Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
Vestibular e Enem

Saiba a principal diferença entre texto expositivo e argumentativo

Você sabe qual a principal diferença entre texto expositivo e argumentativo? Diversos tipos de textos que escrevemos são classificados conforme as regras de composição que possuem, suas características.

Assim, para saber cada tipo é necessário analisar sua estrutura e a sua finalidade, já que eles podem contar uma história, fazer a descrição de um fato, argumentar sobre determinado ponto de vista, fazer uma explicação ou informar o que aconteceu. 

Para que você não crie nenhuma confusão sobre os tipos de redação e não tenha mais dúvida em saber a diferença entre texto expositivo e argumentativo, elaboramos este artigo para mostrar como é cada um deles. Vamos lá?

diferença texto expositivo e texto argumentativo
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Começando com o texto dissertativo

Bom, você deve estar se perguntando: “O que o texto dissertativo tem a ver com o texto expositivo e argumentativo?”. Para falar sobre esses dois tipos textuais precisamos falar primeiro sobre o texto dissertativo.Isso acontece porque ele é classificado em dissertativo-expositivo e argumentativo.

Deu pra entender? Agora, vamos passar por cada uma das categorias do texto dissertativo, para que você saiba, de uma vez por todas, a diferença entre texto expositivo e argumentativo.

Leia mais: Como fazer um texto dissertativo-argumentativo? 

O texto expositivo

O texto expositivo tem o objetivo de informar e esclarecer o leitor ao apresentar um determinado tema ou assunto. Contudo, esse tipo de texto não tem, necessariamente, o intuito de convencer o leitor, apenas de expor as ideias e pontos de vista.

Assim, o texto possui uma ideia central a ser apresentada, desenvolvida no seu decorrer até chegar ao seu fechamento.

Além disso, sua linguagem é clara e concisa, e também apresenta a definição e a comparação como recursos linguísticos.Um texto expositivo também recebe duas formas de classificação:

  • expositivo-argumentativo: apresenta o conceito de algum tema e utiliza os argumentos para defender a ideia;

  • expositivo-informativo: apenas apresenta algo, recorrendo a uma linguagem mais neutra.

Agora, vejamos como é a estrutura do texto expositivo:

  • Introdução: refere-se a parte do texto onde se apresenta e contextualiza o tema. Nela também se define o objetivo do texto.

  • Desenvolvimento: nessa parte é feita a explicação detalhada e objetiva do tema.

  • Conclusão: aqui, o tema é reafirmado, apresentando a síntese do que foi abordado.

Você encontra exemplos do texto expositivo em: 

  • Reportagens;

  • Resumos e fichamentos;

  • Artigos científicos;

  • Seminários. 

  • Dicionários e enciclopédias.

Carta argumentativa: o que é, estrutura e características 

O texto argumentativo

O texto argumentativo apresenta um ponto de vista e tem o objetivo persuadir e convencer o leitor a concordar com a ideia defendida. Para isso, o autor deve utilizar estratégias argumentativas, como a apresentação de dados, citações e alusões históricas.

Assim, o texto argumentativo apresenta um formato de escrita que busca defender uma ideia central, a partir da argumentação, valendo-se de opiniões e provas, como:

  • Dados;

  • Levantamentos;

  • Estatísticas;

  • Pesquisas;

  • Fatos;

  • Exemplos.

Sua estrutura básica é a seguinte:

  • Introdução: corresponde a parte onde é apresentado o assunto e a tese sobre ele, que será defendida ao longo do texto.

  • Desenvolvimento: aqui, são explorados os argumentos que sustentam a tese. Eles precisam estar embasados com exemplos e fatos, que servem como sua comprovação e validação.

  • Conclusão: refere-se ao desfecho do assunto. Aqui se retoma a tese inicial. Também é preciso apresentar possíveis soluções, como a proposta de intervenção.

Exemplos desse tipo de texto são encontrados em:

  • Ensaios;

  • Cartas argumentativas;

  • Editoriais;

  • Redações de vestibulares e concursos.

No caso do Enem, o candidato precisa se atentar para duas questões importantes, que fazem parte das especificidades do texto argumentativo. 

  1. Dissertar: saber expor, informar e apresentar as informações de modo claro e objetivo;

  2. Argumentar: saber defender seu ponto de vista de modo a convencer o leitor.

Vale destacar ainda que, no Enem, o candidato pode ser penalizado na avaliação conforme as competências II e III, que considera a estrutura do texto dissertativo-argumentativo e a correta seleção e relação de ideias em defesa do ponto de vista, respectivamente. 

Diferença entre texto expositivo e argumentativo

Bom, a principal diferença é a exposição sobre um determinado assunto em um e a presença de argumentos construídos em outro. Ou seja, o texto expositivo apresenta algo e o texto argumentativo defende algo.

Leia mais: Como criar repertório para redação do Enem? 

Logo, no texto expositivo, o autor expõe e descreve sobre determinado tema. Lembrando que a linguagem é objetiva e de fácil compreensão.

Já no texto argumentativo, o autor precisa, além de apresentar o tópico discutido, colocar os argumentos que são contra ou a favor, além de inserir alguns conceitos necessários que complementam tais argumentos.

E aí? Conseguiu compreender direitinho a diferença entre texto expositivo e argumentativo? Esperamos que este artigo ajude você no momento de estudar e fazer seus textos. Agora, aproveite para conferir nosso próximo conteúdo para aprender como começar uma redação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
ALERTA DE VAGAS i-close
Descubra qual profissão mais se encaixa com você.

Não fique na dúvida sobre o seu futuro. Faça o Teste Vocacional do Quero Bolsa.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você compare vagas com bolsa em mais de 1.000 faculdades

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2021 CNPJ: 10.542.212/0001-54