Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Biologia

Fruto - Partes da Planta

William Mira
Publicado por William Mira
Última atualização: 20/9/2018

Introdução

O fruto é uma estrutura presente apenas nas angiospermas, com a função principal  de proteger as sementes. Surge, geralmente, após a fecundação, a partir do desenvolvimento do ovário vegetal.

Dessa forma, é importante diferenciar o termo fruto de fruta.

Fruto

É a parte do vegetal oriunda do desenvolvimento do ovário e que tem como função proteger e cobrir as sementes.

Fruta

Não possui um significado botânico, mas sim popular e refere-se a parte suculenta, adocicada e comestível do vegetal, não necessariamente descendendo do ovário.

Portanto, nem toda fruta é um fruto, como por exemplo, a maçã e o caju que são os chamados pseudofrutos. E também nem todo fruto é considerado uma fruta, como o caso do tomate que não é chamado de fruta, embora seja formado a partir do desenvolvimento do ovário.

📚 Você vai prestar o Enem 2020? Estude de graça com o Plano de Estudo Enem De Boa 📚

Formação do Fruto

Após o encontro dos gametas (Oosfera [feminino] + Núcleo espermático [masculino]) através da fecundação gerando um zigoto que mais tarde se desenvolve em embrião, este começa a liberar hormônios vegetais que modificam as estruturas ao seu redor.

O óvulo se modifica gerando as sementes e o ovário sofre hipertrofia alterando seu tamanho, cor, sabor e tornando-se o fruto.

Os frutos envolvem as sementes enquanto estão em processo de maturação. Quando as sementes estão prontas para germinar, os frutos amadurecem tornando-se aptos para serem ingeridos ou se abrindo para liberar as sementes no solo.

O fruto está mais relacionado com o desenvolvimento do ovário que com a fecundação. Por isso, existem frutos que não possuem sementes, pois se desenvolvem mesmo sem a fecundação.

Um exemplo disso é a banana. O fruto formado do desenvolvimento do ovário não-fecundado é chamado de fruto partenocárpico ou partenocárpio.

Banana, um exemplo de fruto partenocárpio.Banana, um exemplo de fruto partenocárpio.
🎓 Você ainda não sabe qual curso fazer? Tire suas dúvidas com o Teste Vocacional Grátis do Quero Bolsa 🎓

Estrutura

O fruto, sendo derivado da flor, pode ser dividido em duas partes fundamentais: O pericarpo, sendo o fruto propriamente dito, muitas vezes suculento e de aroma ou sabor característico, e a semente que armazena e protege o embrião.

O pericarpo pode ainda ser subdividido em três camadas:

  • Epicarpo: Parte mais externa do fruto chamada popularmente de casca e que possui função de revestimento do fruto.
  • Mesocarpo: Localizado após o epicarpo, é a parte mais desenvolvida e nutritiva do fruto, sendo geralmente a parte comestível.
  • Endocarpo: Localizado mais no interior do fruto é a camada que recobre a(s) semente(s).

Estrutura dos frutos.Estrutura dos frutos.

Função

A função principal dos frutos é revestir e proteger as sementes enquanto o embrião ainda está se desenvolvendo.

Além disso, os frutos também apresentam função de dispersão das sementes, desempenhando importante papel atraindo agentes dispersores que se alimentam do fruto e acabam dispersando a semente através das fezes em outro local, contribuindo assim para a perpetuação da espécie e germinação da planta em novos ambientes.

É importante diferenciar agentes polinizadores de agente dispersores. Os agentes polinizadores atuam na flor dos vegetais transportando o grão de pólen para a estrutura reprodutora feminina. Os agentes dispersores atuam no fruto, transportando semente para outras regiões.

Classificação dos Frutos

Os frutos apresentam diversos fatores e características que são utilizadas para sua classificação.

A classificação mais comum é quanto ao desenvolvimento do ovário. Os frutos podem ser, dessa forma, simples, compostos ou múltiplos.

Frutos Simples

Frutos originados do desenvolvimento de um só ovário presente em uma única flor.

Os frutos simples podem ainda ser subdivididos quanto ao tipo em:

Carnosos

Possuem pericarpo rico em água e substâncias nutritivas. Podem ser classificados em:

  • Bagas: Possuem geralmente várias sementes e de fácil separação do fruto. Exemplo: goiaba e mamão.

mamão como exemplo de baga.Mamão como exemplo de baga.

  • Drupas: Possuem um endocarpo duro que envolve a semente. Geralmente possuem uma ou poucas sementes que são chamadas popularmente de caroço. Exemplo: azeitona e abacate.

abacate, um fruto que é uma drupa.Abacate, um fruto que é uma drupa.

Secos

Aqueles que possuem pericarpo com pouca água e nutrientes. Nesses frutos, os nutrientes estão concentrados nas sementes. Como são pobres em água, são pouco atrativos aos agentes dispersores podendo apresentar outras formas de dispersão das sementes. Os frutos secos podem ser classificados quanto a abertura do pericarpo em:

  • Frutos deiscentes: Aqueles em que o pericarpo se abre após o amadurecimento para a liberação das sementes no solo. Exemplo: castanha.

Castanha como exemplo de fruto seco deiscente.Castanha como exemplo de fruto seco deiscente.

  • Frutos indeiscentes: O pericarpo não se abre naturalmente. Exemplo: arroz.

Arroz como fruto indeiscente.Arroz como fruto indeiscente.

Frutos Compostos

Os frutos compostos se originam do desenvolvimento do receptáculo de uma única flor que contém vários carpelos e, consequentemente, vários óvulos. Também são conhecidos como frutos agregados Exemplo: morango.

Morango, um fruto composto.Morango, um fruto composto.

Frutos Múltiplos

Também chamados de infrutescência, são os frutos originados de uma inflorescência, a partir de muitos ovários de flores diferentes que quando fecundados acabam se fundindo, formando uma estrutura única. Exemplos: figo, abacaxi e amora.

Abacaxi, uma infrutescência.Abacaxi, uma infrutescência.

Número de Sementes

Os frutos podem ainda serem classificados quanto ao número de sementes que possuem.

  • Monospérmicos: Frutos que apresentam uma única semente. Exemplo: abacate.
  • Polispérmicos: Frutos que apresentam mais de uma semente. Exemplo: mamão.

Pseudofrutos

Há ainda os pseudofrutos, chamados popularmente de frutas por se assemelharem a elas, mas que em termos botânicos, não são frutos, isto é, não são originários do desenvolvimento do ovário, mas sim de outras estruturas da flor.

Por exemplo, a parte carnosa e comestível do caju é formada a partir do desenvolvimento do pedúnculo floral, estrutura que sustenta a flor e a liga no caule. A fruta do Caju é a castanha, também consumida, mas popularmente chamada erroneamente de caroço.

Caju como pseudofruto, sendo gerado a partir do desenvolvimento do pedúnculo floral.Caju como pseudofruto, sendo gerado a partir do desenvolvimento do pedúnculo floral.

Outro exemplo de pseudofruto é a maçã que é formada a partir do desenvolvimento do receptáculo floral, que tem como função inicial sustentar os verticilos florais. O fruto da maçã é a porção interna mais próxima das sementes que geralmente não é consumida por ser muito dura.

Exemplo de pseudofruto como a maçã, que é originada do desenvolvimento do receptáculo floral.Exemplo de pseudofruto como a maçã, que é originada do desenvolvimento do receptáculo floral.


Exercícios

Exercício 1
(UFRS/1998)

Assinale a alternativa que apresenta, do ponto de vista botânico, apenas frutos:  

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...