Concorra a Bolsas de Estudo 100%
logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Vestibular e Enem

Fuvest 2022: veja 13 possíveis temas de redação

por Camilla Freitas em 12/01/22

A segunda fase da Fuvest está chegando! Nos próximos dias 16 e 17, os estudantes farão provas de Português, Redação e de mais duas ou três disciplinas do Ensino Médio, de acordo com o curso escolhido.

No primeiro dia, os participantes vão encarar 10 questões de Português e um texto dissertativo-argumentativo. Segundo o Manual do Candidato da Fuvest, cada prova vale 50 pontos, ou seja, para garantir uma vaga na Universidade de São Paulo (USP) é importante tirar uma boa nota na Redação.

Por isso, os professores Felipe Leal, do curso Anglo, Thiago Braga, do sistema pH, Vanessa Bottasso, da Oficina do Estudante de Campinas (SP), Flávia Radeke, do Colégio Master, e Arthur Medeiros, do Poliedro, separaram algumas dicas e possíveis temas para a prova de redação da Fuvest 2022. Confira a seguir:

Leia mais:
Como é a segunda fase da Fuvest?
Encontre bolsas de estudo para graduação


Como é a estrutura da Redação da Fuvest?

A Fuvest cobra um texto dissertativo-argumentativo entre 20 a 30 linhas, mas se diferencia em relação ao padrão exigido pelo Enem. Segundo o professor Felipe Leal, na Fuvest  “não há exigência de proposta de intervenção na conclusão. Ela pode ser um resumo dos argumentos ao longo do texto ou reforço da tese”. 

Para auxiliar os candidatos no desenvolvimento da redação, a prova apresenta uma coletânea textual. De acordo com a professora Vanessa Botasso, é comum que haja “textos filosóficos, letras de música e tirinhas que servem para motivar e orientar a reflexão e a análise do tema por parte do candidato.”

Fuvest 2022: candidatos não poderão comer dentro da sala

Quais são os possíveis temas para a prova de Redação da Fuvest?

Todo vestibulando ama uma previsão, não é mesmo? A pergunta que os professores mais recebem certamente é “o que vai cair na prova?”. Mas antes de ir para as apostas, vamos entender como é o estilo de redação da Fuvest.

Com base nas provas já aplicadas, o professor do Anglo, Felipe Leal, comenta que a banca “aborda temas filosóficos e abstratos, que geralmente não estão restritos ao Brasil, e trata de problemas da sociedade contemporânea”.

Para o professor do Poliedro, Arthur Medeiros, apesar de ser do mesmo gênero do Enem, há uma diferença em relação à abordagem temática.

“Em geral, em vez de se debruçar sobre um problema social específico que precisa de resolução objetiva e imediata, como ocorre no Enem, os temas tendem a ser mais teóricos e mais provocativos, de modo a levar o(a) candidato(a) a uma análise ampla da realidade social contemporânea”, comenta.

Para a prova de 2022, os professores apostam em temas que seguem a linha das edições anteriores. Os professores Felipe e Thiago Braga listaram as seguintes propostas:

1. Futuro da democracia

2. Solidão

3. Uberização do trabalho

4. Censura da arte

13 citações para usar em qualquer tema de redação
12 citações sobre tecnologia para usar na redação

Já a professora Vanessa Bossato, da Oficina do Estudante de Campinas, sugere temas ligados à saúde mental e negacionismo científico. Para a professora, durante o texto, o aluno precisa refletir sobre as diferentes perspectivas implicadas nos debates da atualidade e cita alguns exemplos:

5. Aumento de licenças médicas por Síndrome de Burnout e demissões voluntárias na pandemia

Reflexão: O esgotamento emocional e o cansaço na sociedade contemporânea. 

