Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Português

Predicado

Alice Martins
Publicado por Alice Martins
Última atualização: 27/9/2018

Introdução

O predicado, juntamente com o sujeito, é um termo essencial da oração. Isso quer dizer que em toda oração haverá, necessariamente, um sujeito e um predicado.

O predicado de uma oração é tudo que se refere ao sujeito, isto é, tudo aquilo que se diz do sujeito. Em termos práticos, tudo aquilo que não for o sujeito, mas se referir a ele na oração, é o predicado (incluindo o verbo).

Veja o exemplo:

  • “Meu pai viaja toda semana”.

O sujeito dessa oração é “meu pai”, já que é a expressão que se relaciona diretamente ao verbo “viajar”, executando a ação que o verbo expressa. Se tirarmos o sujeito, ficamos com “viaja toda semana”, que é o predicado da oração, porque é tudo aquilo que se diz sobre “meu pai”.

Como identificar o predicado na oração

Agora que sabemos que o predicado é o que se diz sobre o sujeito, para acharmos o predicado de uma oração, devemos identificar, primeiro, o sujeito. Essa tarefa pode ficar mais fácil se seguirmos algumas dicas:

  • Primeiro, achamos qual é o verbo da oração.
  • Uma vez identificado o verbo, perguntamos a ele “quem?” ou “o que?” faz a ação que ele expressa.
  • A resposta que obtivermos será o sujeito da oração.
  • Tudo o que não for sujeito na oração, incluindo o verbo, é o predicado.

Veja o exemplo:

  • “Minha vizinha adora gatos”.

O verbo dessa oração é “adorar”. Devemos perguntar, então: “quem adora gatos?”. A resposta que obteremos é: “minha vizinha”, que é o sujeito da oração. O que sobra na frase depois que identificamos o sujeito é “encheu a casa de flores”, que é, portanto, o predicado dessa oração.

Tipos de predicado

Predicado nominal

O predicado nominal é chamado assim porque seu núcleo, isto é, a palavra que dá sentido ao predicado, é um nome ou qualquer outra palavra que não seja um verbo.

Essa palavra geralmente é uma característica do sujeito, a qual chamamos de predicativo do sujeito. O verbo que liga o sujeito a seu predicativo, no predicado nominal, é sempre um verbo de ligação (ser, estar, permanecer, ficar, continuar e parecer).

Exemplo:

  • “O médico foi prudente”.

“O médico” é o sujeito e “foi prudente” é o predicado. Ao observarmos o predicado, vemos que a palavra mais importante, isto é, o núcleo, é o adjetivo “prudente”. Este exerce a função de predicativo do sujeito, já que caracteriza o sujeito da oração. Temos, assim, um predicado nominal.

Predicado verbal

O predicado verbal recebe esse nome porque o núcleo do predicado é um verbo de ação, ou seja, um verbo que expressa ação ou fenômeno da natureza.

Exemplo:

  • “Eu comprei um notebook novo”.

O sujeito da oração é “eu” e o predicado é “comprei um notebook novo”. Observe que a parte mais importante desse predicado é o verbo de ação “comprar”. Esse é, portanto, um predicado verbal.

Predicado Verbo-nominal

Se para o predicado nominal é preciso que a parte mais importante do predicado seja o predicativo do sujeito e, para o predicado verbal, é preciso que haja um verbo de ação, para o predicado verbo-nominal é preciso uma junção dos dois anteriores.

Temos um predicado verbo-nominal quando a oração apresenta um verbo de ação mais uma característica do sujeito. Veja:

  • “Os torcedores cantaram emocionados o hino”.

Observe que temos o verbo de ação “cantar” e o predicativo do sujeito “emocionados”. Com isso, temos um predicado que é classificado como verbo-nominal.

Dica: a frase acima poderia ser desmembrada em duas:

  • “Os torcedores cantaram o hino”. (predicado verbal)
  • “Os torcedores estavam emocionados”. (predicado nominal)

Assim, poderíamos ver mais claramente a junção do predicado verbal com o predicado nominal.

A característica presente no predicado verbo-nominal também pode se referir ao objeto da oração. Veja:

  • “O aluno deixou a professora orgulhosa”.

O sujeito dessa oração é “o aluno”, mas repare que a característica “orgulhosa” se refere a “a professora”, que é quem sofre a ação do verbo, ou seja, é o objeto da oração. Como temos um verbo de ação (“deixar”) e um predicativo do objeto (“orgulhosa”), também temos nesse caso um predicado verbo-nominal.


Exercícios

Exercício 1
(UNIMEP-SP)

Observe as seguintes orações:

  • Paulo está adoentado.
  • Paulo está no hospital.
    Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

    Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

    Carregando...