Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Cursos Técnicos

Como é a rotina de um estudante de curso técnico

* Texto escrito pela colaboradora Ayumi Fumayama

rotina estudante curso técnico
Saiba como é a rotina de um estudante de curso técnico

Os cursos técnicos são uma boa alternativa para quem visa ter contato com alguma área específica antes de iniciar uma graduação. Muitos optam por fazer o curso técnico junto com o ensino médio para, assim, terminar o colégio já com uma profissão. Outros o realizam após a rotina do ensino médio, para conseguir se dedicar mais ao técnico e está tudo bem assim também.

Neste artigo vamos falar como é a rotina de um estudante de curso técnico e, assim, tirar todas as suas dúvidas!

Leia também:
Os 10 melhores cursos técnicos em 2020
Quais cursos técnicos estão em alta?

Como é um curso técnico?

Há algumas formas de se fazer cursos técnicos: Ensino Técnico Integrado ao Médio (modalidade chamado de ETIM nas ETECs), curso técnico durante o período do ensino médio, mas não integrado ao técnico e apenas o curso técnico.

Na modalidade ETIM, os estudos são em período integral, com uma carga horária completa de ensino médio e uma carga horária completa de um curso técnico. Entretanto, a grade curricular é mista e intercalada. Muitos pensam que por serem duas modalidades de cursos, as aulas são dividas em blocos, exemplo: aulas do colégio de manhã, pausa para o almoço e aulas do técnico na parte da tarde. Mas no ETIM não é assim que funciona. 

Por que a grade é intercalada? 

O ETIM visa construir um ritmo de estudo que não seja cansativo para o aluno, já que a carga horária é integral. Além disso, para minimizar o peso da quantidade de aulas, muitas escolas incluem na grade escolar projetos sociais relacionados a coisas fora do colégio, visando melhorar a vida do aluno, tanto no aspecto pessoal quanto no aspecto profissional.  

Uma das principais vantagens da modalidade ETIM é a possibilidade da participação do aluno em projetos experimentais e práticos.  Entretanto, no período de provas e trabalhos, tudo se multiplica. Avaliações do ensino médio são feitas separadamente das avaliações do curso técnico, dobrando o tempo de estudo. Lembre-se: essa rotina não é para sempre! 

Conversamos com a Julia Silva, que estudou na Etec Júlio de Mesquita em 2015 para fazer o ETIM: “Fiz o curso técnico em nutrição e dietética, foram três anos (durante todo ensino médio) e tínhamos muitas aulas práticas na própria escola. Eles tinham uma estrutura bem bacana, com cozinha, laboratório e todos os equipamentos necessários. Cozinhávamos bastante, de acordo com dietas que nós mesmo montamos, e depois podíamos comer. A a melhor parte rs”, brinca.  

Ensino Médio X Curso Técnico: como conciliar 

A Julia intercalou a rotina entre o ensino médio, curso técnico e estágio supervisionado na cantiga da própria instituição. É muito comum escolas oferecem a modalidade de ensino médio com técnico integrado, como é o caso da ETEC - Centro Paula de Souza. Uma das vantagens de estudar o curso técnico durante o ensino médio é poder colocar a mão na massa durante as aulas, saindo um pouco da carga teórica que o colégio dá para o aluno, sendo um catalisador na hora dos estudos.  

Mas você deve estar se perguntando: como conciliar tudo isso? Calma, vamos dar algumas dicas para isso! 

1. Faça um calendário de estudos, dê uma carga horária específica para cada disciplina. Não sobrecarregue os conteúdos do ensino médio e deixe as aulas do técnico para depois, ou vice-versa;

2. Acostume a sua mente e corpo a funcionarem em um mesmo período: se alimente bem, respeite os horários de descanso e tenha um bom sono; 

3. Faça sempre pausas durante as aulas (principalmente intervalos no colégio e no curso técnico) e durante os estudos também. 


No início você pode se sentir mais cansado que o normal, e está tudo bem! Isso acontece porque a rotina está mudando, aumentando a carga horária de estudos. Além disso, é no ensino médio que entram matérias diferentes na grade escolar, assuntos que você nunca tenha ouvido falar podem fazer parte do seu dia a dia.

Ou seja, estar cansado no primeiro semestre faz parte do processo de adaptação. Dupla jornada não é fácil, ainda mais se for integral. 

Curso técnico simples: como é a rotina? 

Já na modalidade de curso técnico simples, tanto quem ainda cursa o ensino médio ou quem já é formado consegue fazer o curso. 

Conversamos com a Vitória Dutra, de 19 anos, que viveu intensamente essa rotina de curso técnico. “A minha rotina na época em que estudava o curso técnico em equipamentos biomédicos na SENAI Mariano Ferraz consistia em estudar o ensino médio de manhã, das 7h às 12:20h, ao final da aula ia a pé para o curso técnico, eram aproximadamente 20 a 25 min de caminhada até lá. O curso começava às 13h e ia até umas 19h. Após tudo isso, eu fazia academia e ballet. Ou seja, resumidamente: saia de casa às 6h e chegava às 23h.” 

E engana-se quem pensa que ela cansou da rotina, isso porque Vitória, após acabar o curso no SENAI engatou outro curso técnico, mas, desta vez, na ETEC: “A rotina no curso técnico da ETEC, nos poucos meses em que estudei presencial (devido a pandemia do novo coronavírus), eu fazia somente o curso durante o dia inteiro e o ballet a noite. O curso tem carga horária das 07h às 12:20h. Agora, em quarentena, as aulas são EaD e tarde estudo por conta própria para o vestibular. A noite deixo livre para fazer os trabalhos do curso ou ajudar com as tarefas de casa quando possível.” 

Leia mais:
9 cursos técnicos que têm os maiores salários
Como incluir o curso técnico em seu currículo?

A Mariana Gennari também teve a sua rotina de estudos modificada pela pandemia. Ela cursa técnico de redes de computadores no SENAI da Santa Cecília e compartilhou um pouco do dia a dia dela: “Eu estudo no período da manhã das 9h às 10h30 online, sendo segunda feira das 7h30 às 11h30 presencial. Neste caso, 7h30 às 9h, vou até ao SENAI e  tenho uma aula online, onde os alunos na sala conecta o fone nos computadores e ouvem o professor, junto com as pessoas que estão online, Já das 9h15 às 11h30 temos as atividades práticas.

Gennari disse ainda que procura anotar tudo o que o professor fala durante as aulas e depois faz uma pesquisa mais profunda sobre assuntos no final de semana, pois durante a semana ela não tem muito tempo livre para estudar, já que após o curso, ela trabalha até às 22h.

Como fazer um curso técnico?

É possível encontrar a instituição de ensino ideal para a sua carreira que ofereçam bolsas de estudo de até 75%. Quer saber como? Com o Quero Bolsa!

Por meio dessa parceria entre o Quero Bolsa e as instituições de ensino, é possível encontrar bolsas de estudo durante toda a formação. Basta clicar no botão abaixo, escolher a vaga com desconto de sua preferência e efetuar sua pré-matrícula!


Bolsas para cursos técnicos


Confira algumas opções de instituições de ensino parceiras do Quero Bolsa que oferecem diferentes tipos de cursos técnicos:


banner image banner image

O que você achou deste artigo?

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2021 CNPJ: 10.542.212/0001-54