Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Profissões

Moda ou Design de Moda: há diferenças entre esses cursos?

por Brida Rodrigues em 22/06/18 9,5 mil visualizações

Atualizado em: 13/12/2019

profissionais de moda trabalhando com desenhos e peças de roupas

Não há diferenças entre os cursos de Moda e Design de Moda. Em todo curso de Moda está embutido o design, por isso, é até redundante chamar o curso de Design de Moda.  

Para esclarecer algumas dúvidas sobre a área, a Revista Quero conversou com a Jô Souza, que além de consultora de imagem é doutoranda em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP e docente em Styling no Senac e no Centro Universitário Belas Artes.

Veja também: Teste vocacional gratuito: descubra sua profissão ideal

Segundo a professora, o mais adequado seria que os cursos fossem intitulados somente como Moda e, dentro do curso, deveria ter a opção de o estudante aprofundar-se em estilismo, marketing, assessoria ou em consultoria de imagem, por exemplo.

Muitas pessoas se interessam para além das roupas expostas nas lojas. Elas querem fazer parte da construção de um estilo, querem criar tendências e influenciar o mundo, por meio da moda.

Se você é um dos apaixonados pela área ou apenas um simpatizante, confira a matéria sobre esse universo tão amplo.  

Curso de Moda

É importante esclarecer que a formação em Moda não é fácil, como muitas pessoas acreditam. O curso não se baseia somente em costura e desenho.

Veja também: Moda: o que esperar do curso?

A grade de conteúdo, na maioria dos cursos, contém história da Moda, cálculos, conhecimento têxtil, há aulas de softwares (Photoshop, Autocad, Illustrator, etc.), entre tantas outras atividades que variam dependendo da instituição.

A professora Jô explica que cada universidade tem sua especificidade, seu “DNA”. Cada uma permite que o aluno se especialize de acordo com suas competências e interesses pessoais na área que deseja atuar. Ou seja, cada instituição cria a própria grade curricular, o que a torna referência em uma especialidade.

Por exemplo, há escolas muito mais focadas no stylist ou design, tem outras focadas no mercado de negócio da moda, e as que buscam ser mais híbridas, que transitam nas mídias sociais, jornalismo, imagem e identidade da moda. A professora cita alguns exemplos;

Belas Artes: Competências transversais na busca de uma maturidade profissional para futuros mercados de moda e áreas afins.

Senac: uma forte base na modelagem e conhecimentos técnicos.

IED: Busca o desenvolvimento criativo com um DNA internacional. A moulage é muito diferenciada.

Santa Marcelina: foi visionária e formou bons profissionais, mas foi perdendo território para as outras escolas. Ainda é boa para o desenho e ilustração de moda.

Senai: competência técnica para trabalhar nas fábricas.

Encontrar bolsas de Moda

Porém, ela afirma que "o aluno é o protagonista da sua vida profissional, assim a escolha e a decisão depende de habilidades que podem ser potencializadas dentro e fora da sala de aula".

Como em todos as profissões, é essencial que o interessado na área faça uma pesquisa aprofundada. A cadeia de moda é muito grande e existem várias especificidades, que vão desde a plantação de algodão, a fiação, a elaboração e criação de um produto, a execução, a formulação da imagem até as estratégias vendas.

“Não podemos ser irresponsáveis em achar que moda é só futilidade e consumo”. Jô Souza

Um outro equívoco sobre a área é pensar que para iniciar essa graduação, obrigatoriamente, o aluno já precisa saber costurar ou desenhar.

Essas habilidades o estudante desenvolve na própria sala de aula. Para Jô, o que uma pessoa interessada pela área precisa ter, essencialmente, é criatividade. Ser criativo é fundamental para a profissão. O demais, o estudante aprende no decorrer do curso.  

Veja também:  15 cursos da área de humanas mais procurados do Brasil
Lista com 26 cursos de humanas

Diferença entre designer, estilista e ilustrador

Muitas pessoas desconhecem as reais atividades desses profissionais. Além disso, essa confusão também interfere no nome de alguns cursos, confundindo muitos estudantes na hora de fazer suas escolhas.

O primeiro passo é entender que o estilista é um designer, porém nem todo estilista é ilustrador, assim como nem todo ilustrador é um estilista.

