Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
Ensino Básico

Saiba como escolher uma escola para o seu filho

por Luiza Padovam Vieira em 17/08/20

O final de ano vai chegando e, com ele, a época de matrícula nos colégios também. Método de ensino, uniforme, localização; são tantos detalhes que devem ser levados em conta na hora de decidir onde colocar a sua criança para estudar, que muitas vezes fica difícil saber o que fazer. Por isso, preparamos esse texto para ajudar você a escolher uma escola para o seu filho. 

A participação dos pais na educação dos filhos é muito importante, principalmente na hora de escolher uma escola.

Antes de começar, pare e reflita sobre a seguinte questão: “Que tipo de educação você quer dar para o seu filho(a)?” Ao pensar sobre o que é importante para você e o que você deseja para a sua criança, pense também na idade dela. Isso porque, as necessidades do seu filho mudam com o passar dos anos e o que você deve exigir da escola, também. 

Continue a leitura e confira dicas sobre o que você deve saber na hora de escolher uma instituição de ensino, o que perguntar na visita à escola e o que levar ou não em consideração.

O que você pensa x O que a escola oferece

Como dito anteriormente, o primeiro passo para escolher uma escola para o seu filho é é refletir sobre o tipo de educação que você deseja oferecer à ele. O que você considera importante para que a sua criança se desenvolva como estudante e ser humano? Descoberto isso, você já pode iniciar a sua pesquisa. 

+ José Pacheco e Pedro Demo: por uma escola focada no aluno

Faça uma lista

Após identificar o que você considera ser a educação ideal para o seu filho, você deve analisar as questões mais práticas do processo de escolha, como: localização, quantidade de horas, infraestrutura, método de ensino e valor da mensalidade.

 Faça uma lista com o que você considera essencial, por ordem de prioridade. Essa organização ajudará você a selecionar as melhores escolas.

Localização

A primeira delas, é a localização da escola. A cidade onde você mora, é pequena ou grande? Tem muito trânsito? É segura? Além disso, você consegue levar e buscar o seu filho da escola? As respostas para essas perguntas ajudarão no processo de decisão.

A maioria dos pais optam por escolher uma escola que fique próxima de casa ou do local de trabalho. Além de reduzir o tempo gasto no trânsito e o custo com a gasolina, isso facilita também a disponibilidade de o responsável ir até a escola caso aconteça algum imprevisto.

Dependendo da idade da criança e da segurança de onde você mora, ela pode até ir apé para o colégio, ou você pode acompanhá-la. 

Período oferecido

O segundo fator para ser levado em conta na hora de escolher uma escola para o seu filho, é o período oferecido pela instituição (meio-período, período integral ou flexível). 

Ao determinar a quantidade de horas que a sua criança ficará na escola é preciso entender primeiro a rotina dos familiares (se os pais trabalham o dia inteiro ou não), a fase de desenvolvimento na qual a criança se encontra, e as atividades que serão realizadas na escola caso você opte por essa modalidade. 

Pense que, se a criança irá passar 7 horas do dia na escola, é importante que ela tenha o conforto necessário (principalmente se for mais nova), e que seu tempo lá seja produtivo. 

Infraestrutura

O espaço físico é um aspecto importantíssimo no processo de escolha de uma escola. Isso porque, os recursos disponíveis no local podem influenciar a qualidade da educação que a sua criança irá receber, bem como o seu desenvolvimento ao longo dos anos. 

Para ajudar, listamos abaixo alguns itens para você prestar atenção ao visitar à escola. Confira:

  • A escola possui recursos básicos como: acesso a água potável, rede de esgoto e energia?;

  • A estrutura física do prédio está em boas condições? O local é muito antigo?;

  • As salas de aula são muito pequenas? Possui carteiras e mesas para todos os alunos? Estão em bom estado?;

  • O colégio tem áreas de lazer como: jardins, pátio, parquinho e quadras poliesportivas?;

  • Além dos requisitos básicos, a escola dispõe de recursos como internet, biblioteca, sala de informática, laboratórios e auditórios? 

Se a resposta para maioria das perguntas acima for "não", fique atento. 

