Info Icon Help Icon Como funciona Ajuda
Whatsapp Icon 0800 123 2222
Envie mensagem ou ligue
Sociologia

Social-Democracia

Natália Cruz
Publicado por Natália Cruz
Última atualização: 21/8/2018

Introdução

O conceito de social-democracia ganhou suas primeiras definições no final do século XIX.

Formado dentro do movimento operário, a social-democracia é um modelo político, econômico e social que está, de certa forma, ligado aos conceitos marxistas do socialismo.

O modelo político e econômico defendido pelos operários apontava as falhas e deficiências do modo de produção capitalista.

Para os sociais-democratas do final do século XIX, entretanto, não seria possível acabar e destruir com o sistema capitalista de economia e produção. Contudo, algumas mudanças poderiam ser implantadas para compensar e tentar resolver as falhas do sistema.

Os primeiros sociais-democratas defendiam uma intensa participação popular na economia e política e a defesa da liberdade e igualdade.

Os sociais-democratas defendem a ideia de capitalismo humanizado, na tentativa de resolução das falhas do sistema. Para isso, o Estado deveria atuar garantindo o equilíbrio entre intervenção na economia e oferecimento de benefícios sociais.

A social-democracia se mostra mais reformista e conciliadora do que o socialismo e a ditadura do proletariado proposta por Karl Marx.

A manutenção do sistema capitalista com alterações foi pensada e desenvolvida pelos sociais-democratas ao longo dos anos. Eles rejeitam a revolução e implantação total do socialismo, levando em consideração algumas falhas ocorridas na implantação do socialismo na Rússia - após a Revolução de 1917 - e alguns outros fatores, como:

  • a violência que marcou a Revolução Russa;
  • o uso de práticas violentas durante a expansão pela Europa Oriental;
  • o fracasso do modelo de economia planificada;
  • a capacidade do capitalismo de sempre recuperar-se de crises.

Além disso, a colaboração entre Estado e classe trabalhadora substitui, na social-democracia, as ideias de luta de classes.

Social-democracia na política

Nos campos político e econômico, os sociais-democratas defendem a manutenção do sistema capitalista, mas apresentam algumas modificações, que, segundo eles, servem para colaborar com a melhoria do sistema de produção.

Os sociais-democratas defendem um modelo de democracia representativa.

A participação popular deve existir de maneira extensiva e direta. Os indivíduos devem ter espaço dentro do sistema político, tanto como candidatos quanto como eleitores. É imprescindível a participação popular na escolha dos líderes.

Social-democracia e Keynesianismo

Para os sociais-democratas, o Estado deve propor algumas intervenções na economia.

O modelo econômico proposto é o desenvolvido pelo economista John Maynard Keynes. Ele propõe, dentro do modelo de livre mercado, a intervenção estatal na economia, com a finalidade de garantir a condição de pleno emprego, controle da inflação e direcionamento de recursos, de maneira a atender as necessidades populacionais.

No modelo proposto por Keynes, o Estado deve evitar ou amenizar as crises e promover o aquecimento da economia interna através do aumento de renda dos trabalhadores ou pela construção de obras públicas subsidiadas pelo governo.

Os possíveis déficits causados pelos gastos governamentais seriam logo recuperados, graças ao crescimento e expansão da economia.

Estado de Bem-estar Social (Welfare State)

No campo social, os sociais-democratas defendem que o Estado ofereça à população a garantia de serviços públicos abrangentes e de qualidade, e que sejam capazes de garantir ao cidadão um padrão mínimo de vida.

Para os sociais-democratas, O Estado é considerado - sem existir distinção social ou econômica para atender igualmente toda a população - como um bom fornecedor de serviços de:

  • saúde;
  • educação;
  • habitação;
  • segurança;
  • infraestrutura;
  • serviços jurídicos;
  • transporte.

No chamado Estado de Bem-estar Social, o Estado deve garantir, também, um sistema de seguridade social que garanta o pagamento de aposentadoria, seguro desemprego e auxílios doença e maternidade, além de um sistema de assistência social que garanta a qualidade de vida dos grupos marginalizados.

Para garantir o modelo de Estado de Bem-estar Social, o Estado precisa garantir os recursos necessários através da alta arrecadação tributária. Os valores arrecadados voltariam em serviços de qualidade para todos os indivíduos da população.


Exercícios

Exercício 1
(ESAF/2013)

O economista John Maynard Keynes defendia a superioridade dos sistemas políticos democrático liberais sobre o liberalismo econômico clássico, o socialismo e o fascismo, afirmando que apenas nos primeiros era possível combinar o máximo de eficiência econômica com a promoção de justiça social e a vigência das liberdades individuais.

Os enunciados a seguir referem-se às características dessas correntes ideológicas. Assinale a opção correta.

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, shorts e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...

Veja também

HISTÓRIA GERAL
Absolutismo
Absolutismo
SOCIOLOGIA
Ação Social
Ação Social
SOCIOLOGIA
Antropologia
Antropologia
SOCIOLOGIA
Cidadania
Cidadania
SOCIOLOGIA
Cultura
Cultura
SOCIOLOGIA
Declaração Universal dos Direitos Humanos
Declaração Universal dos Direitos Humanos
SOCIOLOGIA
Desigualdade Social
Desigualdade Social
SOCIOLOGIA
Direitos Humanos
Direitos Humanos
SOCIOLOGIA
Estado de Bem Estar Social
Estado de Bem Estar Social
SOCIOLOGIA
Estado Democrático de Direito
Estado Democrático de Direito
SOCIOLOGIA
Estigma Social
Estigma Social
SOCIOLOGIA
Estruturalismo
Estruturalismo
SOCIOLOGIA
Exclusão Social
Exclusão Social
SOCIOLOGIA
Feminismo
Feminismo
SOCIOLOGIA
Funcionalismo
Funcionalismo
SOCIOLOGIA
Movimentos Sociais
Movimentos Sociais
SOCIOLOGIA
Neoliberalismo
Neoliberalismo
GEOGRAFIA
ONU - Organização das Nações Unidas
ONU - Organização das Nações Unidas
SOCIOLOGIA
Sociedade
Sociedade