Ainda não entendeu? Eu explico!  

Ilustrador: o ilustrador não tem a função de se preocupar com os detalhes de modelagem na sua produção artística (no seu desenho), pois isso é responsabilidade de quem confecciona um produto.

Designer: no caso, o designer é o responsável pela criação e confecção. Quando este faz o croqui (desenho/rascunho) de uma peça, ele tem a obrigação de se preocupar com a modelagem, detalhamento e características de sua produção, da sua ideia.  

Já o desenho, a arte de um ilustrador está ligada com sua expressividade. Ao se tornar um objeto concreto, a arte se torna o produto de design de moda. Para ficar ainda mais claro, vamos começar do princípio.

Rose Bertin foi a primeira modelista reconhecida e era responsável por vestir a Rainha Maria Antonieta. Na época, existiam os ilustradores, que desenhavam roupas, muita vezes, já existentes, para fins de registros em livros ou catálogos.  

Estilista: os estilistas, entretanto, eram reconhecidos por criar e confeccionar as próprias peças. Só mais tarde, no século XX, os estilistas foram reconhecidos e chamados de designers de moda.

Veja também: Casamento: saiba o que faz um estilista especializado em vestido de noiva

Jô explica que a construção e a ideia de um produto é responsabilidade do estilista ou designer de moda, que vai pensar nos modelos da coleção, no desenho e no planejamento de tudo.

Contemporaneidade

Em seguida, nos procedimentos de hoje temos os modelistas e os pilotistas, que trabalham na fase de execução destes produtos. Logo após, o produto é passado para o marketing e gestão de compras, para que ele seja oferecido e vendido no mercado.

O profissional de moda com foco em vendas é conhecido como um especialista em vitrine. Presencialmente, ele cuida da venda e das estratégias. Ele faz o catálogo e pode gerenciar as mídias sociais, principalmente, para que ocorram as vendas via e-commerces. Esse profissional também usa técnicas de marketing para que possa ter sucesso em vendas e no conceito, na imagem do produto exposto.

Mostrando cursos em Veja mais vagas

  • Mensalidades a partir de

    R$ 270,00
    Ver Bolsas

  • {course} {university}

    Mensalidades a partir de R$ 2400/mês

Veja mais cursos

Mercado de trabalho

Jô explica que o mercado atual está passando por uma grande crise com a entrada da China. Para ela, o mercado carece de mão de obra especializada para que o produto seja de qualidade e tenha um acabamento elaborado, desejado pelo mercado.

Veja também: +Profissões que mais empregam no Brasil
+Veja quais profissões mais contrataram em 2019
+27 profissões do futuro: veja quais são as possíveis novidades para os próximos anos

Ela acredita que para ampliar as oportunidades é interessante as pessoas investirem em educação, irem além da graduação. “Fazer um curso de mandarim e investir em experiências internacionais são alternativas para que, de fato, mais profissionais consigam uma boa colocação no mercado de trabalho”.

“O mercado procura pessoas fora da caixa, criativas, que tenham saídas diferentes, que encontrem luz nas crises”, Jô Souza.

Um outro espaço em que muitas profissões têm investido é a comunicação e as redes sociais. Na moda, além desses campos, a especialização em comércio tem sido muito interessante, já que é uma competência de extrema importância para o sucesso do trabalho do profissional da moda. Seja para vender seus produtos ou na divulgação do seu trabalho.

Veja também: 12 filmes para quem ama Moda

Onde estudar?

Decidiu que o curso de Moda ou Design de Moda são as graduações para você na faculdade?

Veja abaixo uma lista com algumas universidades que oferecem bolsas de estudo para esses cursos:

As bolsas de estudo não exigem algum critério socioeconômico nem comprovação de renda para que estudantes possam ser selecionados.

Tags relacionadas:

banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Você pretende trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
ALERTA DE VAGAS i-close
Para se dedicar integralmente aos estudos é sempre bom economizar.Money c94fde8014ac9b0d5ad05d244e1821fb246018cdc3570b09f72c25fde99f7b1a

Gostaria de ser avisado sempre que uma vaga estiver disponível aqui no site Quero Bolsa?

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você encontra as melhores vagas em diversos turnos, até mesmo ensino a distância.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Você pretende trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54