Projeto Político Pedagógico (PPP)

O nome parece complicado, mas o Projeto Político Pedagógico, conhecido como PPP, pode dar muitas pistas para você avaliar se o que a escola diz, acontece na prática.
Hoje em dia, existem diversos métodos de ensino, cada um com uma linha e às vezes, fica difícil entender exatamente o que cada um propõe.

Mais do que saber se a escola é construtivista, tradicional ou montessoriana, vale a pena conferir como é o dia a dia da criança na escola. Pergunte ao coordenador ou diretor como é o processo de aprendizagem, qual o papel do professor, se a escola enfatiza mais a música e as artes ou prefere os esportes. 

+ 5 principais metodologias de ensino no Brasil

Observe como é o relacionamento dos professores e funcionários com as crianças, a forma como falam e a linguagem utilizada. Pergunte se a escola investe na formação continuada dos professores, através de cursos de atualização ou congressos. 

Entender a filosofia da instituição de ensino ajudará você a escolher uma escola que seja mais compatível com os seus ideais e com o aquilo que você deseja para o seu filho. 

Cuidados básicos

A disponibilidade de alguns recursos, principalmente tecnológicos, mudam de escola para escola. Porém, cuidados básicos, como alimentação, higiene e segurança são essenciais.

Verifique se o colégio faz a higienização constante de brinquedos e locais comuns como mesas, parquinhos, corrimãos e carteiras. Além disso, o corpo docente incentiva o hábito do cuidado pessoal das crianças (lavar as mãos, o rosto, tomar banho)? 

Se a alimentação saudável é algo importante para você, pergunte para o coordenador quais são as opções e a qualidade do lanche oferecido. Caso a escola não forneça a alimentação mas tenha uma cantina, por exemplo, você pode avaliar as opções de comida oferecidas.

Atividades culturais

O processo de aprendizado e a absorção de novos conhecimentos vai além das salas de aula. Visitar museus, sítios arqueológicos, ou até mesmo fazer um passeio pelas partes históricas da cidade são algumas alternativas que a escola têm para ampliar o conhecimento da criança e despertar sua curiosidade pelo mundo. Experiências como essa enriquecem ainda mais a experiência que o seu filho terá na instituição.

Valor da mensalidade

Na hora de escolher uma escola para o seu filho, estipule um valor máximo que você possa pagar pela mensalidade. Oferecer uma educação de qualidade é importante, porém, não assuma um custo com o qual você não consiga arcar ou que tome mais de 25% da renda familiar mensal. 

Confira se a instituição oferece algum tipo de bolsa de estudos ou descontos, principalmente se você tem mais de uma criança. Vale lembrar que o preço não está diretamente ligado a qualidade do ensino ofertado. Muitas pessoas acreditam que uma escola cara significa uma escola boa, mas isso nem sempre é verdade.

+ Como funcionam as bolsas de estudo nas escolas particulares?

Material utilizado

O material utilizado pela escola também diz muito sobre o Projeto Político Pedagógico desenvolvido com os alunos. A instituição possui diversos tipos de brinquedos (bolas, de madeira, eletrônicos e plásticos? A biblioteca e os livros exigidos por professores abordam a diversidade e a representatividade? 

No caso da Educação Infantil, se a escola tenha uma televisão, qual é o tempo de exposição que as crianças têm às telas? Todos esses fatores dizem muito sobre a escola e ao tipo de tratamento dado aos alunos. 

+ Exposição contínua às telas é maior durante isolamento, mas limite ainda é indicado por especialistas

Escolhendo uma boa escola para a sua criança

Como vimos, encontrar uma escola é um processo delicado que exige tempo e dedicação. Durante este período de decisão, surgirão vários questionamentos sobre o que fazer, o que é certo e o que é errado. A resposta é: não existe certo ou errado. 

Ter esse sentimento de incerteza é normal. Afinal, toda mãe e todo pai, quer que a sua criança tenha oportunidades de aprendizado, que ela faça amigos, que seja feliz e que leve essa experiência para o resto da vida, não é mesmo?

Esperamos então, que nossas dicas te deem a segurança e a confiança necessárias para  escolher uma boa escola para o seu filho. Boa sorte :)


O que você achou deste artigo?

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54