Whatsapp Icon 0800 123 2222
Envie mensagem ou ligue

Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Português

Pronomes

Alice Martins
Publicado por Alice Martins
Última atualização: 3/9/2018

Introdução

Os pronomes são as palavras que substituem o substantivo ou o acompanham a fim de qualificá-lo.

Exemplos:

  • Os alunos estão cansados. Eles querem férias.
     O pronome “eles” substitui o substantivo “alunos”.
  • O meu carro quebrou”.
     O pronome “meu” qualifica o substantivo “carro”.

Os pronomes podem ser classificados em:

Pronomes pessoais

Os pronomes pessoais referem-se às pessoas do discurso (1ª pessoa – quem fala; 2ª pessoa – a quem se fala; 3ª pessoa – de quem se fala) e podem ser retos ou oblíquos. Antes de falar de como eles se comportam, vejamos quais são: 

Pronomes pessoais
NúmeroPessoaPronomes retosPronomes oblíquos
singulareutuele, elame mim, comigote, ti, contigose, si, consigo, o, a, lhe
pluralnósvóseles, elasnos, nós, conoscovos, vós, convoscose, si, consigo, os, as, lhes
  • Os pronomes pessoais do caso reto exercem a função sintática de sujeito da oração. Exemplo: “Eu adoro ler”.
  • Os pronomes pessoais do caso oblíquo exercem a função sintática de objeto direto ou indireto. É importante lembrar que os pronomes “o, a, os, as, lo, la, los, las, no, na, nos, nas” funcionam apenas como objeto direto. 

Exemplos:

  • Eu entreguei o documentoao diretor.
  • Eu o entreguei ao diretor.
  • Eu lhe entreguei o documento.

Na segunda frase, o pronome oblíquo“o” substitui o substantivo “documento” e exerce a função de objeto direto. Já na terceira frase, o pronome oblíquo“lhe” exerce a função de objeto indireto.

Na linguagem oral, o uso dos pronomes não necessariamente obedece às regras da norma padrão. Por isso, é comum nos depararmos com estruturas como “eu amo ela” ao invés de “eu a amo”, que, pela norma padrão, contrariam as marcações sintáticas de sujeito e objeto que aprendemos.

Pronomes possessivos

São usados para indicar a relação de posse entre a pessoa do discurso e o termo a que o pronome se refere.

Exemplos:

  • Meu celular fica no modo silencioso durante a aula.
  • Nossa casa está em reforma.
  • Essa caneta é sua?
PessoaPronome possessivo
1ª pessoa singularmeu, minha, meus, minhas
2ª pessoa singularteu, tua, teus, tuas
3ª pessoa singularseu, sua, seus, suas
1ª pessoa pluralnosso, nossa, nossos, nossas
2ª pessoa pluralvosso, vossa, vossos, vossas
3ª pessoa pluralseu, sua, seus, suas

Pronomes demonstrativos

São utilizados para fazer referência à posição (no tempo, no espaço e no discurso) de uma palavra em relação a outras ou ao contexto.

São os pronomes que “apontam” para algo. Podem variar em gênero e número (este, esta, estes, estas, aquele, aquela) ou serem invariáveis (isto, isso, aquilo).


Variáveis


Invariáveis
masculinofeminino
singularpluralsingularpluralistoissoaquilo
esteesseaquele


estesessesaquelesestaessaaquelaestasessasaquelas

Posição no tempo

  • Este dia está lindo! (o pronome “este” faz referência ao tempo presente, ou seja, ao dia de hoje.)
  • Esse ano que passou foi ótimo para mim! (o pronome “esse” faz referência a um passado próximo.)
  • Aquele dia foi memorável (o pronome aquele faz referência a um passado distante.)

Posição no espaço

  • Este caderno é meu (o pronome “este” é usado quando o objeto está próximo de quem fala.)
  • Esse caderno é seu? (o pronome “esse” é usado quando o objeto está distante de quem fala, mas próximo do interlocutor, ou seja, da pessoa com quem se fala.)
  • Aquele caderno é de quem? (o pronome “aquele” indica que o objeto está longe tanto de quem fala quanto do interlocutor.)

A imagem abaixo pode ajudar na compreensão:

explicação gráfica de eu/este, tu/esse, ele/aquele. Pronomes DemonstrativosPronomes demonstrativos

Posição no discurso

  • O pronome “este” vai  funcionar como catafórico, ou seja, vai ser usado para introduzir algo que que ainda não foi dito. Exemplo: Não há maiores virtudes que estas: bondade e honestidade”.
  • O pronome “esse” vai funcionar como anafórico, ou seja, vai retomar algo que já foi dito. Exemplo: Maria me abraça toda vez que eu chego. Essa menina é muito carinhosa!”.

Pronomes de tratamento

Os pronomes de tratamento são palavras usadas para designar os interlocutores e, geralmente, carregam uma carga de respeito e formalidade em seu uso.

Os pronomes de tratamento sempre concordam com a 3ª pessoa, no singular ou no plural, e por isso o pronome possesivo que acompanha esses pronomes é seu(s) e sua(s). Exemplo: Vossa Excelência deve comparecer ao evento de hoje com seus convidados.

