logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Vestibular e Enem

Mudanças nos vestibulares da Unesp, Fuvest e Unicamp: o que altera na rotina de estudos?

por Giovana Murça em 09/10/20

Aqueles que desejam ingressar nas principais universidades públicas do estado de São Paulo em 2021, terão de encarar vestibulares atípicos. Isso porque, devido à pandemia de Covid-19, a maioria dos processos seletivos foi adiada para o janeiro e fevereiro do próximo ano.

Além da mudança de calendário, para se adequarem às exigências sanitárias, alguns vestibulares também tiveram que mudar seu formato de prova. Por isso, é importante que os vestibulandos se atentem às alterações e adaptem também seus estudos.

mudanças unesp unicamp usp

Independentemente das mudanças e de qual vestibular o candidato pretende prestar, é imprescindível que ele leia com atenção os editais e analise as provas anteriores

“A partir disso, é necessário estabelecer e manter uma rotina de estudos com foco nos assuntos de maior incidência. A prática de redações semanais também é estratégico, dado o peso dessa matéria em todos os vestibulares”, aconselha Daniel Perry, diretor do Curso Anglo.

Veja quais serão as mudanças nos vestibulares das maiores universidades públicas do estado de São Paulo - Unesp, Unicamp ou USP - e como elas refletem na preparação dos candidatos!

Unesp: sem prova dissertativa

O vestibular da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (Unesp), feito pela Fundação Vunesp, foi um dos que mais sofreu alterações devido à pandemia. 

Tradicionalmente, a primeira fase do vestibular da Unesp é composta por 90 questões objetivas, aplicadas em um único dia. No vestibular 2021, a primeira prova será aplicada em dois dias, para que não haja aglomeração. No dia 30 de janeiro, farão a prova os candidatos da área de Biológicas, no dia 31, é a vez dos candidatos de Exatas e Humanas.

Veja: Unesp Divulga Novo Calendário do Vestibular 2021

A mudança maior ocorre na segunda fase, na qual a tradicional prova dissertativa e a redação será substituída por uma prova objetiva de 60 perguntas objetivas sobre conhecimentos específicos e uma redação. Além disso, ao invés de ocorrer em dois dias consecutivos, a segunda fase será aplicada em apenas um domingo (28 de fevereiro).

Para os estudantes que estejam se preparando exclusivamente para o vestibular da Unesp, não será mais preciso treinar a resolução de questões dissertativas, assim ele pode manter o foco dos estudos somente nas questões objetivas e na redação. 

Mas, o diretor Perry adverte: “Como dificilmente o vestibulando se prepara para apenas um exame, e outras provas, como Fuvest e Unicamp continuarão tendo uma fase discursiva, é importante que o candidato permaneça praticando a resolução perguntas abertas”.

Leia também:
+ Tudo o que você precisa saber sobre a redação da Unesp
+ 10 últimos temas de redação da Unesp

Unicamp: prova reduzida

Assim como no vestibular da Unesp, a primeira fase do vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), realizado pela Comvest, também será aplicada em dois dias consecutivos, 6 e 7 de janeiro de 2021.

Confira: Unicamp 2021: veja o novo calendário do vestibular

No primeiro dia, prestam a prova os candidatos das áreas de Ciências Humanas e Artes e de Exatas e Tecnológicas. Já no segundo dia, serão os candidatos das área de Ciências Biológicas e Saúde. Além disso, a primeira fase da prova foi reduzida de 90 para 72 questões objetivas sobre Conhecimentos Gerais, e o tempo de duração passou de cinco para quatro horas.

Para Perry, a mudança é boa para o estudantes, pois torna a prova menos cansativa. Mas, em termos de estudo, a preparação continua a mesma, já que conteúdo cobrado e o estilo das questões não sofreram alterações. 

O formato da segunda fase se mantém o mesmo: uma prova dissertativa aplicada em dois dias seguidos, dias 7 e 8 de fevereiro. A segunda fase é composta por 26 questões dissertativas, sendo seis delas específicas da área escolhida pelo candidato, e uma redação.

Veja mais:
+ Unicamp reduz lista de obras obrigatórias do vestibular 2021 
+ Saiba tudo sobre a redação da Unicamp
+ 5 últimas propostas de redação da Unicamp

Fuvest: sem mudanças até o momento

Diferente da Unesp e Unicamp, o vestibular da Universidade de São Paulo (USP), elaborado pela Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest), não alterou o formato da primeira e segunda fases da prova, por enquanto. Por isso, “é necessário ficar atento aos comunicados oficiais da instituição”, destaca Perry.

Veja também: USP 2021: Fuvest anuncia novo calendário do vestibular

A primeira fase da Fuvest 2021, composta por 90 questões objetivas, será aplicada no dia 10 de janeiro, Já a segunda fase, ocorre nos dias 21 e 22 de fevereiro e será composta por questões dissertativas de Português e conhecimentos específicos da carreira escolhida pelo candidato e uma redação.

A prova de Habilidade Específicas, exigidas para alguns cursos como Música, serão feitas a distância, por vídeo. Exceto a prova de Artes Visuais, que não realizará essa etapa da seleção. 

Leia mais:
+ Tudo o que você precisa saber sobre a redação da Fuvest
+ 10 últimos temas de redação da Fuvest 
banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54