Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
Vestibular e Enem

Conheça 6 estratégias argumentativas para usar na sua redação

Se você está estudando com o intuito de ingressar no ensino superior, já deve saber que a redação é uma parte extremamente importante da sua prova. Ela tem um peso muito alto e é determinante para a sua nota final. Sendo assim, é de grande importância produzir um texto com a tese bem fundamentada através de estratégias argumentativas.

Por isso, é importante lembrar que o texto dissertativo-argumentativo é o gênero cobrado no Enem e em diversas outras provas de vestibulares. Logo, é fundamental conhecer a sua estrutura, que é formada por introdução, desenvolvimento e conclusão.

O desenvolvimento consiste na exposição de argumentos para que você consiga fortalecer a sua tese, que é o seu ponto de vista sobre o tema proposto. 

Leia mais: Quais termos não usar na redação do Enem? 


Portanto, para mandar bem e conquistar a vaga no curso dos seus sonhos, é essencial que você saiba quais estratégias argumentativas vão te ajudar a escrever um texto fluido e fazer com que a sua tese seja clara e convincente.

Agora você deve estar se perguntando quais são esses tipos de argumentos que devem ser utilizados na sua redação, acertei? Então continue lendo este artigo para conhecer os diferentes métodos argumentativos que você pode usar para potencializar a sua redação!

Quais são os tipos de argumentos?

Agora que você já sabe que para mandar bem na redação é necessário utilizar estratégias argumentativas para convencer o leitor, também é preciso entender a diferença entre os tipos de argumentos e os argumentos em si.

O tipo de argumento é a maneira como você apresentará os pontos de defesa da sua tese, é como você irá organizar os argumentos.

Já o argumento individual é pautado na sua opinião e conhecimento. E ele será desenvolvido por meio das estratégias argumentativas, que vamos conhecer agora.

Então, bora conhecer 6 estratégias argumentativas para usar em seu texto!

1. Exemplificação

O argumento por exemplificação consiste em usar como exemplo um fato concreto, como um evento histórico ou alguma notícia, com o intuito de justificar a sua ideia. Assim, ficará mais fácil para o leitor visualizar a tese do texto como um acontecimento na sua realidade.

Alguns operadores argumentativos para esse tipo de argumento são: para contextualizar, por exemplo, a exemplo de, a título de exemplificação, como acontece no caso, etc.

Veja um exemplo para o tema “Manifestações populares em evidência no século XXI”:

“‘Além disso, nota-se, ainda, como fatores socioeconômicos também são responsáveis pelos casos. A Revolução Francesa é considerada o símbolo de “liberdade, igualdade e fraternidade’, visto que mobilizou as camadas sociais infladas da crise econômica no respectivo país. Assim, é evidente que a política externa e interna influenciam na quantidade de manifestações ocorrentes. Como exemplo, no ano de 2013 milhares de manifestantes ocuparam as ruas da capital de São Paulo em reivindicação por melhorias e abaixamento dos preços dos transportes públicos.”

Redação do Enem nota 1000: guia definitivo 

2. Enumeração

A enumeração consiste em citar vários argumentos que você possui sobre o assunto, um a um. Assim, você irá enumerar uma série de fatos que atestam a relevância do que você está defendendo

É essencial que você organize uma ordem de ideias no desenvolvimento. Para isso, você pode citar, por exemplo, que existem dois problemas e abordá-los em parágrafos diferentes.

Alguns operadores argumentativos para esse tipo de parágrafo são: em primeiro lugar, primeiramente, além disso, ademais, outro fator importante, etc.

Confira um exemplo, nesse modelo, para o tema “Obesidade: problema de saúde ou problema social?”. 

Em primeiro lugar, é preciso entender a problemática das redes de fast-food. O conhecido termo em inglês “fast-food”, que significa comida rápida, tem como característica a preparação rápida de alimentos para aqueles que não dispõem de muito tempo para lanchar. Essa ideia acabou sendo disseminada a nível global, utilizando as crianças como público alvo, visto que agora os lanches são acompanhados de brinquedos, o que induz ainda mais o consumo descontrolado desses alimentos altamente nocivos à saúde.”

3. Comparação

Ao usarmos um argumento por comparação, devemos fazer uma analogia entre duas ideias, expondo as similaridades e/ou diferenças entre elas. 

Aqui, os operadores argumentativos são essenciais. Alguns são: igualmente, como se, da mesma forma, bem como, assim também, assim como, do mesmo modo, tanto quanto, semelhantemente acontece com/quando, etc.

