Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Profissões

Não quero fazer o curso desejado pelos meus pais. E agora?

por Maria Fernanda Alves em 23/07/19 190 visualizações

Você passou pelo seu processo de escolha profissional e, no final dessa jornada, decidiu por um curso e estava feliz da vida até descobrir que sua família não concorda com sua decisão?


Essa é a realidade de muita gente, principalmente de quem está saindo direto do Ensino Médio para ingressar na faculdade, pois dependem dos pais em muitos aspectos, principalmente na questão financeira.

Os pais, durante a trajetória escolar dos filhos, criam infinitas expectativas, principalmente quando envolve investimento financeiro (escolas particulares, cursinhos, material didático, etc) e podem acabar depositando nos filhos essa necessidade de retribuição.

Mas é importante que você esteja ciente de que é a SUA carreira que está em questão. Você que estará diariamente na faculdade lidando com as disciplinas, professores, estágio e depois no mercado de trabalho, portanto é preciso tomar as rédeas da escolha.

escolha profissional

Não ter o poder de decisão sobre qual caminho é realmente frustrante e pode gerar muita revolta, mas, se você está passando por essa situação, vai precisar ser paciente e fazer o uso de toda a sua maturidade. Veja algumas dicas que podem te ajudar a resolver esse conflito da melhor forma com seus pais.

  1. É importante pensar um pouco como eles

    Seja você um filho planejado ou um "acidente", seus pais fizeram grandes esforços e concessões para que você tenha a educação que tem hoje, portanto entenda o quão importante o seu momento de escolha profissional é para eles.

    Tente se imaginar na posição dos seus pais, considerando toda a trajetória da sua família até o momento atual e seja empático.  Atenção: ser empático não significa aceitar e abaixar a cabeça, é apenas um exercício para diminuir a tensão durante as conversas.

    Seus pais não querem que você sofra e seja infeliz em uma profissão, mas muitas vezes eles apenas não conhecem os sonhos do filhos. Eles não são seus inimigos.

  2. Busque entender a motivação dos seus pais

    É importante saber o que levou seus pais ou sua família pensar que determinadas profissões seriam uma boa escolha para você.

     


    Alguns pais querem que os filhos sigam a mesma profissão ou façam cursos de gestão para administrar negócios da família, tem também alguns pais que passaram por dificuldades financeiras e querem que os filhos sigam em profissões que tenham alta remuneração, dentre tantas outras motivações.

    Entender o porquê de seus pais acharem tão importante que você siga a profissão desejada por eles é um excelente começo. Deixe que falem sobre as preocupações, sonhos e desejos, esteja aberto para ouvi-los.

  3. Permita que eles te conheçam melhor

    Durante a adolescência é normal se afastar um pouco dos pais, buscando, aos poucos, independência emocional. Tudo isso faz parte do processo de formação de identidade, mas esse afastamento faz com que seus pais deixem de saber coisas maravilhosas sobre você, inclusive seus interesses profissionais.

    Não é porque eles te acompanham desde sempre que te conhecem como você se conhece, você vive muitas coisas sem eles e cada vivência te transforma. Compartilhe com eles experiências que teve, livros que leu, vídeos que viu, tudo que te fez acreditar que determinadas carreiras são ideais para você e quais não são.

    Você pode falar abertamente com eles porque os cursos sugeridos (ou impostos) por eles não são uma boa ideia para você. Deixe que eles saibam que você não será feliz seguindo tal caminho e aborde os motivos que te fazem crer nisso.

  4. Mostre que você tem maturidade para decidir seu caminho

    A melhor forma de fazer com que seus pais aceitem com tranquilidade que você quer seguir uma rota diferente do que eles planejaram para você é mostrando que é maduro para tomar tal decisão.

    Pesquise sobre os cursos que você gostaria de fazer, sobre as possibilidades de carreira, mercado de trabalho, converse com profissionais da área e mostre para seus pais que está confiante da sua escolha profissional.

    Um ponto importante é você se mostrar ciente dos bônus e ônus dessa escolha, retorno financeiro, carga de trabalho, se exige formação contínua, viagens, etc. Mostre que você sabe o que está fazendo, eles sentirão muito mais segurança e passarão a te ver como um adulto em formação. 

Mas e se eu ainda não souber o que quero?

Se a única certeza que você tem é de que não quer seguir o que seus pais planejaram para você também não precisa entrar em desespero.

A saída é a mesma: diálogo. Chame seus pais para uma conversa e conte a eles como se sente perdido e preocupado. Faça com que eles saibam o porquê não gostaria de seguir o curso que eles desejam e diga que ainda não se sente confiante para abraçar uma decisão tão importante, mas que é uma decisão que cabe a você.

Se os seus pais mostrarem abertura, peça ajuda. Eles podem conhecer diversos profissionais, pessoas com histórias de vida que podem te influenciar, enfim, a ajuda deles pode ser meio caminho andado até a sua escolha final.

Meus pais estão determinados e não me escutam

Se a sua escola ou cursinho tiver um psicólogo ou orientador disponível, pergunte se podem mediar uma conversa com eles. Caso isso não seja possível, encontre algum familiar ou amigo da família que seus pais respeitem para que possam conversar.

Mesmo que eles pareçam irredutíveis no começo, não desista de fazer que eles entendam como se sente desconfortável com essa situação. Deixe claro que esse é um dos momentos mais importantes da sua vida e que precisa contar com o apoio deles, e que impor um caminho diferente do que você sonha não ajuda e torna as coisas muito mais difíceis.  


E aí, você gostou do texto? Conte aqui nos comentários se te ajudamos :)

banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Você pretende trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
ALERTA DE VAGAS i-close
Para se dedicar integralmente aos estudos é sempre bom economizar.Money c94fde8014ac9b0d5ad05d244e1821fb246018cdc3570b09f72c25fde99f7b1a

Gostaria de ser avisado sempre que uma vaga estiver disponível aqui no site Quero Bolsa?

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você encontra as melhores vagas em diversos turnos, até mesmo ensino a distância.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Você pretende trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54