Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
A01eaa56964552a344b29948eab1d28e65789a97 A43c50b687d2e43f384b20ae2dc8e0a405ba8d0d
Dicas e Curiosidades

Dia do Leitor: a história por trás da data e números da leitura no Brasil

por Mathias Sallit em 07/01/19 920 visualizações

No dia 7 de janeiro de 1928, o jornal diário "O Povo" começou a circular em Fortaleza, no Ceará. Seu fundador, o poeta e jornalista baiano Demócrito Rocha, foi formado em Odontologia e chegou a ser telegrafista e deputado federal.

Para homenagear Demócrito e seu jornal, e a todos os apaixonados por ler, a data de fundação do periódico passou a celebrar o Dia do Leitor no Brasil.

Leia também: 13 cursos com bolsa para quem é apaixonado por leitura

E mais: 5 livros indicados por Bill Gates para você ler durante o verão

"O Povo" e a literatura

Em 1929, no segundo ano de atividade, o jornalista criou o suplemento literário "Maracajá", que passou a circular junto ao jornal. Esse caderno se tornou um dos principais divulgadores do modernismo literário do estado e do Nordeste.

Em suas páginas, a revista literária publicava textos de escritores e intelectuais cearenses, como Rachel de Queiroz, Jáder Moreira de Carvalho e Antônio Filgueiras Lima, que classificou Demócrito como "a coluna mestra do modernismo no Ceará". Demócrito também escreveu a maioria de seus poemas no "Maracajá", mas sempre assinou com o pseudônimo de Antônio Garrido.

No primeiro aniversário do jornal "O Povo", o jornalista publicou um de seus mais consagrados poemas: "O Rio Jaguaribe é uma artéria aberta". Os versos se tornaram um ícone representativo do movimento modernista cearense.

Demócrito Rocha foi membro da Associação Cearense de Imprensa e, em 1930, ingressou na Academia Cearense de Letras. Faleceu em 1943, aos 55 anos, vítima de tuberculose.

A leitura no Brasil

Os últimos dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE),  em maio de 2018, apontaram que a taxa de analfabetismo da população com 15 anos ou mais de idade é de 7% em 2017. Esse número representa 11,5 milhões de brasileiros que não sabem ler e escrever. O índice estipulado pelo Plano Nacional de Educação (PNE) para 2015 foi de 6,5% da população.

Outro número que merece atenção é que 30% dos brasileiros nunca compraram livros. É o que apontou a estimativa "Retratos da Leitura no Brasil", realizada em 2015 pela Câmara Brasileira do Livro, que entrevistou 5012 pessoas em cidades de todo o território nacional.

A pesquisa mostrou melhora nos números de leitores no Brasil. Em 2011, 50% se declararam não leitores, isto é, não tinham lido nenhum livro nos últimos três meses. Já em 2015, o percentual de não leitores caiu para 44%, enquanto 56% da população declarou ter lido, inteiro ou em partes, pelo menos um livro no trimestre.

O índice também apontou que o brasileiro lê, em média, 4,96 livros por ano, sendo que apenas 2,43 dessas obras foram terminadas.

Confira trecho do primeiro editorial do jornal "O Povo", escrito por Demócrito Rocha, em 1928

"(...) É no jornal que o povo encontra o seu pão espiritual de cada dia. O jornal descortina-lhe o mundo, vencendo distâncias. É a lanterna mágica do progresso. É a força propulsora e condutora das massas insatisfeitas, para as grandes reivindicações de seus direitos postergados pela cáfila absorvente dos magnatas de todos os tempos.

Quando o povo geme escravo, entorpecido pelas algemas do cativeiro, indiferente à violência paralisante do grilhão, o jornal é o sangue novo, forte e generoso a nutrir-lhe as células dormentes, a despertar-lhe os neurônios amortecidos, a ondear-lhe, nas veias, a torrente vigorosa e enérgica da revolta. O povo precisa de mais gritos que o estimulem, de mais vozes que lhe falem ao sentimento. Eis por que surgimos..."

Fontes: Fundação Demócrito Rocha e Academia Cearense de Letras.

Você também vai gostar: Saiba onde baixar livros de graça
A01eaa56964552a344b29948eab1d28e65789a97 A43c50b687d2e43f384b20ae2dc8e0a405ba8d0d

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE BOLSAS i-close
Você sabia que o Quero Bolsa te ajuda a realizar o sonho de concluir uma graduação?
ALERTA DE BOLSAS i-close
O que é o Quero Bolsa?Thinking face f5c039d3e92b0c131b3780cdbc1ee3d7966cc05cafc35064b70df0e0e049c24d

O Quero Bolsa é o site que te ajuda a entrar na faculdade! Reunimos todas as informações para você fazer a melhor escolha e garantir uma bolsa de estudo até o final do curso.

Tá esperando o que pra conseguir a sua?

ALERTA DE BOLSAS i-close
Veja como é simples! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Preencha os campos abaixo com suas preferências e receba avisos de bolsas de estudo disponíveis no Quero Bolsa.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de bolsas de estudo disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE BOLSAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE BOLSAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores bolsas de estudo chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber bolsas de estudo de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Você sabia que o Quero Bolsa te ajuda a realizar o sonho de concluir uma graduação?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Basta entrar em contato conosco em até 6 meses após o pagamento, informando seus dados e o motivo da devolução.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2019 CNPJ: 10.542.212/0001-54