Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
Ensino Básico

Saiba como é a escola Waldorf e se ela é ideal para o seu filho

Estudantes da escola Waldorf Vale do Luz, no Rio de Janeiro, brincando.
Alunos da escola Vale do Luz, em Nova Fiburgo, no Rio de Janeiro. Foto: Reprodução

Enquanto as metodologias de ensino tradicional tem como foco o vestibular, através de materiais didáticos apostilados desde cedo, outros métodos valorizam o desenvolvimento integral da criança, por meio do brincar, do contato com a natureza e das artes, como é o caso da escola Waldorf. 

Mas, será que essa pedagogia é a ideal para você e o seu filho? Para te ajudar a responder essa pergunta, vamos explicar como o método Waldorf surgiu, quais são seus princípios e como é o dia a dia do aluno na escola. Leia abaixo!

Metodologia Waldorf: como surgiu

Criada pelo filósofo austríaco Rudolf Steiner, a pedagogia Waldorf surgiu em meio à crise financeira e social instaurada na Alemanha após o fim da Primeira Guerra Mundial, impulsionada pelo desejo da época em construir um futuro melhor para a Europa.

Inspirado pelo tripé da liberdade, da igualdade e da fraternidade, o filósofo desenvolveu uma uma proposta educacional própria, partindo do princípio de que cada ser humano é único.

No início de 1919, Steiner realizou uma série de palestras para os operários da fábrica de cigarros Waldorf-Astoria - daí o nome. O sucesso foi tanto que os trabalhadores solicitaram que os seus filhos recebessem uma educação escolar mais adequada às necessidades do desenvolvimento humano e da sociedade atual.

Com o apoio do diretor da fábrica e depois de muitos estudos, Emil Molt, o filósofo fundou a primeira escola Waldorf, em setembro de 1919, com 256 alunos e 12 professores.

Quais são as características da pedagogia Waldorf?

A metodologia Waldorf é fundamentada na antroposofia e tem como objetivo, desenvolver os alunos de maneira equilibrada e integrada, considerando as características essenciais do ser humano que, segundo Steiner, são o pensar, o sentir e o querer.

Nesse contexto, a escola e o professor devem fornecer as ferramentas necessárias para que o aluno descubra seu potencial e se desenvolva, superando os desafios ao longo de sua vida.

Para o filósofo, a formação de pessoas livres, sensíveis, criativas e plenamente responsáveis se dá através da consciência coletiva, da alimentação saudável e da relação harmoniosa com a natureza.

Steiner acreditava ainda que os seres humanos possuem um ritmo próprio de compreensão e aprendizado, caracterizado por ciclos de desenvolvimento de sete anos - dos 0 aos 7, dos 7 aos 14, e dos 14 aos 21 - os chamados setênios.

Dessa forma, a escola Waldorf organiza o seu currículo de acordo com a evolução do aluno, respeitando as necessidades e prioridades de cada ciclo em todos os âmbitos: ciência, arte, valores morais e espirituais.

Como funciona a Escola Waldorf?

Ao contrário da grande maioria dos colégios, as instituições que utilizam a abordagem Waldorf não adotam material didático. Os próprios estudantes são responsáveis por fazer seus cadernos, e há uma apostila para cada aula específica.

Entretanto, isso não quer dizer que os alunos ficam “soltos” e não aprendem as disciplinas básicas como matemática, língua portuguesa, geografia e história. Pelo contrário, as escolas Waldorf seguem as diretrizes dispostas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), só que de uma maneira e intensidade diferentes.


Escolas Waldorf com bolsas de estudo


Em paralelo às matérias, é natural ver os alunos participando de aulas de dança, tricô, artesanato, música e circo, sempre trabalhando o aprendizado de maneira lúdica e criativa. 

Ao invés de computadores e aparelhos eletrônicos, as crianças são incentivadas a usar brinquedos naturais e pedagógicos, como carros e casinhas de madeira, e bonecos de pano. Além disso, as salas de aula são bem diferentes: não há lousa ou cadeiras enfileiradas. 

O professor na pedagogia Waldorf

Na escola Waldorf o professor atua como um facilitador do conhecimento e acompanha o desenvolvimento dos seus alunos por um longo período de tempo. Nos primeiros sete anos de ensino, cada professor é responsável por uma turma, ensinando todas as disciplinas.

Já no Ensino Médio, os alunos são acompanhados por um tutor especialista em matérias específicas, entretanto, o contato com o professor ainda é mantido.
Ao contrário da metodologia tradicional, os colégios que utilizam o método Waldorf não testam o conhecimento do estudante por meio de provas, portanto, não há boletim. Os professores fazem um acompanhamento diário do aproveitamento e comportamento dos estudantes.

Escolas Waldorf no Brasil

Atualmente, existem cerca de 80 escolas no país vinculadas à Federação das Escolas Waldorf no Brasil, em diferentes estados.

Geralmente, as instituições que utilizam metodologias de ensino diferenciadas são conhecidas pelas altas mensalidades. Porém, com a ajuda do Quero Bolsa, portal especializado em educação básica, você consegue encontrar escolas Waldorf com bolsas de estudo de até 80%.


Leia também:
+ Metodologia de ensino construtivista: entenda o que é e como funciona

O que você achou deste artigo?

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2021 CNPJ: 10.542.212/0001-54