Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Especiais

Faculdade das Estrelas: Marcelinho Carioca é o primeiro ex-jogador de futebol no Brasil com diploma de jornalista

por Isabela Giordan em 07/12/17 6 mil visualizações


Você já ouvir falar em Marcelo Pereira Surcin? E em Marcelinho Carioca? Até mesmo aqueles que não gostam de futebol conhecem o famoso Pé-de-Anjo e ídolo do Corinthians.

Foto: Maira Teixeira/Quero Educação

Apesar de ser reconhecido pelo seu talento em campo, essa não foi a única ocupação de sua vida. Marcelinho possui diversos “cargos” em seu currículo, por exemplo, ele já foi vendedor de picolé, cantor, empresário, político, palestrante e repórter.

Entretanto, o que poucos sabem é que Marcelinho conquistará mais um diploma acadêmico e logo mais ganhará o título “oficial” de jornalista. “Não é só porque eu joguei futebol que eu vou ter conhecimento para virar comentarista de uma hora pra outra. É preciso ter uma base de conhecimento”, conta o futuro jornalista.

Atualmente, o ex-jogador está no último ano do curso de Comunicação Social - Jornalismo na Faculdades Integradas Rio Branco, uma instituição privada localizada em São Paulo.

Foto: Reprodução/Facebook

“Vi em uma pesquisa que eu seria o primeiro ex-jogador do Brasil com o diploma de jornalista, pra mim é o gol aos 45 do segundo tempo, é o troféu que eu vou levantar, é a volta olímpica”

Marcelo nasceu e foi criado no Rio de Janeiro, sendo filho de um gari e de uma empregada doméstica. Porém, apesar da situação humilde, algo que seus pais nunca deixaram de lado foi a importância dos estudos e da educação. “Meu pai sempre me cobrou isso. Eu lembro que, antes de eu assinar o meu primeiro contrato profissional, meu pai me disse: ‘você não sabe se vai chegar lá ou se vai dar certo, então, eu quero o diploma na minha mão’”, contou o ex-jogador.

Por isso, o primeiro curso que Marcelinho fez foi o de técnico de Mecânica, mas isso não era o suficiente para ele, era preciso saber mais: “apesar de eu já ter um contrato profissional, meu pai sempre reforçava que se eu não fosse um desportista de sucesso, então eu teria que ser um engenheiro, advogado ou médico de sucesso. Por isso, escolhi ir para a área da educação”. Alguns anos depois, ainda quando jogador, o Pé-de-Anjo fez o curso de Educação Física. Ainda não cansado dos estudos, ele persistiu e se matriculou no curso de Jornalismo e, segundo um levantamento feito pelo colunista Flávio Ricco, ele será o primeiro jogador brasileiro a conseguir um diploma da área da comunicação.

“Vi em uma pesquisa que eu seria o primeiro ex-jogador do Brasil com o diploma de Jornalista, pra mim é o gol aos 45 do segundo tempo, é o troféu que eu vou levantar, é a volta olímpica. Foi muito difícil pra mim, porque acabava o treinamento o corpo ficava exausto, porque o jogador tem que treinar, comer, dormir e jogar, agora imagina você ter que estudar”, explicou o ex-jogador. Devido à rotina pesada da época que jogava, Marcelinho teve que trancar o curso por alguns anos, porém voltou à ativa com todo o gás possível e completará sua missão na faculdade em dezembro deste ano.

Foto: Reprodução/Facebook

“A criança quer aprender o gol de falta que você fez, o lançamento que você fez, o drible, a ginga, mas você tem que chegar ali para essa criança e mostrar pra ela que é importante estudar”

Como você pode perceber, um dos grandes pilares da vida da vida de Marcelinho foram seus pais, que sempre reforçavam a ideia da importância da educação para o filho, mesmo que ele tivesse sucesso ou não na carreira como atleta e isso foi muito importante para ele.

Infelizmente, são poucos os jovens que conseguem se destacar no mercado do futebol. Devido ao sonho de conseguir uma vaga em times profissionais, muitos abandonam o estudo cedo para se dedicar totalmente aos treinamentos, porém quando percebem que o “sonho” não irá se realizar, voltam ao mercado de trabalho totalmente despreparados. Em um levantamento feito pelo GloboEsporte.com em 2016, apenas 15 dos mais de 600 jogadores que disputam a Série A do Campeonato Brasileiro conseguiram chegar ao Ensino Superior, sendo que apenas 6 conseguiram concluir os estudos, os outros abandonaram pela dificuldade em conciliar a vida acadêmica com a vida de atleta.

Por isso, o diploma de Marcelinho Carioca não representa apenas uma vitória na vida do ex-jogador, mas também é um exemplo para todos aqueles que sonham em ser atleta. “A criança quer aprender o gol de falta que você fez, o lançamento que você fez, o drible, a ginga, mas você tem que chegar ali para essa criança e mostrar pra ela que é importante estudar”, explica.

Ainda segundo o ex-jogador, é preciso que o governo federal coloque a educação como uma prioridade e que invista na formação acadêmica de jovens que possuem o desejo e o talento para se tornar um “craque da bola”. Dessa forma, é possível que ele tenha a chance de ter outra oportunidade, caso a primeira não dê certo.

Marcelinho também destaca que é preciso valorizar os professores responsáveis pela educação das crianças do País. “Os professores são uma extensão da família, não apenas orientadores”, destaca.  