Vejamos alguns desses pronomes: 

Pronomes de tratamentoAbreviaçãoSituação de uso
vocêv.é utilizado em situações informais
senhor (es) e senhor (a)Sr, Sr.ª (singular) e Srs., Srª.s. (plural)geralmente é a forma respeitosa usada para se referir a pessoas mais velhas ou pessoas com pouca intimidade
Vossa AltezaV.A.(singular) e V.V.A. A. (plural)utilizado com príncipes/ princesas e duques/ duquesas
Vossa ExcelênciaV. Ex.ª (s)usados para altas autoridades, como Presidente da República, Senadores, Deputados
Vossa MagnificênciaV. Mag.ª (s)usado para reitores de universidades
Vossa SantidadeV.S.usado para o Papa
Vossa EminênciaV. Ema. (s)usado para cardeais

Pronomes indefinidos

Referem-se à terceira pessoa do discurso, dando a ela um sentido impreciso ou genérico. Podem ser variáveis em gênero e número (algum, alguma, alguns, algumas) ou invariáveis (alguém, nada, cada). 


Variáveis


Invariáveis

singular

plural
masculinofemininomasculinofeminino
algum, nenhum, todo, muito, pouco, tanto, outro, quanto
alguma, nenhuma, toda, muita, pouca, tanta, outra, quantaalguns, nenhuns, todos, muitos, poucos, tantos, outros, quantosalgumas, nenhumas, todas, muitas, poucas, tantas, outras, quantasalguém, ninguém, outrem, tudo, nada, algo, cada
qualquerquaisquer

 Exemplos:

  • Eu não tenho nenhuma caneta azul
  • Alguém deve ter uma caneta azul a mais
  • Quaisquer que sejam seus sonhos, não desista de realizá-los! 

Pronomes interrogativos

São utilizados para fazer perguntas diretas ou indiretas. Podem ser variáveis (qual, quais) ou invariáveis (quem, que)

Variáveisqual, quais, quanto, quantos, quanta, quantas
Invariáveisquem, que

Exemplos:

  • Qual o nome da sua amiga? (pergunta direta)
  • Eu não sei qual é o nome da sua amiga. (pergunta indireta)

Pronomes relativos

Os pronomes relativos relacionam-se com um termo que está em outra oração, servindo de conectivo para a oração que inicia, ou com um termo dito anteriormente na mesma oração a fim de garantir a coesão da frase. Podem ser variáveis ou invariáveis.

Variáveiso qual, a qual, os quais, as quais, cujo, cuja, cujos, cujas, quanto, quanta, quantos, quantas.
Invariáveisquem, que, onde

Exemplos:

  • O menino caiu no pátio.
  • O menino foi embora.
  • O menino que caiu no pátio foi embora.

Nesse caso, o pronome relativo “que” faz referência ao substantivo “menino” e serve para conectar as duas orações.

Outros exemplos:

  • A garota cujo pai é astronauta estuda na minha sala.
  • Moro em uma casa onde há muita luz. 
  • Vivemos em uma época na qual há muito estresse. 

Observação: quando for usar o pronome “cujo”, lembre-se que ele deve concordar com o substantivo que vem depois dele e este, por sua vez, pertence ao substantivo que vem antes do pronome. Veja o exemplo: o menino cujas roupas estavam sujas foi embora. (“cujas” concorda com roupas e as roupas pertencem ao menino)


Exercícios

Exercício 1
(ENEM/2011)

tirinha sobre pronomes. Questão Enem 2011

VERÍSSIMO, L. F. As cobras em: Se Deus existe que eu seja atingido por um raio. Porto Alegre: L&PM, 1997. (Foto: Reprodução/Enem)

O humor da tira decorre da reação de uma das cobras com relação ao uso de pronome pessoal reto, em vez de pronome oblíquo. De acordo com a norma-padrão da língua, esse uso é inadequado, pois

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...

Veja também

PORTUGUÊS
Acentuação Gráfica
Acentuação Gráfica
PORTUGUÊS
Adjetivos
Adjetivos
PORTUGUÊS
Advérbios
Advérbios
PORTUGUÊS
Agente da Passiva
Agente da Passiva
PORTUGUÊS
Aposto
Aposto
PORTUGUÊS
Artigo
Artigo
PORTUGUÊS
Classes Gramaticais
Classes Gramaticais
PORTUGUÊS
Colocação Pronominal
Colocação Pronominal
PORTUGUÊS
Complemento Nominal
Complemento Nominal
PORTUGUÊS
Concordância Nominal
Concordância Nominal
PORTUGUÊS
Concordância Verbal
Concordância Verbal
PORTUGUÊS
Conjunção
Conjunção
PORTUGUÊS
Crase
Crase
PORTUGUÊS
Interjeição
Interjeição
PORTUGUÊS
Numeral
Numeral
PORTUGUÊS
Objeto Direto
Objeto Direto
PORTUGUÊS
Objeto Indireto
Objeto Indireto
PORTUGUÊS
Orações Coordenadas
Orações Coordenadas
PORTUGUÊS
Oração Subordinada Substantiva
Oração Subordinada Substantiva
PORTUGUÊS
Ortografia
Ortografia
PORTUGUÊS
Predicativo do Sujeito e do Objeto
Predicativo do Sujeito e do Objeto
PORTUGUÊS
Pretérito Imperfeito
Pretérito Imperfeito
PORTUGUÊS
Pronomes Pessoais
Pronomes Pessoais
PORTUGUÊS
Regência Nominal
Regência Nominal
PORTUGUÊS
Regência Verbal
Regência Verbal
PORTUGUÊS
Sinais de Pontuação
Sinais de Pontuação
PORTUGUÊS
Substantivo
Substantivo
PORTUGUÊS
Verbo Ser
Verbo Ser
PORTUGUÊS
Vocativo
Vocativo
PORTUGUÊS
Vozes Verbais
Vozes Verbais