Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Português

Objeto Direto

Bianca Ferraz
Publicado por Bianca Ferraz
Última atualização: 13/8/2018

Introdução

O objeto direto é o complemento verbal que se liga ao verbo sem preposição obrigatória.

Esse tipo de complemento pode aparecer com verbos transitivos diretos (VTD) ou com verbos transitivos diretos e indiretos (VTDI).

De um modo geral, é possível dizer que o objeto direto designa o elemento sobre o qual recai a ação verbal. Veja um exemplo:

O governo alteroua política econômica do país.

No exemplo, temos o verbo alterar, um verbo transitivo direto. O complemento verbal é  “a política econômica do país”.

É importante perceber que o ato de alteração recai diretamente sobre o termo que faz papel de objeto direto.

Observe mais um exemplo:

Você pagoua conta à costureira?

O verbo “pagar” necessita de dois complementos verbais para que seu sentido esteja completo.

Um complemento regido por preposição, classificado como objeto indireto (OI), representado por “à costureira”.

Outro complemento que se liga diretamente ao verbo, chamado objeto direto (OD): “a conta”.

Mais uma vez, é possível perceber que o ato de pagar recai diretamente sobre a conta, o que garante a função de objeto direto à expressão.

Embora uma das características do objeto direto seja que, geralmente, ele se apresenta ligado diretamente ao verbo, há situações em que ele vem acompanhado de uma preposição, é o chamado objeto direto preposicionado.

Objeto direto preposicionado

Objeto direto preposicionado é aquele que se apresenta introduzido por uma preposição, em geral, a preposição a.

A ocorrência desse tipo de objeto se dá em circunstâncias específicas:

Quando se relaciona a nomes próprios

Ele adora a Júpiter.

Quando o objeto direto se apresenta posposto ao predicado do objeto

Considero carinhoso a meu tio.

Quando um pronome oblíquo tônico (mim, ti, si, ele, ela, nós vós) faz papel de objeto

Amastes a ela, não a mim.

Se o objeto é composto por um pronome átono e um substantivo, este deverá ser preposicionado

Pediu que a salvasse e aos seus amigos.

Se o objeto direto for o numeral ambos

Escutei a ambos.

Com o intuito de evitar a ambiguidade

Ao animal o caçador matou.

Quando o objeto for um pronome indefinido, interrogativo ou demonstrativo

Ela odiava a alguém daquele bairro.

Com os verbos tirar, arrancar, usar etc com o intuito de dar ênfase à ação verbal

Ele usou da força para conseguir o que queria.

Objeto direto interno

O objeto direto interno é o objeto direto que repete a ideia contida no verbo. Aparece acompanhado de um qualificativo. Por exemplo:

Voamos um voo espetacular.

Perceba que a ideia do voo já está implícita no verbo voar, mas, nesse caso, o objeto deve aparecer pois vem acompanhado de um qualificativo, que dá uma característica a esse voo.

Objeto pleonástico

O chamado objeto pleonástico pode ocorrer tanto com objetos diretos quanto com objetos indiretos.

Ele se refere à repetição do objeto com valor enfático, isto é, de realce. Trata-se, então, de um reforço da noção contida no objeto. Veja:

Os meninos, ninguém osviu.

O verbo da oração, “ver” é transitivo direto (VTD), exigindo, portanto, um objeto direto (OD) como complemento verbal.

Esse objeto se realiza com o pronome “os”, que repete a ideia trazido por “os meninos”, exercendo um papel de realce, de ênfase e sendo classificado, portanto, como objeto direto pleonástico.

Pronomes oblíquos atuando como objeto direto

Os pronomes oblíquos átonos podem exercer função sintática de complementos verbais, tanto de objeto direto (OD) quanto de objeto indireto (OI).

Como objeto direto, temos os pronomes “o(s)” e “a(s)” (e suas variações “lo(s)” e “la(s)”.

Além deles, os pronomes “me”, “te”, “se”, “nos” e “vos” assumem função de objeto direto ou função de objeto indireto, a depender do verbo a que se referem. Confira um exemplo:

Neide apresentou-me a seus pais.

Nesse caso, o verbo apresentar é transitivo direto e indireto (VTDI), pois tem necessidade de dois complementos.

O objeto indireto (OI) é representado por “a seus pais”, enquanto o objeto direto (OD) está expresso pelo pronome “me”.

É importante notar que os pronomes “a(s)” e “o(s)” sofrem processo de assimilação quando aparecem precedidos por formas verbais terminadas r, s e z.

Observe:

Vender + a = vendê-la

Fiz + os = fi-los 


Exercícios

Exercício 1
(MACKENZIE)

A única frase em que há erro no emprego do pronome oblíquo é:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...

Veja também

PORTUGUÊS
Acentuação Gráfica
Acentuação Gráfica
PORTUGUÊS
Adjetivos
Adjetivos
PORTUGUÊS
Advérbios
Advérbios
PORTUGUÊS
Agente da Passiva
Agente da Passiva
PORTUGUÊS
Aposto
Aposto
PORTUGUÊS
Artigo
Artigo
PORTUGUÊS
Classes Gramaticais
Classes Gramaticais
PORTUGUÊS
Colocação Pronominal
Colocação Pronominal
PORTUGUÊS
Complemento Nominal
Complemento Nominal
PORTUGUÊS
Concordância Nominal
Concordância Nominal
PORTUGUÊS
Concordância Verbal
Concordância Verbal
PORTUGUÊS
Conjunção
Conjunção
PORTUGUÊS
Crase
Crase
PORTUGUÊS
Interjeição
Interjeição
PORTUGUÊS
Numeral
Numeral
PORTUGUÊS
Objeto Indireto
Objeto Indireto
PORTUGUÊS
Orações Coordenadas
Orações Coordenadas
PORTUGUÊS
Oração Subordinada Substantiva
Oração Subordinada Substantiva
PORTUGUÊS
Ortografia
Ortografia
PORTUGUÊS
Predicativo do Sujeito e do Objeto
Predicativo do Sujeito e do Objeto
PORTUGUÊS
Pretérito Imperfeito
Pretérito Imperfeito
PORTUGUÊS
Pronomes
Pronomes
PORTUGUÊS
Pronomes Pessoais
Pronomes Pessoais
PORTUGUÊS
Regência Nominal
Regência Nominal
PORTUGUÊS
Regência Verbal
Regência Verbal
PORTUGUÊS
Sinais de Pontuação
Sinais de Pontuação
PORTUGUÊS
Substantivo
Substantivo
PORTUGUÊS
Verbo Ser
Verbo Ser
PORTUGUÊS
Vocativo
Vocativo
PORTUGUÊS
Vozes Verbais
Vozes Verbais