O valor da educação é tão importante para ele, que o ex-jogador tenta evidenciá-la sempre que pode. No final de 2016, o Pé-de-Anjo assumiu a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Ubatuba, nesse cargo ele conseguiu trazer para a cidade paulista 600 bolsas de estudo integrais na Universidade do Inglês, um curso online de idiomas. Além disso, em visita ao escritório do Quero Bolsa, site que concede bolsas de estudo em mais de 1,2 mil faculdades ao redor do Brasil, ele elogiou e reforçou a ideia do projeto: “vejo como o Quero Bolsa está traçando um norte para que o jovem tenha um futuro promissor. Então, quando eu conheci e entendi a proposta [do Quero Bolsa], eu pensei que eu queria ter tido uma oportunidade dessa na minha vida.”

Marcelo também reforça o poder e a chance que a tecnologia dá para essa nova geração de atletas. Por exemplo, antes era preciso ir todos os dias para a faculdade, agora com a era digital é possível ter aulas a distância e estudar não importa onde você estiver. Porém, para que isso aconteça, é preciso priorizar o que é mais importante e ter foco. “Dá pra fazer [faculdade], é o sacrifício. Crescer dói, mas se não tiver o sacrifício não vai dar pra chegar lá. Entre as coisas da minha agenda, eu pegava duas ou três horas livres que eu tinha para estudar. Basta ter força de vontade, além de conquistar algo, isso também ajudará a diminuir o preconceito que existe com jogadores com futebol”, orienta.

Foto: Reprodução/Facebook
Marcelinho Carioca assinando o contrato com a Universidade do Inglês, em Ubatuba (SP)

“O atleta profissional de futebol, ele apenas tem tempo para treinar, comer e jogar. Então, você tem uma staff que cuida da sua vida, pra você ver, eu fui pegar em um pen drive apenas dois anos e meio atrás”

Devido a educação ser algo primordial em sua vida, Marcelo tomou uma decisão curiosa para escolher a faculdade em que estudaria Jornalismo: ele mapeou as instituições que não tinham nenhum tipo de bar perto!

“Quis estudar em um lugar onde não tem chance para o ciclo vicioso. Por exemplo, há alguns anos e eu estudei em uma instituição, que no intervalo alguns alunos saiam e não voltavam mais, e quando voltavam para a chamada, estavam bêbados. Então, eu vi que a Rio Branco não tem esses barzinhos em volta. Ou seja, a pessoa ali vai pra estudar, ou para estudar”. Além disso, outros fatores decisivos para Marcelinho fazer sua matrícula na Rio Branco foi a média semestral (todos os alunos precisam tirar, no mínimo, 7 para não reprovar) e o histórico dos professores que lecionam ali.

Sempre focado em ser um dos melhores, o ex-jogador teve que lidar com algo que não imaginava: tecnologia! “Existe um detalhe até na minha vida, que é interessante: o atleta profissional de futebol, ele apenas treina, come e joga, certo? Então, você tem uma staff que cuida da sua vida, pra você ver, eu fui pegar em um pen drive dois anos e meio atrás. A plataforma multimídia, a era digital, eu estava totalmente por fora”, conta relembrando dos “perrengues” dos primeiros anos de faculdade.

Apesar dos desafios, Marcelo se orgulha de não ter tido vergonha de aprender e sempre estar disposto a descobrir desde como usar um pen drive, anexar um arquivo, a fazer um perfil jornalístico e desenvolver uma pauta. Até mesmo rolou uma “barganha” ao aprender com os mais novos sobre a era digital e, em troca, ensiná-los a falar em público, algo muito comum para ele como uma figura pública.

Agora, o Pé-de-Anjo está nos 45 minutos do segundo tempo da faculdade. Sua última produção foi o seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), em que a temática fugiu do que todos esperavam: Hipnose! Segundo ele, um colega até pensava em falar sobre futebol, mas uma outra colega de classe os influenciou a pensar fora da caixa e agora ele é âncora de um canal do Youtube sobre o tema escolhido. Se você quiser ver os vídeos do TCC do Marcelinho Carioca, é só clicar aqui!

“Eu aprendi muita coisa na faculdade, muita coisa. Eu falo até com emoção, para a minha vida essa experiência foi muito forte. Filho de gari, negro e conseguir vencer e aprender tudo isso, é demais”, comenta emocionado.


Foto: Maira Teixeira/Quero Educação

“Você é o que você pensa, você é o que você escreve para a sua vida”

Marcelinho Carioca ainda não sabe quais serão os seus planos para o futuro, mas tem certeza de que a educação está dentro de si e pensa em investir em uma pós-graduação. O que ele não quer é perder a chance de adquirir cada vez mais conhecimento.

“O que tiver para abraçar, ter conhecimento, crescer e desenvolver, eu não vou medir esforços. Porque eu não deixo de sonhar nunca. Você é o que você pensa, você é o que você escreve para a sua vida. A cada dia eu tenho um sonho, a cada dia eu escrevo coisas novas. E sempre tenho objetivo, um foco, para me superar e me surpreender, é isso que eu quero fazer pra sempre”, garante o ídolo do futebol brasileiro.

banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Quer encontrar a faculdade que tem a sua cara e que cabe no seu bolso?
ALERTA DE VAGAS i-close
O que é o Quero Bolsa?Thinking face f5c039d3e92b0c131b3780cdbc1ee3d7966cc05cafc35064b70df0e0e049c24d

O Quero Bolsa é o site que te ajuda a entrar na faculdade! Reunimos todas as informações para você fazer a melhor escolha e garantir uma vaga na faculdade.

Tá esperando o que pra conseguir a sua?

ALERTA DE VAGAS i-close
Veja como é simples! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você compara vagas com bolsa em mais de 1.000 faculdades

Preencha os campos abaixo com suas preferências e receba avisos de vagas disponíveis no Quero Bolsa.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Quer encontrar a faculdade que tem a sua cara e que cabe no seu bolso?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54