Concorra a Bolsas de Estudo 100%
logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Idiomas

Com quantos anos pode aprender um segundo idioma?

por Patrícia Carvalho em 18/12/21

Seja para o preparo profissional, investimento na socialização ou estímulo ao desenvolvimento, fato é que os brasileiros têm iniciado o curso de idiomas cada vez mais cedo. 

Não por acaso, a Associação Brasileira de Ensino Bilíngue (Abebi) identificou um aumento de 6% a 10% no número de escolas bilíngues no Brasil nos últimos anos. O levantamento foi divulgado em 2019.

Leia também: 
+Quais são os idiomas mais falados no mundo?
+Encontre bolsas de estudo de até 80% para cursos de graduação
+Saiba quais são os idiomas mais cobrados no mercado de trabalho, além do inglês

Diante disso, surge o questionamento: será que existe uma idade mínima para aprender uma nova língua? 

A resposta para esta dúvida pode ser conferida logo a seguir.

Com quantos anos pode aprender um segundo idioma? - Revista Quero

Com quantos anos pode aprender um segundo idioma?


De modo geral, os programas de ensino de inglês para crianças são estruturados a partir dos três anos de idade. Contudo, é possível encontrar opções que oferecem a formação a partir dos dois ou quatro anos de idade.

Também não são raras as escolas de educação infantil bilíngues, que também ensinam um segundo idioma a partir dos dois anos.

Até o momento, não existem legislações que delimitam uma idade para o início do aprendizado e um novo idioma

Encontrar bolsas de idiomas

Leis como o Marco da Primeira Infância, por exemplo, discorrem sobre a educação infantil na primeira infância, que vai dos 0 aos 6 anos de idade, mais com o intuito de instruir os profissionais envolvidos nesta fase educacional.

Portanto, cabe aos responsáveis da criança decidirem com qual idade incentivarão o estudo de um novo idioma.

Leia também: 
+Conheça as melhores escolas de cursos de Inglês no Brasil
+Curso de Inglês – Saiba os desafios e as vantagens para a carreira

Existe idade certa para aprender um idioma estrangeiro?

Não. O que existem são estudos que revelam uma faixa etária na qual há uma maior facilidade para aprender um idioma estrangeiro, no que diz respeito a aspectos cognitivos.

Um levantamento realizado pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT) e publicado em 2018, revelou que aos 10 anos de idade as chances de se tornar proficiente na gramática de um segundo idioma são maiores.

Ainda segundo o estudo, até os 18 anos as habilidades para aprender um novo idioma funcionam a todo vapor. Após essa idade, ela começa a ser afetada.

 Um dos motivos por trás do resultado seria a propensão do cérebro humano ficar mais “rígido” na vida adulta, isto é, menos flexível. É preciso levar em consideração, ainda, o fato de que a rotina de crianças e adolescentes tendem a ser mais favoráveis aos estudos, já que com a chegada da vida adulta aumentam as responsabilidades e consequentemente, diminui-se o tempo livre.

Apesar de encontrar indícios do que seria a “fase de ouro” para aprender uma língua estrangeira, já era do conhecimento da comunidade científica os benefícios do contato com um ou mais idiomas desde os primeiros anos de vida, que incluem estímulo ao cérebro, controle emocional e concentração.

Ressalta-se que os resultados obtidos na pesquisa do MIT são referentes ao aprendizado da gramática. Na prática, isso significa que um adulto pode ter mais dificuldade em armazenar as regras de linguagem, mas não necessariamente serão prejudicados em habilidades como escuta ou fala. 

Leia também:
+Como colocar idiomas no currículo?
+Quais são os principais tipos de cursos de idiomas?

É possível aprender um novo idioma depois de adulto?


Sim. Por mais que exista uma faixa etária em que o aprendizado de um novo idioma tende a ser mais fácil, estudar uma segunda língua terá seus benefícios e limitações em qualquer faixa etária.

No caso dos adultos, aprender uma língua estrangeira pode estimular o cérebro e diminuir as chances de uma possível doença cerebral degenerativa. Sem contar que o grau de instrução mais avançado contribui para um vocabulário mais amplo, conforme indica uma reportagem publicada pela BBC Brasil.

Leia também:
+11 séries da Netflix para aprender um idioma, além do inglês
+5 dicas para decorar mais facilmente um novo idioma

Como aprender outro idioma?

Os métodos são variados: há quem prefira adquirir materiais e estudar sozinho, quem recorra aos aplicativos ou faça aulas particulares, quem faça um intercâmbio e quem se interessa pela boa e velha escola de idiomas - presencialmente ou a distância.

Fato é que cada pessoa possui uma forma de aprendizado com a qual se identifica mais e isso é preciso levar em consideração no momento de escolha.

Bolsas de estudo para estudar um novo idioma

Quem opta pelo aprendizado em escola de idiomas tem a possibilidade de conseguir uma bolsa de estudo e estudar uma nova língua por um preço mais em conta.

Leia também: Como funciona o Quero Bolsa Idiomas?

A Quero Bolsa, em parceria com escolas de diversas regiões do país, oferece bolsas para cursos de inglês, francês, espanhol, italiano e alemão.

Encontrar bolsas de idiomas

O processo para garantir uma bolsa de estudo é simples. O primeiro passo é acessar as bolsas disponíveis na plataforma Quero Bolsa. Depois, é só escolher uma opção, fazer o cadastro no site e, por último, pagar a taxa de adesão para reservá-la. 

banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54