza.

Além disso, o candidato também terá que responder seis questões específicas, de acordo com as opções de curso escolhidas durante a inscrição:

  • Candidatos da área de Ciências Biológicas/Saúde: seis questões de Biologia e seis questões de Química;
  • Candidatos da área de Ciências Exatas/Tecnológicas: seis questões de Física e seis questões de Química;
  • Candidatos da área de Ciências Humanas/Artes: seis questões de Geografia e seis questões de História, englobando conteúdos de Filosofia e Sociologia.

Provas de habilidades específicas

As provas seletivas de Música são realizadas antes da primeira fase do vestibular e são divididas em duas etapas, são elas: envio de arquivo audiovisual para a banca julgadora e avaliações presenciais.

Já nos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais e Dança, cada graduação possui prova própria de habilidades específicas. 

 

Como é o vestibular indígena da Unicamp?

vestibular indígena Unicamp
Foto: Antoninho Perri/SEC Unicamp - Banco de Imagens Unicamp

Aplicado uma vez ao ano, esse vestibular seleciona candidatos que pertencem a alguma etnia indígena do território brasileiro e que estudaram o Ensino Médio na rede pública de ensino. A inscrição para esse vestibular é feita em período diferente do processo seletivo tradicional.

Com apenas uma fase e com questões de múltipla escolha, a prova é dividida da seguinte maneira:

  • 14 questões de linguagens e códigos;
  • 12 questões de ciências da natureza;
  • 12 questões de matemática;
  • 12 questões de ciências humanas;
  • Produção de uma redação.

Em 2019, serão oferecidas 96 vagas, distribuídas em 35 diferentes cursos da universidade.

Como é a seleção do vestibular Enem-Unicamp?

Considerado um edital a parte de vestibular tradicional, essa alternativa seleciona candidatos que estudaram integralmente o Ensino Médio em escolas da rede pública de ensino e realizarão o Enem do ano vigente para ingressar nos cursos oferecidos pela universidade.

Para isso, o candidato que tiver interesse deve realizar a inscrição no edital Enem-Unicamp, no período escolhido pela universidade, e informar duas opções de cursos para ingresso.

O candidato poderá concorrer simultaneamente no Vestibular Unicamp e pelo edital Enem-Unicamp, desde que tenha realizado o cadastro nos dois processos seletivos.

Saiba mais: 
Como funciona o sistema de cotas da Unicamp?
Quero Bolsa: encontre bolsas de estudo de até 80%

Atualizado em: 25/10/2021, por Camilla Freitas
Publicado originalmente em: 07/07/2017


*O governo estadual também mantém a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp) fundada em 2012.


banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54