Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Biologia

Hipófise

Jéssica Maciel
Publicado por Jéssica Maciel
Última atualização: 25/9/2018

Introdução

A hipófise, pituitária ou glândula mestra é uma glândula do sistema endócrino, mede aproximadamente 1 centímetro de comprimento e pesa menos de meio grama. Ela está situada no cérebro em sua face inferior, abaixo do hipotálamo. A hipófise possui diversas funções relacionadas ao controle e a produção de hormônios.

Função

Diversas funções são atribuídas a hipófise: além de controlar outras glândulas, a hipófise também tem contribuição no bom funcionamento do metabolismo e na produção de diversos hormônios.

Algumas funções do organismo também são de responsabilidade da hipófise. O processo de crescimento, que é ditado pelo hormônio do crescimento (GH) ou a secreção do leite materno através dos seios ditada pela ocitocina são exemplos dessas responsabilidades.

Divisão

A hipófise é dividida em duas regiões diferentes: o lobo anterior, também denominada adeno-hipófise e o lobo posterior, ou neuro-hipófise. Cada uma dessas regiões tem origem em células diferentes sendo a adeno-hipófise originária de células epiteliais e a neuro-hipófise originária de células nervosas.
 Entre a adeno-hipófise e a neuro-hipófise pode ser encontrada uma região intermediária que, nos humanos, não é desenvolvida de modo que não apresenta funcionamento.

Neuro-hipófise

A neuro-hipófise é uma extensão do encéfalo. Não participa da produção de hormônios mas armazena e secreta dois importantes neuro hormônios, o ADH e a ocitocina:

  • Antidiurético - ADH (ou vasopressina): O ADH é o hormônio responsável pela reabsorção de água quando ela passa pelos rins. Quando acontece a interrupção da produção de ADH por longos períodos, o organismo falha em reabsorver a água e acaba eliminando-a pela urina. Em casos como esse há também elevada perda de sais minerais e glicose o que caracteriza um tipo de diabetes denominada diabetes insipidus.
  • Ocitocina: A ocitocina é um hormônio atuante na estimulação da musculatura do útero. No momento do parto esse hormônio auxilia no processo de nascimento do feto. Conforme o útero se contrai a neuro-hipófise é estimulada a secretar mais ocitocina, o que por sua vez aumenta as contrações do útero, esse mecanismo é chamado de feedback positivo. A ocitocina também é responsável por promover a ejeção do leite materno: ela estimula a musculatura das  glândulas mamárias de modo que o leite seja ejetado.

Adeno-hipófise

Na adeno-hipófise a secreção de hormônios é influenciada diretamente pela secreção e liberação dos hormônios que passam pelo hipotálamo no sistema porta. Os hormônios secretados pela adeno-hipófise são:

  • Somatotrofina (GH) ou Hormônio do Crescimento: O GH é uma proteína que estimula o desenvolvimento dos tecidos e atua na regulação do metabolismo. Quando na infância ocorre falta de GH o indivíduo desenvolve o nanismo, uma vez que seu crescimento é deficiente. Por outro lado, quando na infância ocorre excesso de GH, o indivíduo desenvolve o gigantismo.
  • Prolactina: A prolactina é o hormônio responsável pelo aumento das mamas nos períodos de gravidez e amamentação, e pela produção do leite materno pelas glândulas mamárias.
  • Gonadotrofina: A gonadotrofina é um hormônio que atua sobre os testículos (homem) ou ovários (mulher). A presença dela nessas estruturas provoca efeitos fisiológicos como a síntese de outros hormônios. As gonadotrofinas são o LH (hormônio luteinizante) e o FSH (hormônio foliculoestimulante).
  • Tireotrofina ou hormônio tireotrófico (TSH): A tireotrofina é o hormônio responsável por estimular a tireóide para a produção de hormônios.
  • Hormônio adrenocorticotrófico ACTH: O ACTH é o hormônio responsável por estimular a produção de hormônios das suprarrenais.

Sistema Porta-Hipofisário

A hipófise e o hipotálamo apresentam profunda relação por serem locais de interação entre o sistema endócrino e o sistema nervoso. Toda atividade secretora da hipófise é regulada pelo hipotálamo. Alguns dos hormônios do hipotálamo são conduzidos à adeno-hipófise pelo sistema porta (sistema circulatório que se estende do hipotálamo até a adeno hipófise).

Ilustração da localização hipófise no encéfalo, assim como sua forma e divisão  (adeno-hipófise e neuro-hipófise)  Ilustração da localização hipófise no encéfalo, assim como sua forma e divisão  (adeno-hipófise e neuro-hipófise).


Exercícios

Exercício 1
(UNEB)

Um déficit de água no sangue estimula certas células no hipotálamo que, por sua vez, levam a hipófise a liberar:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...

Veja também

BIOLOGIA
Baço
Baço
BIOLOGIA
Boca
Boca
BIOLOGIA
Cerebelo
Cerebelo
BIOLOGIA
Corpo Humano
Corpo Humano
BIOLOGIA
Encéfalo
Encéfalo
BIOLOGIA
Esôfago
Esôfago
BIOLOGIA
Estômago
Estômago
BIOLOGIA
Faringe
Faringe
BIOLOGIA
Fígado
Fígado
BIOLOGIA
Hemoglobina
Hemoglobina
BIOLOGIA
Intestino Delgado
Intestino Delgado
BIOLOGIA
Intestino Grosso
Intestino Grosso
BIOLOGIA
Laringe
Laringe
BIOLOGIA
Leucócitos
Leucócitos
BIOLOGIA
Nariz
Nariz
BIOLOGIA
Neurônio
Neurônio
BIOLOGIA
Órgãos do Corpo
Órgãos do Corpo
BIOLOGIA
Ovários
Ovários
BIOLOGIA
Pâncreas
Pâncreas
BIOLOGIA
Pênis
Pênis
BIOLOGIA
Sistema Digestivo
Sistema Digestivo
BIOLOGIA
Sistema Endócrino
Sistema Endócrino
BIOLOGIA
Sistema Excretor
Sistema Excretor
BIOLOGIA
Sistema Imunológico
Sistema Imunológico
BIOLOGIA
Sistema Nervoso
Sistema Nervoso
BIOLOGIA
Sistema Nervoso Central
Sistema Nervoso Central
BIOLOGIA
Sistema Nervoso Periférico
Sistema Nervoso Periférico
BIOLOGIA
Sistema Nervoso Simpático
Sistema Nervoso Simpático
BIOLOGIA
Sistema Reprodutor
Sistema Reprodutor
BIOLOGIA
Sistema Reprodutor Feminino
Sistema Reprodutor Feminino
BIOLOGIA
Sistema Reprodutor Masculino
Sistema Reprodutor Masculino
BIOLOGIA
Sistema Respiratório
Sistema Respiratório