Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Conhecimento Geral

Illuminatis

Natália Cruz
Publicado por Natália Cruz
Última atualização: 5/11/2018

Introdução

O primeiro grupo de homens a se considerar iluminado surgiu, aproximadamente, no século 2, em Roma. O grupo se reunia para promover rituais, nos quais os participantes eram, supostamente, hipnotizados e ficavam, por minutos, em estado de transe e de alucinações.

Em meados do século XV, na Espanha, um grupo de homens da elite defendia, em suas reuniões, a ligação direta com o Espírito Santo, que guiava as suas ações. Nos séculos XVI e XVII foram identificados, na França, grupos de nobres simpatizantes das ideias iluministas.

Os illuminatis, como são definidos atualmente, compõem um grupo secreto, criado em 1º de maio de 1776, por Adam Weishaupt. A ideia do fundador, também professor de direito, era criar uma sociedade secreta composta, exclusivamente, por membros da elite, com a finalidade de discutir o iluminismo e promover constante da razão.

O grupo de Weishaupt promovia encontros para discutir temas relacionados à cultura, ao racionalismo e à política. Os membros do grupo foram influenciados pelos pensamentos iluministas. O nome illuminati, que significa "iluminado", em latim, faz referência direta ao iluminismo.

Por se tratar de um grupo secreto e destinado a poucos participantes, a história dos illuminatis é rodeada de segredos e mistérios. Várias evidências costumam ser, inclusive, utilizadas para provar, ou negar, a existência do grupo.

O fim e o renascimento do grupo de Weishaupt

De acordo com as lendas que rondam a história do grupo, pouco tempo depois da sua formação, os Illuminati teriam incomodado o então príncipe da Bavária, Karl Theodore, que declarou o grupo ilegal em 1785 e impediu que seus membros realizassem encontros frequentes.

No entanto, segundo outras especulações, o grupo teria renascido de forma ilegal. Weishaupt teria continuado a selecionar homens para os encontros, convencendo e manipulando os mais ricos da região e seus melhores alunos para comporem uma nova sociedade de homens perfeitos. O fim do grupo, por isso, não teria acontecido oficialmente, como acreditava o príncipe da Bavária.

Os Illuminatis contemporâneos

Muitas teorias ainda circulam sobre os Illuminatis. De acordo com as teorias conspiratórias mais atuais, os Illuminati seriam um grupo formado por líderes políticos, artistas, milionários, cientistas e pelas pessoas mais inteligentes do mundo, que, supostamente, se reúnem para discutir as diretrizes sociais, políticas e econômicas do planeta.

As teorias pregam, então, que os novos membros da organização têm o objetivo de controlar e dominar todas as decisões em âmbito mundial. Boa parte das teorias atuais está ligada aos Estados Unidos e aos cidadãos, políticos e artistas estadunidenses. Algumas delas são sustentadas por escritores como Dan Brown e Anthony Sutton. Dentre as teorias as mais famosas estão:

  • O grande selo da nota de um dólar: O grande selo existente na nota de um dólar tem a representação de uma pirâmide com o topo iluminado pelo olho da providência. Embora esses símbolos sejam representações ligadas a correntes esotéricas anteriores aos illuminatis, eles são ligados ao grupo e sugerem o domínio sobre a moeda mais forte do mundo.
  • A infiltração nos governos mundiais: De acordo com as teorias, os governos ao redor do mundo, principalmente dos países economicamente estáveis, teriam sido infiltrados por agentes illuminatis. Com essa dominação, em determinado momento, todos agiriam em conjunto para ditar as regras econômicas da Nova Ordem Mundial.
  • A terceira guerra mundial: A terceira guerra seria causada pela destruição de islâmicos e sionistas. A guerra seria iniciada por judeus e árabes e, outras nações, consequentemente, entrariam na briga. A guerra levaria ao fim dos ateus e mostraria ao mundo que o ateísmo absoluto seria a causa principal da destruição e da selvageria.
  • Os clones: Alguns escritores e pensadores das conspirações afirmam que boa parte dos músicos, políticos e líderes, na verdade, estariam mortos e foram substituídos por uma série de clones idênticos comandados por líderes da nova ordem mundial.

Muitas dessas teorias são enquadradas como conspiração. No entanto, todas elas possuem uma linha de raciocínio lógico, embora fantasioso ou aparentemente absurdo.

A Nova Ordem Mundial

Ainda de acordo com as teorias e conspirações, os Illuminati acabariam com as monarquias e com os governos ao redor do mundo e estabeleceriam a chamada Nova Ordem Mundial, que trataria-se de um governo global comandado por alguns dos membros mais inteligentes da ordem.

A Segunda Guerra Mundial teria sido um ensaio dos lideres Illuminati para a implantação da Nova Ordem Mundial. O novo governo implementado contaria com uma única moeda, uma única religião e um único exército.

Para alguns estudiosos, os Illuminati já comandam as mais importantes atividades financeiras, nucleares, governos e a imprensa. A implementação de um governo global seria, então, apenas uma questão de tempo.

Nova Ordem Mundial é, também, o nome dado ao novo panorama internacional que surgiu, após o fim da URSS, com a ascensão do domínio dos Estados Unidos. Muitas especulações apontam esse cenário, também, como obra dos Illuminati.


Exercícios

Exercício 1
(Quero bolsa)

A ordem mundial atual pode ser destacada pela consolidação dos Estados Unidos como a grande potência militar e a presença desse país ao lado de outras lideranças (UE e China) que se apresentam como grandes potências econômicas. Se seguirmos essa linha de raciocínio, podemos dizer que vivemos em um mundo:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...