logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Curiosidades

Acento ou assento: como se escreve?

por Mathias Sallit em 11/03/20

"Acento de voo cai e ninguém se machuca". A manchete poderia estar anunciando uma tragédia. Porém, não se tratava de um título do caderno policial de um jornal, e sim uma parceria entre o Dicionário Aurélio e o jornal Extra na época da Reforma Ortográfica.

Encontre bolsas de estudo de até 80%

Em 2009, quando a nova ortografia entrou em vigor oficialmente, o dicionário e o jornal lançaram a campanha para que leitores entendessem com bom humor o que havia mudado na Língua Portuguesa. No caso, a chamada acima queria informar que a palavra voo (vôo, antes da reforma) não receberia mais o acento circunflexo.

Assento ou acento como se escreve - Revista Quero
Quem perdeu o acento foi a palavra voo; não há nada de errado com os assentos do avião!

Mas para entender que se tratava de uma piada com as novas normas do português, o leitor precisaria saber a outra parte do jogo de palavras. Como se escreve: acento ou assento?

As duas formas estão corretas para a língua portuguesa. Mas quem leu o título precisaria saber o que significa cada uma e em quais casos são usadas. Casos como esse, em que as palavras são pronunciadas de forma igual mas apresentam grafia e significados diferentes, são chamados homófonos.

Leia também:
+ Relembre as principais mudanças do Novo Acordo Ortográfico
+ Teste de português: veja quantas palavras você acerta

Uso correto de acento

Para a manchete do jornal não ser referir a uma tragédia, o termo usado foi "acento". Quando usada a letra "C", esse substantivo se refere aos sinais gráficos de pontuação das palavras para indicar suas sílabas tônicas.

  • Acento agudo;
  • Acento grave;
  • Acento circunflexo.
Exemplo:
Com a reforma ortográfica, não há mais acento circunflexo na palavra "voo".

Uso correto de assento

O substantivo "assento", quando grafado com "SS", é sinônimo de cadeira, poltrona ou banco para sentar. 

Exemplos:
+ O assento do avião é muito confortável.
+ O assento da sua passagem é o 42.
+ Ofereci o meu assento à mulher que estava grávida.
+ Ao fundo do ônibus estão os assentos reservados.
+ O meu assento é ao lado do seu na viagem.

O verbo "assentar"

A forma da conjugação do verbo "assentar" na primeira pessoa do singular do presente do indicativo é "assento".

Os significados do verbo podem variar. Alguns sinônimos podem ser "colocar", "anotar", "fixar", "acomodar".

Exemplos:
+ Daqui a pouco assento vocês na sala de estar.
+ É neste sítio onde assento as famílias que estavam desabrigadas.
+ Eu assento as inscrições realizadas neste caderno.

Conseguiu entender a diferença e quando cada palavra deve ser usada? Aproveite para tirar outras dúvidas de português na série da Revista Quero, "Como se escreve".

Saiba também:
De repente ou derrepente?
Faz ou Fazem?
Onde ou aonde?
Havia ou Haviam?
Conserto ou Concerto?
+ Como se escreve? Tire suas dúvidas de português

O que são palavras homônimas?

Homônimas são as palavras que têm grafia e sons parecidos, mas possuem o significado diferente. Elas podem ser de três tipos. Confira:

  • Homófonas: possuem a mesma sonoridade, mas se diferem no significado e na escrita, como é o caso de  "acento" e "assento", cinto (acessório) e sinto (verbo sentir).

  • Homógrafas: possuem a mesma grafia, mas a sonoridade e o significado são diferentes. Exemplo: boto (golfinho) e boto (verbo);

  • Perfeitas: já as palavras perfeitas são aquelas que possuem a mesma sonoridade e grafia, mas têm um significado diferente. Exemplo: manga, que pode ser a fruta ou parte da camisa.

Manual do Enem

Quer arrasar no Enem e em outros vestibulares? Na plataforma Manual do Enem você encontra textos, vídeo-aulas e exercícios das matérias mais cobradas nas provas. Uma das vantagens é que todo o material é gratuito. Ficou interessado? Então clique no botão abaixo e faça o download.

Manual do Enem

Acesse: + Novo Enem: tudo o que você precisa saber sobre a prova
banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54