Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Vestibular e Enem

Redação Enem: como fazer uma boa introdução

por Natália Plascak Jorge em 10/10/18 53 mil visualizações

Você já sentiu aquele desespero de não saber como começar uma redação? Não se preocupe porque você não está sozinho. Muita gente também tem essa mesma sensação por não saber como fazer uma boa introdução, principalmente, na redação do Enem.


Essa parte da prova exige a produção de um texto do tipo dissertativo-argumentativo, ou seja, com um formato que apresenta introdução, desenvolvimento e conclusão. Você vai precisar defender uma tese (com uma opinião sobre o tema proposto), sustentada com fortes argumentos, utilizando recursos de coerência e coesão. No final, será necessário elaborar uma proposta de intervenção social para o problema exposto no desenvolvimento do texto e que esteja de acordo com os direitos humanos.

Parece difícil, não é mesmo? Para ajudar nisso tudo, você vai poder conferir algumas dicas da coordenadora de Redação do Poliedro, Gabriela de Araújo Carvalho, sobre como dar o primeiro passo e como fazer uma boa introdução na redação do Enem.

Como fazer uma boa introdução

A introdução da redação do Enem, geralmente, está dividida em duas partes: contextualização e tese.

  • A contextualização é onde se apresenta o tema ao leitor. É possível começar definindo os conceitos principais, fazendo um percurso histórico, fazendo alusão a algum acontecimento recente. Há várias formas de se começar a redação, como quando queremos começar um diálogo.
  • Depois, é interessante vir a tese, que é um recorte da realidade, uma forma de observar o fenômeno. Ela pode ser já constituída de duas relações: causa e consequência é a dupla de relações mais comum.

Modelos de introdução de redação nota 1000 do Enem

Redação de Mariana Camelier Mascarenhas
Na antiga Esparta , crianças com deficiência eram assassinadas, pois não poderiam ser guerreiras, profissão mais valorizada na época. Na contemporaneidade , tal barbárie não ocorre mais, porém há grandes dificuldades para garantir aos deficientes – em especial os surdos – o acesso à educação, devido ao preconceito ainda existente na sociedade e à falta de atenção do Estado à questão.

Redação de Ursula Gramiscelli Hasparyk
A plena formação acadêmica dos deficientes auditivos, uma parcela das chamadas Pessoas com Deficiência (PCD), é um direito assegurado no recém-aprovado Estatuto da Pessoa com Deficiência, de 2015, também conhecido como Lei da Acessibilidade. Além de um direito legalmente garantido, a educação para esse grupo social é sociologicamente analisada como essencial para uma sociedade tolerante e inclusiva. Entretanto, observa-se o desrespeito a essa garantia devido ao preconceito, muitas vezes manifestado pela violência simbólica, e à insuficiência estrutural educacional brasileira.

Redação de Alan de Castro Nabor
Sob a perspectiva filosófica de São Tomás de Aquino, todos os indivíduos de uma sociedade democrática possuem a mesma importância , além dos mesmos direitos e deveres. No entanto, percebe-se que , no Brasil , os deficientes auditivos compõem um grupo altamente desfavorecido no tocante ao processo de formação educacional , visto que o país enfrenta uma série de desafios para atender a essa demanda. Nesse contexto, torna-se evidente a carência de estrutura especializada no acompanhamento desse público, bem como a compreensão deturpada da função social deste.

Redação de Lorena Magalhães de Macedo
No convívio social brasileiro, parte considerável da população apresenta alguma deficiência. Nessa conjuntura, grande parcela dos surdos, em especial, não tem acesso a uma educação de qualidade, o que fomenta maior empenho do Poder Público e da sociedade civil, com o fito de superar os desafios para a efetiva inclusão desses indivíduos no sistema educacional.

Redação de João Pedro Fidelis Belluzo
Na antiga pólis de Esparta, havia a prática da eugenia, ou seja, a segregação dos denominados “imperfeitos”, como, por exemplo, os deficientes. Passados 2000 anos, o preconceito contra esse grupo ainda prevalece socialmente e afeta, principalmente, a área da educação. Nesse contexto, os surdos são grandes vítimas da exclusão no processo de formação educacional, o que traz desafios e a busca por autonomia e pela participação de pessoas com essa deficiência no espaço escolar brasileiro.

Fonte: Cartilha do Participante - Redação Enem 2018

Pronto para arrasar e na sua introdução da redação do Enem?

Guia completo: Redação do Enem

Ainda não sabe escrever uma redação para o Enem? Neste guia, você aprende como deve ser o formato da redação, quais são os critérios de avaliação e vê exemplos de redações de sucesso e dicas de quem tirou nota 1.000 e é especialista no assunto. 

Baixar Guia sobre Redação



banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
ALERTA DE VAGAS i-close
Descubra qual profissão mais se encaixa com você.

Não fique na dúvida sobre o seu futuro. Faça o Teste Vocacional do Quero Bolsa.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você compare vagas com bolsa em mais de 1.000 faculdades

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54