6. A intensa propagação do negacionismo científico nas redes sociais

Reflexão: O obscurantismo e o extremismo como formas de manipulação político-econômica 

O professor de redação do Poliedro, Arthur Medeiros, sugere os seguintes temas:

7. Educação

"Em 2021, comemorou-se o centenário de Paulo Freire, um dos teóricos da educação mais importantes no cenário mundial. Revolucionárias, as ideias de Freire propunham um novo olhar sobre o processo pedagógico, que passava a incluir a perspectiva e os interesses daqueles historicamente menos favorecidos pelo sistema econômico. Essa visão de educação, no entanto, tem encontrado resistência em alguns setores da sociedade brasileira. Qual deve ser, então, o papel da educação no contexto atual? Como se alcançaria uma educação verdadeiramente libertadora?".
12 citações sobre educação que podem te ajudar na redação

8. Liberdade de expressão

"Diante dos ataques ao jornalismo que se manifestam em vários governos ao redor do mundo, além da gigantesca proporção que a internet tem tomado na produção de informações, verdadeiras ou falsas, o entendimento da liberdade de expressão é levado a uma nova fase: se todos os usuários do meio digital têm assegurado esse direito, como se deve administrar as consequências dos inúmeros discursos que podem circular na web e que tomam grandes dimensões em períodos muito curtos de tempo? Nesse embate, uma velha pergunta permanece: quais são os limites para a liberdade de expressão?".

Já a professora Flávia Radeke, do Colégio Master, apontou as possíveis temáticas:

9. Tecnologia

"O avanço tecnológico traz inúmeras melhorias e oportunidades à vida, mas também nos distancia da nossa “humanidade”, nos dessensibiliza para algumas questões indispensáveis ao convívio social. Estamos preparados para lidar com essa 'evolução'?"

10. Cultura da urgência

"Nossa organização de vida em sociedade mudou nossa percepção sobre o tempo, queremos tudo para ontem, pois precisamos ser produtivos. Um comportamento que teve início no ambiente laboral, em que era exigida a execução de multitarefas em um curto período de tempo para aumentar a produtividade da empresa, passou a protagonizar toda a nossa vida: fazemos tudo ao mesmo tempo enquanto aceleramos os áudios dos aplicativos de mensagens, encurtamos as respostas de conversas com “emojis”, exigimos respostas rápidas para tudo e somos cobrados constantemente também. Esse imediatismo origina doenças emocionais, como ansiedade, além de “afrouxar” os laços entre as pessoas. Para quê / para onde corremos tanto?".

E para finalizar a lista de possíveis temas, a professora Flávia e o professor Thiago consideraram também as reflexões a seguir:

11. Excesso de informações

"Nos últimos anos, a velocidade com que se propaga informação tem afetado a vida cotidiana de todos aqueles que participam do ambiente virtual. Não à toa, a palavra “infodemia” passou a ser reconhecida pela OMS (Organização Mundial da Saúde), em 2020, para caracterizar o excesso de informações, verdadeiras ou falsas, que tornam difícil a busca por conhecimentos confiáveis por parte dos usuários da internet. Em uma sociedade cada vez mais informatizada, cabem, então, algumas provocações: a humanidade está preparada para lidar com esse fenômeno? Quais são as consequências a que a infodemia pode levar?". professor Thiago
"Nunca tivemos tanto acesso à informação, mas nunca fomos tão “rasos” de conhecimento. A rapidez com que as informações chegam a nós anda na contramão da formação crítica consistente, fundamentada e questionadora, pois essas informações só têm eficácia se sabemos o que fazer com elas, se temos as ferramentas necessárias para interpretá-las, agregá-las à nossa bagagem e, somente assim, mudar a realidade à nossa volta." professora Flávia

