logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Vestibular e Enem

Como se preparar para fazer o Enem pela primeira vez?

por Isabella Baliana em 05/05/22

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é considerado o principal vestibular do Brasil, que acontece anualmente e possibilita o ingresso dos participantes em centenas de instituições de ensino superior da rede pública e privada. 

Encontre bolsas de estudo de até 80% para graduação

Na edição da prova do ano passado, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), mais de 99 mil pessoas realizaram o exame. 

Além disso, para aqueles estudantes que vão fazer o Enem pela primeira vez, as dúvidas e receios costumam ser maiores ainda. Afinal, é a primeira vez fazendo uma prova extensa e conteudista, que resultará em uma nota capaz de dizer se o candidato será ou não aprovado no curso superior que deseja. 

Mas, não há motivo para se desesperar! Pensando no grande desafio que estes estudantes irão enfrentar, a Revista Quero conversou com o Heitor Ribeiro, coordenador do Curso Anglo, e obtemos a resposta para algumas das principais dúvidas na hora de se preparar para fazer o Enem pela primeira vez, confira abaixo:

Leia também: Calendário do Enem 2022
Edital Enem 2022: saiba os pontos mais importantes

O que é fundamental saber sobre o Enem para quem vai fazer pela primeira vez?

De acordo com o coordenador, na primeira vez fazendo o Enem, é fundamental o aluno conhecer o perfil da prova. Uma dica para o estudante é buscar no site do Inep as provas de anos anteriores e fazê-las, pois isso o faz ganhar experiência e o prepara para realizar o Enem com mais facilidade, uma vez que o aluno se acostuma com o modelo de prova.

"A primeira experiência dele na prova não pode ser a prova real, é importante ele ter tido uma experiência de simulação anterior. Então é indicado baixar as provas antigas, olhar como são as questões, ver como o Enem aborda o conteúdo do ensino médio, para já começar a se familiarizar com os temas e com esse tipo de prova", afirma.

O que fazer e o que não fazer um dia antes da prova?

Na véspera da prova é importante ser disciplinado e ir se organizando. Separar os documentos necessários, os alimentos que vai levar e claro, não esquecer da caneta de tinta preta fabricada em material transparente. Outro ponto importante é tentar ter dormir cerca de 8 horas e comer alimentos leves, que o candidato já esteja acostumado a comer e que não causem indigestão. 

Para Ribeiro, é indicado o estudante pegar o dia anterior à prova para descansar, mas de modo responsável: "É importante ter uma boa noite de sono, e não ir pra balada ou ficar acordado até tarde, por exemplo. Precisa se disciplinar em relação a isso, porque esses detalhes também fazem parte da vida do vestibulando e também podem ter um peso na prova". 

Algo que muitos estudantes fazem é estudar vários conteúdos na véspera do Enem, com o intuito de estar "mais preparado". Mas, segundo o coordenador, essa prática não é necessária e na verdade, é contraindicada. 

"Tem aluno que gosta de estudar até os últimos momentos antes da prova, e isso não é muito efetivo. Porque, além de a chance do aluno estudar nos últimos minutos um assunto que vai cair ser muito pequena, isso gera mais ansiedade e nervosismo do que qualquer outra coisa", alerta. 

Veja mais: Quando começam as inscrições do Enem 2022?
Quais são as matérias que mais caem no Enem?

Como estudar para o Enem pela primeira vez? 

Ao estudar para o Enem pela primeira vez, é necessário o aluno ter em mente que, ao contrário do que muitos imaginam, não é só o conteúdo que vai ser importante para ele fazer a prova e passar no vestibular. Também é preciso se acostumar com a ambientação e o tempo de prova. Por isso, quanto mais treinos com simulados o estudante conseguir fazer, melhor vai ser. 

"O aluno tem que estar familiarizado com passar 5 horas sentado estudando ou fazendo prova. O Enem é uma prova cansativa, são 180 questões, uma redação, tem muitos textos para ler e o aluno pode acabar perdendo questões por distração se ele não estiver acostumado a fazer provas nesse modelo. Por isso, na hora de estudar, é indicado não só olhar os conteúdos, mas tentar simular experiências reais do exame", reitera. 

Como se preparar para fazer a redação do Enem pela primeira vez?

Para se preparar corretamente para fazer uma boa redação no Enem, o coordenador reforça que é importante buscar adquirir repertório cultural, ou seja, estar antenado às notícias, aos assuntos da atualidade e ao que está acontecendo no mundo, porque isso pode sim ser abordado, tanto nas questões quanto no tema de redação da prova. 

Entretanto, além disso, segundo Ribeiro, é fundamental o aluno entender que o modelo de redação do Enem exige sempre uma proposta de intervenção. "Os temas que o Enem trabalha são temas nos quais você consegue apresentar uma proposta de intervenção, são temas concretos. Assim, o aluno precisa conhecer o formato desse tipo de texto" explica. 

