Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
Profissões

Investigador da Polícia Civil: veja o que faz esse profissional e como ingressar na área

por Isabela Giordan em 15/03/21

CSI, Criminal Minds, Law & Order, Chicago PD, Cold Case, The Mentalist e Brooklyn Nine-Nine... você sabe muito bem o que todas essas séries têm em comum (além dos casos mais bizarros e sem solução que você já ouviu falar), não é mesmo? 

Além do tema policial, há um profissional em comum em todas essas séries de televisão e que sem ele nenhuma delas aconteceria: o detetive! Afinal, sem essa peça-chave não seria possível encontrar as pistas, lidar com as testemunhas e vítimas e encontrar a ligação entre os fatos que apontam quem é o responsável pelo crime. 

O que poucos sabem é que no Brasil a nomenclatura desse profissional é diferente: sai o detetive e entra o investigador! Ficou curioso? Então, veja tudo sobre essa carreira, que é uma das mais cobiçadas na área de segurança pública, e descubra como se tornar um:

Veja também: Conheça todas as carreiras da Polícia Federal

investigador da polícia civil

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

O que faz um investigador?

Esse profissional é um Policial Civil que faz a investigação dos casos, seja coletando evidências e provas, entrevistando testemunhas e "desenvendando" quem são os responsáveis pelos crimes cometidos. 

O investigador atua dentro das delegacias e suas principais funções podem variar de acordo com o nível de experiência e com necessidade da sua base. Algumas das atividades diárias do investigador são:

  • Atender casos de emergência;
  • Coletar provas e evidências;
  • Entrevistar testemunhas, vítimas e criminosos;
  • Obter mandados de busca e apreensão ou prisão e cumprir diligências;
  • Analisar cenas de crimes;
  • Produzir relatórios diários sobre o andamento das investigações;
  • Atender o público, seja presencialmente ou por telefonema, e realizar registros de boletins de ocorrência, pesquisa de antecedentes criminais e emplacamentos de veículos.

Além disso, para garantir que o seu papel seja cumprido, o investigador trabalha diariamente com diversos profissionais da área de segurança pública, entre eles, delegados, peritos criminais, papiloscopistas, escrivães e outros agentes.

Quais são os pré-requisitos para se tornar um investigador da Polícia Civil?

Por ser um cargo pública, seja ele da Polícia Civil e Federal, é preciso ser aprovado em concurso público específico para poder atuar na área. Comumente, esses concursos são realizados anualmente, sendo que cada estado possui a sua demanda de acordo com a necessidade das delegacias regionais. 

Para participar do concurso de investigador é obrigatório preencher os seguintes pré-requisitos:

  • Ter diploma de Ensino Superior em qualquer curso de graduação;
  • Ser brasileiro nato ou naturalizado;
  • Ter idade mínima de 18 anos completos e máxima de 74 anos até a data da posse;
  • Estar em pleno gozo dos direitos políticos;
  • Estar em dia com as obrigações do serviço militar;
  • Não registrar antecedentes criminais e não responder a processo penal ou administrativo, ou inquérito policial que o inabilite para o exercício do cargo;
  • Possuir Carteira Nacional de Habilitação ou permissão para dirigir veículos automotores na categoria mínima "B" (veículo motorizado, com lotação máxima de oito lugares, excluindo o motorista, e que o peso bruto total não exceda a 3.500 kg), regular e com exame de saúde dentro do prazo de validade.

Lembrando que as condições podem mudar de acordo com as regras do editais publicados para cada concurso. 

Qual é o salário de um investigador? 

O salário de um investigador de polícia pode variar de acordo com o tempo de atuação, experiência, função, nível de escolaridade e também com o estado no qual o funcionário está registrado. 

Em 2018, no concurso para investigador da Polícia Civil do estado de São Paulo, realizado pela Vunesp, o salário mensal inicial era de R$ 3.743,98, somando o valor base e o Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial (RETP)*. Já a previsão para o salário-base do concurso da Polícia Civil do estado do Rio de Janeiro, que deve ser realizado ainda em 2021, é de R$5.740,38.

Qual é a diferença entre investigador e detetive no Brasil?

A maior diferença entre o investigador e o detetive é o seu campo de atuação, visto que o primeiro é um funcionário público, já o segundo é um profissional autônomo. 

O investigador atua diretamente com a garantia da segurança pública estadual ou federal e seu exercício está diretamente ligado à Polícia Civil ou Federal. O detetive particular coleta informações de natureza não criminal a fim de desvendar assuntos de interesse privado. 

Veja também: O que é preciso para se tornar um detetive?

É possível que um detetive auxilie em investigações criminais, mas para isso é preciso a autorização do cliente e do delegado responsável pelo caso.

Quais são os cursos indicados para se tornar um investigador?

Apesar de apenas exigir a obrigatoriedade de um diploma de Ensino Superior, a maioria dos investigadores são formados no curso de Direito, visto que essa graduação forma profissionais aptos a compreender a aplicação da lei e das normas jurídicas do País, algo imprescindível na área de segurança pública.

Porém, há outras graduações que facilitam a atuação como investigador, são elas:

Ficou interessado na área? Clique no botão abaixo e veja como conseguir uma bolsa de estudo com até 75% de desconto em diversas faculdades ao redor do Brasil e comece a sua trajetória para se tornar um investigador:

Faculdades com bolsa de estudo

Ainda estou em dúvida. E agora?

Se você não sabe qual dos cursos acima tem mais a ver com a sua personalidade ou ainda está em dúvida se a área de segurança pública é para você, o teste vocacional da Revista Quero pode te ajudar com isso! Clique no botão abaixo e faça o teste vocacional gratuito:

Teste Vocacional Grátis

Nele, você responderá a algumas perguntas e descobrirá quais são as graduações que mais combinam com o seu perfil. Lembrando que o teste é gratuito e o resultado sai na hora. 

E aí, o que você achou da profissão de investigador de Polícia Civil? Conte nos comentários!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

*A Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial é um valor pago a policiais pela prestação de serviços em condições precárias de segurança, cumprimento de horário irregular, sujeito a plantões noturnos e a chamadas a qualquer hora, pela proibição do exercício de atividade remunerada, além do risco de tornar-se vítima de crime no exercício ou em razão de suas atribuições.

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Você pretende trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
ALERTA DE VAGAS i-close
Para se dedicar integralmente aos estudos é sempre bom economizar.Money c94fde8014ac9b0d5ad05d244e1821fb246018cdc3570b09f72c25fde99f7b1a

Gostaria de ser avisado sempre que uma vaga estiver disponível aqui no site Quero Bolsa?

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você encontra as melhores vagas em diversos turnos, até mesmo ensino a distância.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Você pretende trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2021 CNPJ: 10.542.212/0001-54