Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
Vestibular e Enem

Enem 2020: 8 dicas de ex-corretor da prova para ir bem na redação

Não importa o quanto você estudou, a redação do Enem sempre causará um frio na barriga e expectativas sobre o tema e como conseguir garantir uma boa nota. 


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Pensando nisso, Cícero Gomes, ex-corretor do Enem e professor há 21 anos, listou 8 dicas para ir bem na redação e garantir a tão sonhada nota mil. Confira:

1 - Leia sobre a formação de professores

Em 5 de janeiro deste ano, o Ministério da Educação (MEC) divulgou uma possível "dica" sobre o tema da redação do Enem das redes sociais. Os alunos perguntaram sobre qual seria o tema proposto para a redação em uma caixa de perguntas do perfil do ministério no Instagram e foram surpreendidos com uma resposta dizendo que não poderiam dar um "spoiler", mas no mesmo dia, foi divulgada uma imagem à respeito do investimento pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), na formação de professores.

Veja também: 12 citações sobre educação para usar na redação do Enem

2 - Aprenda a estruturar a sua tese

De acordo com o professor Cícero Gomes, que também é consultor de cultura da Evolucional, a redação ideal deve ter quatro parágrafos, apresentando ao corretor a capacidade de dissertar sobre o assunto de forma organizada, com repertório sociocultural academicamente avaliado, ou seja, usar argumentos de conhecimento geral do Ensino Médio.

É indicado que não se ater ao número de linhas para a dissertação. Entretanto, um parágrafo entre sete a oito linhas está de bom tamanho. Mais importante do que dominar o tema proposto, é compreender que cada um dos parágrafos apresenta uma função importante para a fluidez e coerência do raciocínio. 

Uma redação nota mil deve conter uma introdução indutiva, uma estrutura coesiva e uma conclusão que resolva o problema apresentado no início.

3 - Apresente uma introdução indutiva

De acordo com Cícero, o candidato deve trazer um problema logo na introdução, usando palavras-chave da apresentação do tema. O corretor quer ter acesso imediato ao que será defendido na tese. O candidato, portanto, deve apresentar as causas para este problema, sugerindo ao corretor o que será desenvolvido ao longo do texto.

Uma estratégia eficiente para a introdução é escolher duas causas para o problema, de preferência uma material e outra imaterial. O professor e ex-corretor usa o exemplo da mobilidade urbana em grandes cidades: uma das causas que podemos citar está na ineficiência do Estado em gerar alternativas viáveis de transporte, outra está no sonho de consumo por carros. Uma causa diz respeito a um elemento objetivo, outra está no campo cultural da sociedade.

4 - Use o seu repertório para uma estrutura coesiva

A parte seguinte é o desenvolvimento da tese, que compreende toda interpretação relacionada ao tema. Ela deve se manter sempre em referência ao parágrafo introdutório. 

Com as duas causas pré-definidas, o candidato tem um parágrafo para explicar cada uma usando sempre informações pertinentes à dissertação e relacionadas a um conhecimento comprovado academicamente, ou seja, o desenvolvimento deve sempre ser coerente aos fatos e ao problema apresentado. Aqui, cabem números, trechos de livros e músicas, citações, fatos ocorridos etc.

5 - Evite pessoalizações

Parece óbvio, mas, tratando-se de uma opinião, Cícero explica que o candidato deve ser firme quanto a colocação de seus argumentos. Portanto, é bom evitar termos como "pode ser que o problema seja" ou "Há quem pense que a causa". Se as causas geram incertezas, procure pensar e apresentar as consequências relacionadas ao tema.

Por exemplo, em 2015, o tema da Violência Doméstica trazia um problema explícito e, portanto, causas mais claras a serem apresentadas. O tema de 2014 foi a Publicidade Infantil, em que os candidatos tiveram que procurar as possíveis consequências do desregramento destas ações de marketing. Quanto a temas que não apresentam um desafio claro, o ex-corretor recomenda que o aluno traga as consequências deste tema no terceiro parágrafo da redação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


6 - Uma conclusão para além do senso comum

A competência cinco da redação do Enem se refere à capacidade do aluno em elaborar uma proposta de intervenção para o problema. Para isso, o desfecho da redação deve conter quatro elementos essenciais que são: a ação, o agente, o meio e a finalidade.

O professor alerta que um desses elementos deve ser bem detalhado. Não basta apresentá-los, é necessário que o candidato mostre competência em se aprofundar mais sobre a ação, como o problema será resolvido, ou no agente, quem pode resolver isto e qual é o motivo. 

O professor sugere que a solução do problema da tese fuja do senso comum, sem desrespeitar os princípios dos direitos humanos como, por exemplo, a dignidade humana, a sustentabilidade socioambiental, a igualdade de direitos, a diversidade, democracia na educação e a laicidade do Estado.

7 - Termine a redação antes das questões

A primeira fase conta com meia hora a mais em relação ao segundo dia do Enem. Portanto, uma estratégia válida é ler o tema da redação antes de iniciar a prova, responder algumas questões e não deixar para escrever a tese faltando menos de duas horas para o encerramento da prova. 

Dessa forma, o candidato pensa sobre o tema e evita os riscos de entregar a redação faltando um parágrafo, coisa que pode descontar até 300 pontos.

8 - Leia redações que tiveram nota máxima

O Inep disponibilizou uma cartilha com dicas para o Enem, com algumas redações que tiveram nota máxima na última edição da prova. Com este documento, é possível analisar como os candidatos estruturaram as suas teses com excelência.

Guia completo: Redação do Enem

Ainda não sabe escrever uma redação para o Enem? Neste guia, você aprende como deve ser o formato da redação, quais são os critérios de avaliação e vê exemplos de redações de sucesso e dicas de quem tirou nota 1.000 e é especialista no assunto. 

Baixar Guia sobre Redação

Redação do Enem: veja o rascunho de duas redações nota 1000

Quais são as matérias mais cobradas no Enem?

Se você está estudando na sua casa para o Enem e quer saber quais são as matérias que mais caem no Enem, o Quero Bolsa foi em busca de um listão com os principais assuntos por disciplina cobrados nas últimas provas. O material é gratuito e foi produzido pelo Poliedro, um dos principais cursinhos pré-vestibular do Brasil.

Veja o que mais cai no Enem!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
ALERTA DE VAGAS i-close
Descubra qual profissão mais se encaixa com você.

Não fique na dúvida sobre o seu futuro. Faça o Teste Vocacional do Quero Bolsa.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você compare vagas com bolsa em mais de 1.000 faculdades

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2021 CNPJ: 10.542.212/0001-54