O coordenador também da outras dicas: entender como a redação do Enem é corrigida e praticar escrevendo outras redações, sobre vários temas. A redação tem um peso grande no Enem, por isso é importante o aluno desenvolver a sua escrita ao longo do ano e se acostumar a essa forma de escrever para chegar bem preparado no dia do exame. 

Leia mais: 13 citações para usar em qualquer tema de redação
Modelos de redação nota 1000 do Enem desde 2009

Como não se distrair e manter o foco na hora do Enem?

Alguns estudantes se preocupam muito em como manter o foco e rendimento durante toda a prova, se cobrando excessivamente. Para o coordenador, isso é algo comum e que acontece com muitas pessoas. 

"O Enem é uma prova longa, então é natural que o aluno, no decorrer dela, vá se cansando, perdendo performance ou ficando um pouco mais distraído. Isso é natural e está tudo bem", pontua. 

Segundo Ribeiro, o que o aluno deve pensar é em como ele pode tirar o máximo de rendimento já sabendo que vai se cansar ao longo do exame. Dentro deste objetivo, é interessante o aluno ter uma estratégia ou "ordem de prova" e segui-la durante o exame: saber por qual matéria começa, como organizar as questões fáceis, médias e difíceis e quais matérias serão deixadas por último, são algumas dicas que ajudam a se concentrar com mais facilidade e fazer uma boa prova. 

Veja: 5 dicas para tirar nota 1000 na redação do Enem
Como funciona a nota do Enem 
Nota do Enem: como funciona a TRI

Atenção ao TRI

Outro ponto importante para o estudante é entender como funciona o TRI (Teoria de Resposta ao Item), que é o modelo de correção de questões que o Enem segue. "Nele, se você erra questões fáceis e médias, você é mais "punido" do que se você errasse questões difíceis. Então a prova espera que você acerte a maioria das questões fáceis a a maioria das médias e erre parte das questões difíceis. Se você acertou muitas questões difíceis, mas errou as fáceis, a prova acaba contabilizando que você chutou, e aí a pontuação será menor. Isso é chamado de "coerência pedagógica", explica o coordenador. 

Assim, algo que é muito importante no Enem, quando o aluno estiver se preparando para o exame, é priorizar e fazer as questões fáceis e médias. Caso ele pegue uma questão muito difícil, que não consiga resolver e já esteja muito tempo nela, é importante pular essa questão e voltar pra ela só no final, e não ficar insistindo. Isso ajuda a otimizar o tempo para responder outras questões. 

Como organizar o tempo na hora da prova do Enem?

Em relação ao tempo da prova, geralmente os professores e especialistas calculam, em média, 3 minutos para cada questão. Ribeiro comenta que que esse cálculo às vezes fica muito abstrato ou limita demais o aluno, porque 3 minutos pode ser pouco ou muito tempo, dependendo da dificuldade da questão. 

Assim, para o coordenador, para se tornar mais fácil de visualizar e ajudar o candidato a finalizar a prova com certa tranquilidade, o indicado é tentar fazer 10 questões a cada 30 minutos. Ou, por exemplo, 20 questões a cada 1 hora da prova. "Se ele conseguir isso, ele vai conseguir terminar a prova, vai dar tempo de passar tudo para o gabarito e vai conseguir desempenhar um bom trabalho", garante. 

Como cuidar do emocional para fazer Enem pela primeira vez?

Além de todo o preparo pedagógico que o aluno necessita para fazer uma prova importante como o Enem, é importante ter alguns cuidados psicológicos e emocionais. Muitos estudantes se cobram demais, ficando muito nervosos ou ansiosos na véspera ou no dia da prova, o que pode prejudicar seu desempenho. 

A recomendação do coordenador do Curso Anglo é que o aluno continue tomando os devidos cuidados com ele próprio ao longo do ano de estudo e também durante a preparação para o vestibular. Caso ele faça acompanhamento psicológico ou médico, é super importante manter

De acordo com Ribeiro, alguns alunos que acham que o ano de prestar Enem e vestibular é um "ano de sacrifícios", então abandonam todas as outras áreas da vida para se dedicar exclusivamente à preparação para a prova. 

"Isso nem sempre é funcional, porque a pessoa também deve ter uma vida pra além do vestibular. É importante manter atividades físicas, se é algo que a pessoa gosta de fazer e manter o contato com amigos e com a família. Esses elementos ajudam no bem-estar e até deixam com mais disposição. Além de estudar, o aluno também deve se cuidar emocionalmente para ter um bom resultado no exame", finaliza. 

Plano de Estudos Enem de Boa

Para você que está estudando para o Enem, que tal ter acesso a um plano de estudo completo para te ajudar a se organizar para a prova ainda mais? E ainda por cima, 100% grátis? 

O Plano de Estudo Enem de Boa 2022, produzido pelo Quero Bolsa, é um cronograma gratuito que fornece indicações diárias de conteúdos do Enem. Quem se inscreve também tem acesso a dicas extras de estudo toda semana, sem custo nenhum. Clique no botão abaixo para baixar gratuitamente: 

Baixar Plano Enem De Boa

banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54