Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
Ensino Básico

Como funcionam as bolsas de estudo nas escolas particulares?

Como funcionam as bolsas de estudo em escolas particulares
Foto: PxHere

Todos os responsáveis e pais buscam sempre oferecer o melhor para os seus filhos, principalmente quando o assunto é educação. Muitas vezes, a falta de vagas nas escolas públicas bem como a qualidade do ensino encontrado são alguns dos motivos que levam diversos pais a matricular as suas crianças em instituições da rede privada. 

No entanto, a mensalidade escolar acaba sendo um empecilho para muitas famílias que se veem impossibilitadas de arcar com o valor integral. A bolsa de estudos, então, se torna uma ótima alternativa. Mas quem tem direito a ela? Que tipos de bolsa existem?Como funcionam as bolsas de estudo nas escolas particulares? Como funcionam as bolsas de estudo nas escolas particulares? No post de hoje vamos esclarecer todas as suas dúvidas sobre este tema, confira abaixo!

O que é?

A bolsa de estudo é uma ajuda concedida pelas instituições de ensino aos estudantes e, consequentemente, as suas famílias. Existem vários tipos de bolsa e cada escola possui pré-requisitos diferentes para os alunos se candidatarem ao benefício. Atualmente, existem diversos programas de bolsa disponíveis que fazem essa ligação entre aluno e instituição. 

Quais são os tipos de bolsas de estudo?
Os tipos de bolsa de estudos mais conhecidos são:

Bolsa de estudo por mérito

Esta categoria de bolsa acontece quando a instituição de ensino realiza processos seletivos para avaliar o potencial do aluno, normalmente através de provas e testes de conhecimento. 

Algumas escolas possuem notas de corte para selecionar apenas os estudantes que se destacaram, outras oferecem bolsas conforme o resultado obtido: bolsa parcial ou integral. 

Bolsa de estudo para famílias com mais de um aluno matriculado

Geralmente, famílias que possuem mais de uma criança matriculada no mesmo colégio recebem um desconto gradual na mensalidade conforme a quantidade de filhos. Por exemplo, famílias com dois filhos recebem 20% de desconto, famílias com três filhos recebem 30% de desconto no valor total. A definição do percentual de desconto é definido pela própria escola, mas vale lembrar que nem todas realizam esse tipo de serviço.

Bolsa de estudo por condição financeira

Este tipo de bolsa é destinado para as famílias dos alunos que não possuem condições financeiras de arcar com os valores da mensalidade. Nestes casos, a escola faz uma avaliação da situação socioeconômica da família, concedendo o desconto. 

Bolsa de estudo para atletas

Esta modalidade de bolsa é muito comum nos Estados Unidos, mas nem tanto no Brasil. Entretanto, algumas escolas particulares oferecem bolsas de estudo para alunos que se destacam em esportes. Geralmente esses estudantes representam a instituição em competições como os Jogos Estudantis Brasileiros (JEB’s).

Como dito acima, a bolsa de estudo pode ser integral - quando cobre o custo total da mensalidade - ou parcial - quando isenta o aluno de parte do valor, ou seja, 30%, 40% ou 70% de desconto. 

Além do desconto financeiro, algumas instituições ajudam através de outros benefícios como material escolar, transporte, alimentação ou uniforme. 

Programa de bolsas de estudo para escolas particulares

Existem ainda programas de bolsa de estudos promovidos pela iniciativa privada. Mais Bolsas e Educa Mais Brasil são alguns exemplos de empresas que oferecem programa de bolsas de estudo. 

Entre elas, há também o Quero Bolsa, o maior marketplace de Educação Básica da América Latina. Atualmente, a plataforma conta com mais 7,5 mil escolas parceiras, desde creches até o Ensino Médio, e possui bolsas que chegam a 80% de desconto. E a melhor parte é que o programa não possui nenhuma taxa adicional.  



Encontre uma bolsa de estudo perto da sua casa


Como funcionam as bolsas de estudo?

Tudo depende do tipo de bolsa para o qual o aluno quer se candidatar. A maioria das escolas solicitam uma carta de apresentação/recomendação, em que o estudante deve contar um pouco sobre a sua história pessoal, e seus interesses e habilidades como aluno. Muitas também solicitam a apresentação do histórico escolar. 

Se o aluno estiver interessado em uma bolsa de estudos de atleta, por exemplo, terá que demonstrar as suas aptidões para o esporte e, muito provavelmente, terá que passar por algum tipo de teste. No caso das bolsas socioeconômicas, a família possivelmente precisará apresentar um comprovante ou algum documento que comprove a sua renda mensal.

A vantagem dos programas de bolsas de estudo é que, na maioria das vezes, o estudante não precisa fazer nenhum dos passos acima. O percentual de desconto é garantido no próprio site, sem burocracia ou pré-requisitos. Legal, né? 

Quer saber como conseguir uma bolsa de estudo para o seu filho(a) em uma escola particular? Veja mais detalhes neste artigo.


O que você achou deste artigo?

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54