Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Biologia

Sangue

Jéssica Maciel
Publicado por Jéssica Maciel
Última atualização: 12/10/2018

Introdução

O sangue é um tecido do corpo humano caracterizado por ser um tecido líquido. Ele é formado por diversas células. Em um adulto saudável, circulam aproximadamente seis litros de sangue produzido todo na medula óssea vermelha.

Função

A função do sangue no organismo humano é a de transportar nutrientes, oxigênio, gás carbônico, hormônios e excretas, entre outras substâncias essenciais para os órgãos de todo o corpo humano.

Composição do sangue

O sangue é formado por vários componentes: O plasma que é responsável por aproximadamente 60% do volume sanguíneo, os leucócitos, as plaquetas e as hemácias.

Plasma

O plasma sanguíneo é formado em 90% por água, por isso manter o organismo hidratado é de tamanha importância para o corpo humano. Os aproximadamente 10% restantes são formados de oxigênio, glicose, proteínas, vitaminas, gás carbônico, uréia, sais minerais entre outros.

A função do plasma é o transporte das hemácias, plaquetas e outras diversas substâncias que estão dissolvidas nele (proteínas, nutrientes, excretas como ácido úrico e amônia, hormônios, hemoglobinas, sais e gases ).

É o plasma que faz o transporte dessas substâncias pelo organismo, o que faz com que as células possam receber e excretar as substâncias de seu metabolismo.

Glóbulos vermelhos

Os glóbulos vermelhos, também denominados hemácias ou eritrócitos, são os principais responsáveis pelo transporte do gás carbônico e do oxigênio pelo organismo.

São células de aproximadamente 120 dias de duração. Após esse período, serão repostas pela ação da medula óssea.

A função dos glóbulos vermelhos é de realizar a respiração das células. Para isso, os glóbulos vermelhos transportam oxigênio e uma porção de gás carbônico pela hemoglobina.

A hemoglobina, por sua vez, são estocadas no baço - órgão responsável por duas funções: destruir as hemácias velhas e liberar hemácias novas e sadias.
 
 Os glóbulos vermelhos também atuam na regulação do PH do sangue, agindo como tampão: quando ocorre a redução do PH, os glóbulos liberam íons de oxigênio e absorvem íons de hidrogênio, o que acaba alcalinizando a solução.

Porém, quando ocorre o aumento do PH, os glóbulos retêm íons de oxigênio e liberam íons de hidrogênio, ação que acaba acidificando o meio.

Nos mamíferos, as hemácias têm formato arredondado, são anucleadas, e bicôncavas. Já em aves, répteis e anfíbios, as hemácias se caracterizam pelo formato oval e por serem nucleicas, além de biconvexas

Glóbulos brancos

O glóbulos brancos, denominados leucócitos, respondem pela defesa do corpo contra micro agentes externos. Sua atuação ocorre no sentido de proteger o organismo da invasão de vírus, bactérias e fungos.


 Outra responsabilidade dos leucócitos é de limpar o organismo, destruindo as células mortas e os restos de tecido.


 Os leucócitos são divididos em diversos grupos de defesa, como os neutrófilos, monócitos, basófilos, eosinófilos e linfócitos. Essas divisões se dão conforme a função de cada leucócito e seu determinado mecanismo de ação.

Plaquetas

As plaquetas são fragmentos de células no sangue, responsáveis pela coagulação, ação que evita que em casos de ferimentos o sangue seja perdido.

Tipos sanguíneos

Na população mundial, podem ser encontrados quatro tipos sanguíneos: A, B, AB e O.
 

Cada tipo é determinado a partir da combinação de dois fatores: a presença ou ausência de aglutinogênios e a presença ou ausência de aglutininas.

  • Aglutinogênios: os aglutinogênios são divididos em dois tipos A e B. Eles são antígenos localizados nas hemácias.
  • Aglutininas: as aglutininas são anticorpos do plasma sanguíneo e também são divididos em dois tipos, as anti-A e as anti-B.
     

Em momentos como de transfusão sanguínea, é indispensável que se conheça os tipos sanguíneos, pois as aglutininas e os antígenos reagem entre si. Para que uma transfusão ocorra com sucesso, as hemácias do doador e o plasma do receptor devem ser compatíveis.

Tabela com os grupos sanguíneos, presença ou não de aglutinogênio e aglutinina, além da reação com os soros Anti-A e Anti-B. Em escuro, é quando acontece a aglutinação, e em branco, quando não ocorre.Grupos sanguíneos, presença ou não de aglutinogênio e aglutinina, além da reação com os soros Anti-A e Anti-B. Em escuro, é quando acontece a aglutinação, e em branco, quando não ocorre.

Esquema de compatibilidade sanguínea usada para transfusão.Esquema de compatibilidade sanguínea usada para transfusão.


Exercícios

Exercício 1
(ENEM/2014)

Em um hospital havia cinco lotes de bolsas de sangue, rotulados com os códigos I, II, III, IV e V. Cada lote continha apenas o tipo sanguíneo não identificado. Uma funcionária do hospital resolveu fazer uma identificação utilizando dois tipos de soro, anti-A e anti-B. Os resultados obtidos estão descritos no quadro.

Quantos litros de sangue eram do grupo sanguíneo do tipo A?

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...