Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Universidades

Universidades federais de Minas Gerais são as que mais atraem estudantes de outros estados

por Alefe Coelho em 17/01/20

O resultado do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), divulgado na sexta-feira (17), representa uma data importante para todos os alunos que buscam uma vaga no ensino superior. Uma parcela desses estudantes, focam unicamente em entrar em uma Universidade Federal, utilizando a nota do Enem no Sisu. Acontece que grande parte desses estudantes têm interesse nas universidades federais de Minas Gerais.

De acordo com o Censo da Educação Superior de 2018, divulgado pelo Inep em setembro de 2019, Minas Gerais é o estado que mais recebe alunos que saem de outros estados para estudar em universidades federais com 6.233 alunos (representando 18% dos alunos que mudaram de estado para estudar em universidades federais no ano de 2018).

(Reprodução/Ufop)
Universidades Federais de Minas Gerais - REVISTA QUERO
Campus da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), no interior do estado de Minas Gerais

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é um sistema do MEC para a oferta de vagas em instituições públicas de ensino superior por todo o país, onde os candidatos utilizam nota do Enem para concorrer a uma vaga.

Como o processo de seleção é utilizado para a concorrência de alunos do país todo, é comum que os candidatos do Enem levem em consideração a mudança de cidade ou até mesmo de estado para selecionar as vagas que irão disputar na plataforma do MEC. Isso já é a realidade de muitos estudantes, seja pelo interesse em uma instituição específica ou pela necessidade de buscar a vaga em outra localidade.

Segundo o Censo da Educação Superior de 2018, mais de 90% das novas vagas oferecidas em cursos de graduação da rede federal foram ocupadas, foi o maior índice de ocupação de vagas registrado entre as diferentes categorias analisadas (Federal, Estadual, Municipal, Privada, etc).

Ana Júlia, 23, se encaixa no perfil de alunos que mudaram de estado para estudar em uma universidade federal em Minas Gerais.

Ela veio de Tucuruí, no Pará, para estudar na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte em 2014. Na época, ela se mudou para fazer o curso de Publicidade e Propaganda, que concluiu em 2018.

Ela conta que a escolha do curso influenciou a vinda a Minas, pelo mercado no qual ela buscava se inserir: "Na época, eu só sabia o que todo mundo pensava. Que era propagandas de televisão e tal. Meu primeiro contato com publicidade foi quando eu recebi o convite de formatura do meu primo, que também é publicitário. Eu tinha onze anos de idade e achei muito legal o convite que era um jogo de baralho."

O Pedro Galvão foi um dos alunos que saíram do interior para estudar na capital. Ele veio do sul de Minas, uma cidade chamada Poços de Caldas e conta como foi o ritmo de preparo para disputar uma vaga entre as universidades federais de Minas Gerais.

Ele conta que teve um preparo intensivo para o Enem e que estudava muito para o Exame. "Eu tinha aula o dia inteiro, prova todo sábado, algumas vezes até no domingo também. Então meu último ano do ensino médio, foi um ano bem preparatório, tipo pré-vestibular".

Para Pedro a mudança foi de alguns quilômetros (cerca de 470km), mas foi uma novidade. Ele nunca havia visitado a capital: "Não tinha ninguém que eu conhecia que morava aqui. Eu vim pra cá muito novo, tinha acabado de fazer dezoito anos, nem conta no banco tinha e mudei pra cá pra um lugar perto da federal. Eu não sabia muito como andar em BH. Evitava no começo, porque eu não sabia me locomover aqui direito".

Para ele, a oportunidade de mudar para começar a estudar trouxe muita responsabilidade e independência. "A gente começa a ser mais independente, principalmente nas universidades federais. Acho que o aluno precisa correr atrás das informações,  acho que isso é uma coisa muito legal, porque faz com que os alunos amadureçam e tenham uma visão muito diferente".

O caminho pode ser longo, mas vale a pena

Assim com Pedro, Ana Júlia não conhecia BH. Ela conta que o mercado foi um dos grandes fatores que a levaram mudar de estado para estudar: a principal motivação foi a minha área porque a publicidade é uma área que infelizmente ainda está sendo explorada. Na minha cidade, o mercado de comunicação era mais restrito e era mais considerado como um gasto e não como um investimento, então eu sabia que eu queria me desenvolver em outro lugar.

A oferta do curso de Publicidade também foi um fator determinante para a mudança da Ana Júlia. "É difícil você encontrar o curso de Publicidade em faculdades públicas no interior", ela conta.

A cultura do local também ajudou na decisão de buscar a vaga na Federal de Minas Gerais: " Sempre achei a cultura mineira muito incrível. Sempre achei tudo muito hospitaleiro, muito bacana, muito gente boa e a comida maravilhosa".

Ana Júlia veio para Belo Horizonte, sozinha, e conta que foi uma mudança de vida: "Realmente é muito diferente, mas apesar dos desafios, foi muito bom ter vindo pra Minas, quando eu passei no SISU. Eu saí com dezesseis anos, e sempre estive muito focada no objetivo de estudar na UFMG. Sair de casa, tem sempre esse gosto de liberdade, então eu gostei muito dessa sensação de coisa nova".  Desde que veio para Belo Horizonte, Ana Júlia mora em repúblicas estudantis e considera que a adaptação foi a peça chave para encarar novos desafios.

 "Eu amo BH. Acho que todo mundo aqui me acolheu muito bem. Eu me sinto muito querida".

Hoje ela é formada em Publicidade e Propaganda pela UFMG, Pós-Graduanda em Comunicação Digital pela PUC Minas e é Analista de Marketing em uma grande empresa de tecnologia de BH.

"Se você me me perguntar se valeu a pena. Apesar da saudade, dos desafios,e os perrengues. Com certeza, eu faria tudo de novo", completa.

Simulador de nota do Enem

Quais são as universidades federais em Minas Gerais

Veja quais são as 11 universidades federais espalhadas por Minas Gerais:

banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Quer ficar sabendo das melhores vagas antes de todo mundo?
ALERTA DE VAGAS i-close
Sabia que dependendo do seu período é melhor começar de novo?Thinking face f5c039d3e92b0c131b3780cdbc1ee3d7966cc05cafc35064b70df0e0e049c24d

Caso você ainda esteja no primeiro ou segundo período da faculdade, você pode economizar começando o curso novamente com bolsa de estudo.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você encontra as melhores vagas em diversos turnos, até mesmo ensino a distância.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Quer ficar sabendo das melhores vagas antes de todo mundo?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54