Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Universidades

Como fazer uma boa proposta de intervenção no Enem

por Natália Plascak Jorge em 19/10/18 50 mil visualizações

Na redação do Enem, os candidatos precisam escrever um texto dissertativo-argumentativo (com introdução, desenvolvimento e conclusão), de no máximo 30 linhas, a partir de uma coletânea sobre um tema específico.

A proposta de intervenção acaba sendo uma das partes desse texto e uma das competências avaliadas que geram muitas dúvidas entre os participantes dessa prova.

Se você fica sempre desesperado quando precisa formular essa proposta de intervenção, pode se acalmar. Essa sensação pode ser compartilhada com muita gente, já que é preciso apresentar uma solução para o problema exposto e detalhar como isso pode ser feito.

Mas, vamos por partes? Primeiro, conheça todas as competências avaliadas na redação do Enem.

Veja também:
Calendário do Enem 2018

Competência 1 - Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa.

Competência 2 - Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.

Competência 3 - Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Competência 4 - Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Competência 5 - Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Agora que você já sabe qual é a competência 5 e do que ela trata, fica mais fácil de entender como é possível elaborar algo que corresponda às expectativas, certo?

Como fazer uma boa proposta de intervenção

Segundo a coordenadora de Redação do Poliedro São Paulo, Gabriela de Araújo Carvalho, uma boa proposta de intervenção do Enem leva em consideração quatro pilares fundamentais esperados pela banca avaliadora:

  1. Agente;
  2. Ação;
  3. Modo ou meio;
  4. Finalidade.
Lembre-se: ação ou modo/meio precisam estar detalhados, por isso, evite propostas vagas. Explore ações concretas, específicas e consistentes com o desenvolvimento de suas ideias.

Uma proposta de intervenção adequada deve ser composta de um conjunto: "QUEM" fará "O QUE" e "COMO".

Além disso, é importante lembrar que a proposta de intervenção deve estar intimamente relacionada ao desenvolvimento do texto.

O Manual de Redação do Enem 2018 reforça isso também:

"Considerando seu planejamento de escrita, ou seja, seu projeto de texto (avaliado na Competência 3), sua proposta deve ser coerente em relação à tese desenvolvida no texto e aos argumentos utilizados, já que expressa sua visão, como autor, das possíveis soluções para a questão discutida. Além disso, é necessário, ao idealizar sua proposta de intervenção, respeitar os direitos humanos, ou seja, não romper com os valores de cidadania, liberdade, solidariedade e diversidade cultural."

Quais perguntas responder para formular uma boa proposta de intervenção no Enem

Antes de montar sua proposta, procure responder perguntas como:

  • O que é possível apresentar como proposta de intervenção para o problema abordado pelo tema?
  • Quem deve executá-la?
  • Como viabilizar essa proposta?
  • Qual efeito ela pode alcançar?
Não se esqueça de que a proposta de intervenção deve respeitar os direitos humanos. 

Como poderia ter sido feita a proposta de intervenção do Enem 2017

No Enem 2017, a redação teve como tema “Os desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”.

Como muita gente sentiu na pele uma dificuldade tremenda em redigir alguma coisa com esse recorte, a Revista Quero pediu ajuda da Gabriela para mostrar possíveis propostas de intervenção que poderiam ser utilizadas.

Os candidatos poderiam ter feito:

  • algo em relação à popularização do ensino de Libras, como workshops itinerantes ou incentivo financeiro para profissionais bilíngues, por exemplo;
  • algo relacionado à fiscalização, como monitoramento por meio de aplicativos.

    A proposta de intervenção poderia ficar assim, segundo a professora Gabriela:
Portanto, é dever do Estado garantir o pleno acesso à educação às pessoas surdas e fiscalizar o cumprimento da lei. Cursos itinerantes de Libras para gestores e educadores devem ser financiados pelo poder público para que a segunda língua oficial do país seja difundida e levada para a sala de aula. A fiscalização pode ser feita por meio de aplicativos e atividades online que permitissem aos surdos avaliar seu próprio processo de aprendizagem e denunciar quaisquer exclusões relacionadas à surdez no ambiente escolar. Com isso, será possível a garantia de direitos a todos.

                    Veja também 

                    Modelo ideal de Redação Enem 2017

A visão sobre essa redação do Enem 2017 de quem vive essa realidade

A Bárbara Amorim Oliveira, de 21 anos, fez o Enem 2017 e contou para a Revista Quero um pouco da sua experiência com a prova. Ela é surda oralizada e utiliza próteses auditivas. A mãe dela teve suspeita de rubéola na gravidez. Com um ano de idade, ela fez o exame Bera, que acusou Deficiência Auditiva Profunda Bilateral.

“Achei bem interessante o tema da redação, pois ele chama atenção das pessoas para a nossa deficiência. Viver essa realidade me ajudou bastante na redação. No entanto, acredito que tenha faltado um pouco de informação. Os surdos não só utilizam a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) para se comunicarem. Existem outros recursos como o próprio aparelho auditivo e a possibilidade de implante coclear para solucionar o problema. Deve-se manter essa discussão, mostrando que existem surdos oralizados, surdos sinalizados, surdos que utilizam somente a LOF (Leitura Oral Facial, também conhecida como Leitura Labial) e, principalmente, a participação deles na inclusão social”, disse Bárbara. 

E para você? É difícil elaborar uma proposta de intervenção para a redação do Enem? Compartilhe com a gente nos comentários.



                Veja também

               Enem 2018: 6 coisas que você não pode se esquecer de fazer na Redação
               4 erros comuns na Redação do Enem que podem prejudicar sua nota
              Saiba como fazer uma redação do Enem mais rápido


banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Quer ficar sabendo das melhores vagas antes de todo mundo?
ALERTA DE VAGAS i-close
Sabia que dependendo do seu período é melhor começar de novo?Thinking face f5c039d3e92b0c131b3780cdbc1ee3d7966cc05cafc35064b70df0e0e049c24d

Caso você ainda esteja no primeiro ou segundo período da faculdade, você pode economizar começando o curso novamente com bolsa de estudo.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você encontra as melhores vagas em diversos turnos, até mesmo ensino a distância.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Quer ficar sabendo das melhores vagas antes de todo mundo?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54