12. Necropolítica

"Desde 2020, esse conceito, forjado pelo pensador camaronês Achille Mbembe, já tem ganhado destaque no entendimento político da sociedade. A pandemia de Covid-19 mostrou como governos têm a capacidade de determinar as oportunidades de sobrevivência de grupos sociais específicos – em outras palavras, de decidir quem vive e quem morre. Mais recentemente, a tomada de Cabul pelo Talibã também trouxe à tona o poder que um governo detém sobre a vida e a morte em uma população.  Essa reflexão pode levar a assuntos já abordados em outros temas da Fuvest: como são constituídas as relações de poder na nossa sociedade? Quem as determina? O que as explica?". professor Thiago
"Observa-se que a organização política de alguns países leva ao benefício de grupos sociais em detrimento de outros, os quais são negligenciados em muitos aspectos. Como exemplo disso, a pandemia da COVID-19 nos permitiu ver como os governos escolhem executar as medidas de proteção à vida e como organizam as oportunidades de sobrevivência para alguns grupos específicos. O tratamento dado à população carcerária, a grupos vulneráveis social e economicamente também permitem a reflexão sobre esse tema." professora Flávia

13. Relação entre ser humano e meio ambiente

"A ocorrência da COP-26 levou diplomatas de todo mundo a Glasgow, na Escócia, para discutir em tom de urgência o futuro da economia global em face das mudanças climáticas cada vez mais alarmantes. No Brasil, as manifestações contra o polêmico Marco Temporal Indígena, que estabelece quais terras devem pertencer a esses povos, levaram à discussão sobre a intrínseca relação, enraizada nas culturas indígenas, entre os recursos naturais e a população. No contexto em que vivemos, o embate entre o ser humano contemporâneo e meio ambiente é sempre uma constante. O que determina essa relação? Quais são as prioridades da sociedade: desenvolvimento econômico predatório ou sustentável". professor Thiago
"Vivemos em busca do crescimento econômico, mas para isso estamos sacrificando nossas fontes naturais de vida. Quais as consequências do desequilíbrio dessa relação?". professora Flávia

13 citações sobre meio ambiente para usar na redação

Ainda dá tempo de se preparar para a prova Redação?

Sim! Segundo o professor Felipe Leal, este é o momento para ler redações de nota alta e buscar repertórios mais amplos sobre o mundo contemporâneo, como Modernidade Líquida, de Zygmunt Bauman, e Sociedade do cansaço, de Byung-Chul Han.

Dicas para mandar bem na prova de Redação da Fuvest

Agora que você conhece o estilo de redação da Fuvest, veja outras dicas dos professores para você arrasar na prova:

              • Leia o enunciado da prova, a frase-tema e a coletânea com muita atenção, buscando compreender bem o enunciado e os caminhos para abordar a questão central;
              • Repertório externo: ler os textos de apoio, procurar subtemas e tratar as questões propostas nos textos de apoio;
              • Busque referências, frases de pensadores e trechos de literatura para ser utilizados e dar uma carga mais autoral à produção textual;
              • Sempre planeje seu texto antes de redigir o rascunho. Devido à amplitude dos temas, que têm caráter filosófico, nem sempre são claros os vieses de análise, situação que requer uma estratégia argumentativa por parte do candidato. Oriente-se por questões como: O que significa esse tema? Como essa questão funciona? Desde quando? Por quê? Quais as implicações em outras áreas do conhecimento? A quem interessa?;
              • Capriche na coesão, na conexão entre as partes do texto, e respeite a norma culta em todos os seus aspectos;
              • Releia e revise seu texto ao finalizar o rascunho antes de passá-lo a limpo, verificando se há diálogo claro com a questão indicada na frase temática.

              Calendário Fuvest 2022

                Aplicação da segunda fase
                16 e 17 de janeiro

                Prova de habilidades específicas
                20 a 22 de janeiro

                Divulgação da lista de aprovados
                11 de fevereiro

                Mostrando cursos em Veja mais vagas

                • Mensalidades a partir de

                  R$ 270,00
                  Ver Bolsas

                • {course} {university}

                  Mensalidades a partir de R$ 2400/mês

                Veja mais cursos

                Tags relacionadas:

                banner image banner image

                Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

                Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

                Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

                O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

                O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

                Feito com pela Quero Educação

                Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54