Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Biologia

Tecido adiposo

Jéssica Maciel
Publicado por Jéssica Maciel
Última atualização: 12/10/2018

Introdução

O tecido adiposo é um tecido que tem origem na mesoderme do embrião. Ele é caracterizado por ser uma variedade do tecido conjuntivo em que predomina a existência de adipócitos, células adiposas capazes de acumular lipídios.

Esse tecido se localiza principalmente na hipoderme, região localizada logo abaixo da pele. O tecido adiposo modela o corpo e atua como barreira térmica entre o organismo e o ambiente externo.

Função

Além de modelar a superfície do corpo, o tecido adiposo auxilia no isolamento térmico e, assim, auxilia na manutenção da temperatura do organismo.

É, também, uma grande reserva energética do corpo humano, já que os triglicerídeos acumulados no tecido adiposo são utilizados no fornecimento de energia ao organismo, nos momentos em que o indivíduo não está se alimentando.

Por fim, o tecido adiposo também é um importante fator de proteção do organismo contra choques mecânicos.

Embora o tecido adiposo seja importante para o ideal funcionamento do organismo, seu excesso pode ser motivo de complicações. Quando o indivíduo não consegue gastar, com suas atividades diárias, energia suficiente para compensar sua ingestão de alimentos, o organismo transfere o excesso de energia para a formação de lipídios, depositados no tecido adiposo.

Essa deposição de lipídios aumenta o peso e o volume do corpo, o que em situações avançadas implicam em alterações na morfologia, bem como na sobrecarga dos órgãos internos, que, assim, necessitam trabalhar mais para conseguir cumprir com a maior necessidade de oxigenação do corpo.

Classificação

O tecido adiposo pode ser dividido em duas classificações, a depender de sua distribuição corporal, de sua estrutura e da fisiologia.

O primeiro deles é o tecido adiposo amarelo ou unilocular. Nele, estão células que, quando completamente desenvolvidas, só são capazes de armazenar uma única gota lipídica, que ocupa quase todo o citoplasma.

O segundo é chamado de tecido adiposo marrom ou tecido adiposo pardo. Sua principal característica é o grande número de mitocôndrias presente em seu interior, bem como sua capacidade de armazenar inúmeras gotículas de lipídios.

Tecido adiposo unilocular ou branco

Esse tecido é assim chamado devido suas células, que apresentam uma gotícula de gordura predominante, que preenche seu citoplasma quase que totalmente.

A camada de gordura existente logo abaixo da pele (panículo adiposo) é a região exata que absorve os impactos e atua como barreira térmica. Nos adultos, a distribuição do tecido adiposo branco é ditado por hormônios que controlam onde ocorrerá o acúmulo de gorduras.

Tecido adiposo multilocular ou marrom

As células adiposas marrons tem essa cor devido à alta quantidade de mitocôndrias presente nelas e à alta irrigação por vasos sanguíneos. Essas mitocôndrias são usadas para o aumento do calor em resposta ao frio.

Quando é o caso de animais hibernantes, como os ursos, a camada adiposa marrom é substancialmente maior em relação às camadas dos outros animais. Isso se deve ao fato desse tecido adiposo ser capaz de armazenar energia e de manter o calor do corpo durante longos períodos.

Nos recém-nascidos, o tecido adiposo marrom tem grande importância no processo de adaptação do bebê em um novo ambiente mais frio.

Deposição de lipídeos

A maior quantidade de energia armazenada no corpo humano está acumulada no tecido adiposo em forma de triglicérides. Embora o corpo humano seja capaz de armazenar energia em outros tipos de células, só a camada adiposa é capaz de armazenar triglicerídeos.

Outros tipos de células armazenam energia em forma de glicogênio. Em termos de eficiência energética, os triglicerídeos conseguem fornecer aproximadamente o dobro de energia que o glicogênio forneceria.

Os triglicerídeos podem ser obtidos de 3 formas:

  • Alimentação: os triglicerídeos podem ser obtidos através da alimentação, sendo armazenados nas células adiposas.
  • Fígado: os triglicerídeos podem ser obtidos no fígado, de onde serão transportados até os adipócitos.
  • Glicose: os triglicerídeos podem ser obtidos a partir da glicose nas próprias células adiposas.

Exercícios

Exercício 1
(UFRGS/2004)

Considere as afirmações abaixo sobre o tecido conjuntivo adiposo em seres humanos.

  • Ele é originado a partir de células do ectoderma do embrião.
  • Um súbito emagrecimento provoca a redução do número de adipócitos no corpo.
  • Crianças recém-nascidas são protegidas do frio pela presença de um tecido adiposo multilocular, rico em mitocôndrias.
  • Quais estão corretas?

    Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

    Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

    Carregando...