Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Idiomas

13 dicas para aprender a falar inglês

por Natália Plascak Jorge em 13/03/19 2,9 mil visualizações

Muita gente sabe que aprender a falar inglês é um verdadeiro desafio. É preciso ter em mente que serão horas de estudo e muita dedicação para conseguir a tão sonhada fluência no idioma.

Algumas práticas podem ajudar a agilizar esse processo e fazer com que o medo e nervosismo sejam finalmente colocados de lado.

Mas, de uma coisa não há como fugir: a melhor maneira de aprender a falar inglês é falando, ou seja, prática, prática e mais prática. E o primeiro passo disso tudo é muita escuta eficaz.

A seguir, confira as formas mais atualizadas, experimentadas e testadas que são capazes de melhorar essa habilidade de falar tão temida pelos estudantes da língua.

13 dicas para aprender a falar inglês

  1. Dê adeus à timidez


    Se a timidez é um problema para você, tente relaxar e respirar profundamente antes de começar a falar. Comece praticando com alguém da sua confiança (um amigo ou professor compassivo (não seu chefe!). Inicie a conversa com perguntas, assim você passa a bola para a outra pessoa e ganha tempo para controlar a conversa.
  2. Aprenda gramática


    Certifique-se de aprender gramática antes da conversa, porque isso permitirá que você se concentre em sua fala e pronúncia com menos distrações e preocupações.
  3. Aguce os ouvidos



    Dedique um tempo para melhorar suas habilidades auditivas. Isso ajuda muito no desenvolvimento de habilidades de fala produtivas, assim como a leitura faz para a escrita. Lembre-se: você aprendeu sua primeira língua ouvindo, não é mesmo?
  4. Esteja preparado


    Se puder, prepare-se para o que você vai falar. Conheça o assunto e o vocabulário relevante, pois isso também contribui para o aumento da sua confiança.
  5. Pense em inglês


    Tente começar a pensar em inglês. Isso vai evitar a necessidade de tradução e aumentar a fluência.
  6. Fale consigo mesmo



    Responda algumas perguntas de conversação diariamente, diga o que você vê ou o que você está fazendo.
  7. Pratique shadowing



    A técnica conhecida como shadowing consiste basicamente em copiar, ou seja, ouvir e depois repetir ao mesmo tempo. Isso treina seus ouvidos para ouvir atentamente a maneira como as coisas são ditas, como entonação, ritmo e pausas, melhorando a pronúncia e o sotaque. Também ajuda a treinar o movimento dos músculos da boca.

    Em primeiro lugar, se você tiver uma cópia escrita do texto, aprenda qualquer vocabulário e conheça bem o texto escolhido, que deve estar de acordo com o seu nível de inglês. Então, ouça o discurso e leia o texto - ao mesmo tempo. À medida que avança, tente remover a versão escrita para ouvir e falar (não há leitura envolvida). Um texto deve ser material suficiente para praticar por uma semana, se você se dedicar a fazê-lo diariamente. As fontes podem incluir audiolivros ou letras de música e até programas de TV, filmes, programas de rádio ou podcasts. Fique atento! No começo, provavelmente será bem difícil. A chave para o sucesso é a repetição contínua até que você esteja confortável replicando o original. Grava-se fazendo a tarefa e reproduza para ouvir seu progresso.
  8. Pratique a imitação



    Para isso, repita e conte um texto que ouviu usando paráfrase e reported speech. Tente imitar o que você ouve, variando a duração do que você está repetindo do nível de frases para seções maiores do discurso, com o intuito de variar a dificuldade da atividade. Os benefícios disso: aprendizado de gramática e vocabulário por meio da aprendizagem implícita - desconhecendo o aprendizado. Você deve procurar também imitar as emoções originais do texto do falante nativo.
  9. Aprenda o alfabeto fonético


    Conhecer o alfabeto fonético permitirá procurar a pronúncia de qualquer palavra de um dicionário. Para isso você pode usar aplicativos como “Sounds”, da Macmillan. Em sua versão premium você pode procurar, ouvir e gravar palavras da lista de palavras e praticar suas habilidades de pronúncia, testando-se com questionários, usando o escritor fonêmico, recebendo dicas e vídeos. 
  10. Concentre-se na pronúncia


    Para focar ainda mais a pronúncia, incluindo consoantes, vogais, padrões de estresse e entonação, a prática deve incluir sons individuais, pares mínimos e trava-línguas. Você poderia investir em um livro de pronúncia ou procurar algumas atividades gratuitas online.
  11. Treine


    Procure um grupo local que fale inglês, existe um pub inglês na sua cidade? Talvez, você mesmo possa começar a formar o seu próprio grupo para treinar o inglês.
  12. Converse



    Realize conversas online com um nativo em inglês. Sites como italki.com, palfish.com ou englishninjas.com podem ajudar nessa hora. 
  13. Mergulhe de cabeça


    Se você tiver a oportunidade, vá morar fora ou viajar para um país de língua inglesa. Isso pode dar aquela turbinada no seu inglês já que você estará imerso no idioma de uma forma bastante intensa.

Fonte: professora nativa, a inglesa Raquel Roberts.

Como começar 

Depois de dar uma olhada em todas essas dicas, a dúvida que pode ficar martelando na sua cabeça é: por onde posso começar?

Segundo a Raquel, você pode responder a esta pergunta: quando foi a última vez que você falou inglês, com quem, onde, por que e do que você falou?

Esse será um pontapé importante para aprender a falar inglês e deixar esse fantasma de lado. Pronto para começar?

Bolsa de estudo para cursos de Inglês

banner image banner image

O que você achou deste artigo?

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54