Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Vestibular e Enem

Enem: a importância dessa prova para entrar na faculdade

por Natália Plascak Jorge em 09/01/19 4,4 mil visualizações

Nos últimos anos, o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) vem ganhando uma importância muito grande na vida de quem pretende entrar na faculdade.

Em 2018, ele completa 20 anos e já sofreu muitas mudanças para chegar no formato de hoje. Se você se interessa e precisa saber mais sobre essa prova, fique de olho!

Como era quando o Enem surgiu

Quando o Enem surgiu, em 1998, a ideia era que a prova avaliasse como andava o Ensino Médio brasileiro de uma forma geral.

Como funciona agora

Hoje, o Enem funciona como um processo de seleção para as universidades e menos como uma avaliação do Ensino Médio.

Raio X do Enem

Nome da prova: Enem (Exame Nacional do Ensino Médio)
Número de questões: 4 Provas Objetivas, sendo 45 questões cada
Áreas do conhecimento exploradas: Ciências Humanas e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias. Além disso, é preciso fazer uma redação, de no máximo 30 linhas, sendo um texto dissertativo-argumentativo a partir de uma situação-problema (política, social ou cultural)
Inscrições: maio
Aplicação: geralmente, em novembro, em dois dias

Qual é a opinião dos especialistas sobre a prova

Sobre o Enem substituir os grandes vestibulares, Madson Molina, coordenador do Anglo Vestibulares, revela: “essa é uma análise complexa, pois depende de diversos fatores como, por exemplo, a decisão das congregações de diversas instituições de ensino superior públicas. De qualquer modo, é indiscutível a importância atual do Enem como sendo a maior porta de entrada para o ensino superior em instituições públicas”.

A prova também pode passar por mais mudanças com a Reforma do Ensino Médio.

“Sem dúvidas, a Reforma do Ensino Médio, balizada pela BNCC, irá nortear os parâmetros das avaliações em todo país. Porém, é importante lembrar que, em qualquer malha educacional, há uma inércia de transformação devido a diversos fatores que envolvem, desde a formação dos professores até o tempo para que a geração de alunos submetidos ao novo currículo concluam o Ensino Médio. Sendo assim, para os exames do Enem dos próximos três anos, acredito que não ocorram grandes mudanças relacionadas a esse fator”, disse Madson.

O coordenador ainda lembrou alguns aspectos importantes sobre a prova. “Em 2017, foram descartadas a utilização do Enem como certificação do Ensino Médio [isso voltou a ser feito pelo Exame Nacional de Certificação de Jovens e Adultos (Encceja)] e como critério de ranqueamento de escolas. Com esse redirecionamento de propósito, foi identificado em diversas questões a exigência de conteúdos mais profundos e questões mais complexas. Porém, vale sempre ressaltar que o Enem utiliza como ferramenta a TRI para normalização de notas.”

Evolução no número de inscritos

Fonte: Inep

A nota do Enem acaba sendo bastante importante seja para utilizá-la no Sisu (Sistema de Seleção Unificada) e entrar em universidades públicas, para conseguir uma bolsa no Prouni (Programa Universidade para Todos) ou até mesmo para financiar a faculdade com o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).

Outro ponto bastante importante em relação à prova é a possibilidade de estudar em Portugal utilizando essa nota do exame.

Ingresso em universidades públicas

Criado em 2009, o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) trouxe para os estudantes brasileiros a possibilidade de entrar em uma faculdade pública usando a nota do Enem.

O candidato faz a inscrição em um sistema em duas opções de curso em universidades que aderiram ao programa e acompanha o resultado. Tudo isso via internet.

Isso fez com que os candidatos pudessem se candidatar às vagas de universidades de outros estados sem precisar se deslocar para fazer o vestibular.


Ao longo dos anos, o número de instituições que aceitam o Sisu vem aumentando. Por isso, se você pretende entrar em uma universidade pública, procure saber quais são essas instituições e tente garantir uma boa nota no Enem.

Acesso a programas governamentais de financiamento ou o apoio ao estudante da educação superior

O Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) pode ser uma alternativa para aqueles que não têm como bancar os custos de mensalidade de uma faculdade particular e precisam financiar o curso.

É preciso passar por um processo seletivo e fazer a inscrição exclusivamente pela internet. Para se inscrever, é preciso ter participado do Enem a partir de 2010, ter a média igual ou superior a 450 no exame e não ter zerado a redação. Além disso, é necessário possuir renda mensal familiar bruta por pessoa específica (até três ou cinco salários mínimos).

Caso o candidato seja pré-selecionado, é necessário complementar a inscrição e levar a documentação necessária para análise e contratação do financiamento. Se você não for selecionado, há uma chance na lista de espera.

Simulador de notas de corte do Enem

Para conseguir uma bolsa pelo Prouni (Programa Universidade para Todos) em uma faculdade particular também é necessário usar a nota do Enem. Lançada em 2004, a iniciativa do governo federal oferece bolsas de estudo integrais e parciais em faculdades particulares para estudantes de baixa renda. Quanto maior a nota no Enem, maiores são as chances de conseguir o benefício.

Para participar e concorrer a bolsa integral, é preciso comprovar renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa. Para a bolsa parcial (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa. Além disso, o candidato deve apresentar algumas condições específicas. Podem se inscrever candidatos sem diploma de curso superior, que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano anterior, com no mínimo 450 pontos na média das notas e nota na redação diferente de zero.

Além de tudo isso, algumas universidades privadas aceitam o Enem como forma de ingresso. Ou seja, você não precisa fazer o vestibular da instituição para conseguir a sua vaga.

Estudar em Portugal

O Enem permite também que você estude em Portugal, sabia? Em 2014, o Ministério da Educação português estabeleceu que as instituições de Ensino Superior definissem como seria o ingresso de estudantes internacionais. Essa mudança possibilitou um convênio com o Inep, órgão responsável pela aplicação do Enem no Brasil.

A primeira instituição portuguesa a aceitar estudantes brasileiros com a nota do Enem foi a Universidade de Coimbra, considerada uma das mais antigas do mundo.

“O ingresso via Enem já trouxe mais de 500 estudantes brasileiros para a Universidade de Coimbra desde 2014. Esse é o melhor testemunho da sua importância." Joaquim Ramos de Carvalho, vice-reitor para a Internacionalização da Universidade de Coimbra

Atualmente, mais de 30 instituições portuguesas utilizam o Enem como forma de ingresso. Basicamente, para estudar em Portugal, é necessário fazer o Enem, verificar se as suas notas nas áreas de conhecimento atendem aos requisitos da universidade e ficar atento ao período de inscrição da instituição que pretende estudar.

E você? Está pronto para enfrentar o Enem este ano? Qual estratégia de estudo está pensando em adotar?

Dicas de estudo para o Enem

75 dicas de como estudar para o Enem: todas as disciplinas
Dicas Enem: você conhece a estratégia de prova pega-varetas?
Como fazer um bom plano de estudos para o Enem
Veja todos os temas de Redação do Enem desde 1998
Quais são as matérias que mais caem no Enem?
Veja todas as provas anteriores do Enem para começar a sua preparação com o pé direito
Enem 2018: como fazer uma Redação nota 1.000, segundo os experts no assunto


Matéria atualizada, publicada originalmente em 21/03/2018.

banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
ALERTA DE VAGAS i-close
Descubra qual profissão mais se encaixa com você.

Não fique na dúvida sobre o seu futuro. Faça o Teste Vocacional do Quero Bolsa.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você compare vagas com bolsa em mais de 1.000 faculdades

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54