Aqui está um exemplo para o tema “Efeitos do Bullying na sociedade”:

Semelhantemente, o meio virtual também é um cenário propenso à prática de Bullying. Por não existir fiscalização, tais atos passíveis de punição são esquecidos e levados apenas como brincadeiras. Essa realidade é preocupante pois o cyberbullying, ou violência virtual, alcança proporções mundiais e de grande impacto na saúde da vítima.” 

Leia mais: Quais motivos podem anular a redação do Enem?

4. Causas e efeitos

Muito popular como estratégia argumentativa, nesse modelo você apresentará os motivos de um determinado problema acontecer e, em seguida, as consequências.

Os operadores argumentativos podem ser: porque, já que, visto que, graças a, em virtude de, como reflexo disso, com efeito, assim, consequentemente, etc.

Veja um exemplo desse modelo para o tema “A educação como veículo de mudança na sociedade”:

“Ademais, 12,5% dos professores disseram ser vítimas de agressões verbais ou de intimidação de estudantes pelo menos uma vez por semana, segundo a OCDE. Tal comportamento é reflexo da realidade domiciliar dos alunos, o que comprova a importância da família no o que tange à educação do indivíduo. Em virtude dessa realidade preocupante, muitos professores desenvolvem doenças psicológicas como depressão e transtorno de ansiedade.”

5. Evolução histórica

Esse tipo de argumento está ligado a cronologia, ou seja, tempo e espaço. Você precisa saber abordar um fato histórico referente ao assunto em pauta, com datas, locais e fatos ocorridos.  

Confira alguns operadores argumentativos para esse tipo de parágrafo: antes, depois, posteriormente, quando, logo que, assim que, logo após, a princípio, no momento em que, pouco antes, pouco depois, atualmente, hoje, frequentemente, nesse meio tempo, sempre que, assim que, desde que, etc. 

Confira um exemplo para o tema “Aumento da taxa de criminalidade entre os jovens brasileiros”:

“Em primeira instância, vale destacar o panorama histórico-político da criminalidade entre jovens no brasil. Esse, por sua vez, pode ser observado desde que aconteceu a reorganização de grandes centros urbanos como o Rio de Janeiro no início do século XX. Em consequência disso e das obras de modernização, muitas famílias passaram a residir em zonas periféricas, tendo assim que enfrentar grandes desafios ao educarem seus filhos em meio à pobreza e ao tráfico de drogas, fazendo com que este fosse uma opção de ascensão financeira para o jovem que esteve em contato com a miséria desde a infância.”

Leia mais: Como fazer uma boa introdução na redação do Enem? 

6. Contraposição

Nesse tipo de argumento você irá contradizer uma ideia, por exemplo, afirmando como algo acontece e em seguida dizendo o porquê de não funcionar. Podem ser expostas duas perspectivas diferentes a respeito de um mesmo argumento, denotando um contraste de opiniões.

Alguns operadores argumentativos para esse tipo de parágrafo são: mas, porém, todavia, contudo, entretanto, no entanto, senão, embora, ainda que, mesmo que, mesmo quando, apesar de que, se bem que, não obstante, etc.

Veja um exemplo para o tema “Desafios para a educação da população indígena no Brasil”:

“Desde do Iluminismo, entende-se que uma sociedade só progride quando se mobiliza com o problema do outro. No entanto, quando se observa os desafios para a educação da população indígena no Brasil, hodiernamente, verifica-se que esse ideal iluminista é constatado na teoria e não desejavelmente na prática e a problemática persiste intrinsecamente ligado à realidade do país, seja pela ausência de práticas pedagógicas voltada aos indígenas, seja pelo deficitário auxílio financeiro para a permanência e acesso ao ensino superior.”

Agora que você já sabe quais são as estratégias argumentativas e como utilizá-las, confira também como concluir a sua redação para que você consiga conquistar a tão sonhada vaga no ensino superior!  

Colaboração: Imaginie

Guia de Redação gratuito

Se você ainda não está na faculdade, mas precisa de ajuda para melhorar a sua escrita, o  Guia de Redação do Enem ensina tudo o que é necessário para ir bem redação. 

Além de aprender a escrever um texto dissertativo-argumentativo, você ainda confere quais são os critérios de correção, exemplos de redação nota 1.000 e dicas de quem é especialista no assunto!

Guia de Redação do Enem

Saiba mais: Listão de matérias do Enem

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
ALERTA DE VAGAS i-close
Descubra qual profissão mais se encaixa com você.

Não fique na dúvida sobre o seu futuro. Faça o Teste Vocacional do Quero Bolsa.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você compare vagas com bolsa em mais de 1.000 faculdades

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2021 CNPJ: 10.542.212/0001-54